Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • ​Carnaval é festa, mas precisa de segurança nas estradas e nos trios elétricos

    carnaval.png

    Viajar no Carnaval é uma alegria, mas para ela ser completa, é preciso tomar certos cuidados antes de pegar a estrada.

    Em primeiro lugar, o motorista deve evitar viajar cansado. Por isso, deve procurar compartilhar o volante com outros passageiros, além de fazer sempre paradas a cada 2 horas de direção contínua. Também é essencial que o veículo esteja com a manutenção em dia e com a documentação correta, seja o licenciamento como o pagamento do Seguro DPVAT.

    Nas estradas, é importante manter sempre o bom humor, mesmo quando o trânsito está lento. Além disso, deve-se respeitar a sinalização, evitar fazer ultrapassagens em local proibido e jamais trafegar pelo acostamento. Afinal de contas, o importante é chegar ao seu destino com segurança e um pequeno acidente pode fazer você se atrasar. O melhor combustível é a paciência, com aditivo de prudência em todo o trajeto.

    As crianças devem ser transportadas como mandam as leis de trânsito, já que a maior punição não é a multa, mas as consequências da negligência com os pequenos em casos de acidentes ou numa simples freada.

    Por outro lado, está na hora das autoridades olharem com mais atenção a pista dos foliões, não apenas nas rodovias, mas nas ruas, onde circulam centenas de trios elétricos nesta época do ano.

    Estes veículos com frequência sofrem modificações que colocam em risco a segurança, além de, muitas vezes, trafegarem sem manutenção adequada no meio da multidão. É importante lembrar que os motoristas dos trios precisam estar habilitados para dirigir caminhões e não podem estar com a carteira suspensa.

    Conforme sugere a entidade de vítimas Trânsito Amigo, no caso dos condutores dos carros alegóricos das escolas de samba, além do teste do bafômetro, é fundamental verificar as condições dos motoristas desses veículos.

    De modo geral, é necessária uma "operação pente fino" para garantir que os foliões curtam esse período do ano sem correr risco. Afinal, Carnaval com acidente não combina com folia.