Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Número de acidentes com motociclistas triplica em pouco mais de uma década

    motos

    Você já refletiu sobre as fragilidades a que motociclistas estão expostos ao se locomoverem por grandes cidades? Se por um lado o veículo é um facilitador para driblar os engarrafamentos, as motocicletas deixam seus condutores muito mais vulneráveis a acidentes com consequências graves. Não à toa, a preocupação com a segurança cresceu nos últimos anos junto com o número de ocorrências, já que, em apenas 11 anos, os casos com mortos e feridos com esse tipo de veículo triplicaram no Brasil.

    A informação faz parte do estudo "Retrato da Segurança Viária no Brasil", feito pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), que comparou os mais de 12 mil mortos por causa de acidentes com motocicletas em 2013 com as mais de 3,5 mil ocorrências do mesmo tipo em 2002. O crescimento dos óbitos ligados a motos foi tão expressivo na última década que se tornou a principal causa de morte no país quando o assunto é trânsito, representando 37% dos casos, contra 31% dos carros e 25% dos pedestres.

    Com respeito às regras de trânsito e ao próximo, somado a percepção do seu papel enquanto motorista – visando à segurança de todos –, é possível mudar essa triste estatística. Pequenas ações de quem dirige automóveis, por exemplo, podem ajudar as partes mais suscetíveis a acidentes com gravidades. Quando estiver à frente do volante, não mude bruscamente de faixa, mesmo se estiver com a seta acionada, pois em uma situação de risco, o condutor de uma moto pode desviar mais facilmente.

    Outra medida importante é a regulagem correta dos espelhos para ampliar a visão dos carros e das motos que seguem atrás de você. E esqueça celular ao volante! Esse péssimo hábito provoca não apenas acidentes com motociclistas, mas coloca em perigo a vida de pedestres, ciclistas e de outros motoristas.

    E para os adeptos das motocicletas, os equipamentos de segurança já conhecidos são de extrema importância. Apenas utilizando o capacete, o condutor reduz em 40% o risco de mortes em acidentes. E atenção para uma regra que vale para todos: sempre respeite as sinalizações e não acelere ao sinal amarelo.

    Vamos juntos trabalhar para reduzir a violência no trânsito. A sua segurança também agradece!