Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • #DPVATExplica: reembolso de despesas médicas e invalidez permanente

    invalidezpermanente-reembolso.png

    Alô, galera! Tendo como base os principais questionamentos que recebemos nas redes sociais do Seguro DPVAT, hoje iremos iniciar a série #DPVATExplica. \o/

    Você já sabe que uma das coisas mais legais do Seguro DPVAT são as suas múltiplas coberturas, certo? Para iniciar a nossa série, vamos falar de duas delas: a invalidez permanente e o reembolso de despesas médico-hospitalares (DAMS). Sabia que somente no mês passado, 72% do total de indenizações pagas foram destinadas à essas duas coberturas? :O

    Afinal, quando a invalidez é considerada permanente?

    Considera-se invalidez a perda ou redução da funcionalidade de um membro ou órgão após o acidente de trânsito. A característica permanente vem quando a recuperação ou reabilitação da área afetada é dada como inviável ao fim do tratamento médico, no momento da alta definitiva. Em 2017, essa cobertura respondeu por mais de 89% das indenizações, pessoal.

    O que significa DAMS e quais são os critérios para reembolso de despesas médico-hospitalares?

    "DAMS" é a sigla que usamos no Seguro DPVAT para nos referirmos à cobertura de reembolso de despesas de assistência médica e suplementares. Ela funciona da seguinte forma: quem pagou do próprio bolso por serviços médicos em consequência de um acidente de trânsito, como atendimento de emergência, uma cirurgia, exames, consultas, tem direito ao reembolso de até R$ 2.700. Essas despesas devem ser comprovadas mediante apresentação de notas fiscais/recibos originais, por isso, é importante guarda-las com carinho, viu? ;)

    Qual a diferença entre invalidez e reembolso de despesas médico-hospitalares?

    Essa é uma das principais dúvidas que recebemos e a explicação é bem simples. Se após o acidente, a vítima gastou com medicamentos ou procedimentos de fisioterapia, ela poderá solicitar o reembolso dessas despesas. Caso no final do tratamento a vítima fique com sequelas em decorrência do acidente, é possível dar entrada na garantia de invalidez. A gente lembra que, tanto nos casos de invalidez permanente quanto no reembolso de despesas médicas, o beneficiário será a própria vítima. ;)

    Como faço para dar entrada?

    Opa! É bem fácil. Basta reunir a documentação necessária a cada tipo de indenização (que você encontra clicando aqui) e ir a um dos mais de 8 mil pontos de atendimento autorizados por todo o Brasil. Para conferir o mais perto da sua casa, é só clicar.

    Quer ver a sua dúvida virando um post aqui no blog? Deixe seu comentário aqui embaixo. Esperamos por você! ;)