Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Vamos fazer um pacto?

    A Semana Nacional do Trânsito de 2017 começa e os números de acidentes continuam alarmantes. Você sabia que apenas no mês de julho foram pagas 3,6 mil indenizações por mortes no trânsito? Esse número é 42% maior do que o do mesmo período do ano passado e, por incrível que pareça, não é o mais assustador. Somente no mês de julho, foram pagas 24.964 indenizações por invalidez permanente. Das 33.720 indenizações pagas pela Seguradora Líder-DPVAT e em julho, 1.608 estão relacionadas a crianças e adolescentes, o que totaliza 5% . Os números são do Boletim Estatístico Extra da Seguradora Líder-DPVAT e podem ser conferidos na íntegra neste link.

    Os motociclistas ainda são as principais vítimas de acidentes. Avaliando o mesmo período, dos 2.003 motoristas que receberam o Seguro DPVAT no mês de julho, 1.292 eram motociclistas. O número corresponde a 65% das indenizações pagas a este tipo de vítima no período. A região Sudeste concentrou a maior incidência dos acidentes com vítimas fatais (35%), seguida pelo nordeste (34%). Para não fazer parte dessa estatística, que tal sermos a mudança que queremos ver no trânsito? Confira algumas dicas que preparamos para você:

    •   >> Entrou no veículo, a atenção maior é no trânsito. Nada de dar aquela espiadinha no celular, hein? A gente sabe que é tentador, mas nenhuma mensagem é mais importante que a sua vida e a de outras pessoas, não é verdade?
    •   >> Regra básica da autoescola: Só se dá a partida depois de colocar o cinto de segurança. E isso vale para os passageiros do banco de trás também.
    •   >> Se tem criança no carro, não esqueça da cadeirinha e fique atento ao uso adequado dela. Ah, a cadeirinha vai mudando de acordo com o peso da criança.
    •   >> Se gentileza gera gentileza, no trânsito ela poupa vidas e brigas desnecessárias.
    •   >> Ah, e não esqueça da seta. Ela ajuda a preparar o motorista de trás e pode evitar batidas feias. É tão rapidinho e evita tantas coisas ruins. Não custa nada, né?

    Seguindo essas dicas (que todo mundo já sabe, mas não custa lembrar), a gente já muda um pouco as estatísticas. Vamos fazer esse pacto para o próximo ano? Depois conta aqui para gente qual hábito ruim você tinha no trânsito e mudou. Pode inspirar outras pessoas e ajudar muito a transformar esse cenário. Vamos juntos? Em caso de dúvidas, conte com a gente! ;)