Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Protagonismo feminino: o mundo precisa ir nessa direção

    Hoje, Dia Internacional da Mulher, é dia de celebrar as lutas do passado e refletirmos, juntos, os desafios em nome da igualdade de gênero, especialmente no trânsito, espaço onde as mulheres ainda são vítimas de preconceito. Pensando nisso, reunimos alguns dados para comprovar que o mundo precisa ir na direção do protagonismo feminino. Confira! ;)

    Lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive, no trânsito

    Atenção, pessoal! É hora de desconstruir falas como “mulher no volante, perigo constante” e “tinha que ser mulher”. E essa mudança começa com cada um de nós! Afinal, os números estão aí para comprovar que, historicamente, as mulheres são mais prudentes do trânsito. Um desses dados está no nosso Relatório Anual: as mulheres foram responsáveis por apenas 25% das indenizações pagas ao longo de 2017, frente a 75% dos homens. :O

    Amaxofobia: palavra difícil, mas condição comum entre as mulheres

    Sabe qual o significado dessa palavra complicada, galera? É o famoso medo de dirigir, que se traduz em sintomas como dores de cabeça, tensão muscular e coração acelerado na hora de pegar no volante. Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), cerca de dois milhões de brasileiros que possuem a CNH não dirigem por medo. E 75% desse número são mulheres. Para vencer esse medo, o primeiro passo é entender que há algo errado. O segundo é procurar tratamento especializado, como a psicoterapia. Então, fica a dica: se você conhece alguém assim, que tal oferecer ajuda? ;)

    Seguradora Líder: referência no protagonismo feminino Bons exemplos vêm de casa! Você sabia que aqui na Seguradora Líder as mulheres são maioria? 52,4% dos nossos cargos de gestão são ocupados por mulheres. Essa informação se torna ainda mais legal quando percebemos que, de acordo com a pesquisa “Mulheres no Mercado de Seguros no Brasil”, de todos os funcionários homens de uma seguradora, 4,7% se tornam executivos, enquanto apenas 1,4% das mulheres conseguem chegar lá. Ah, outro dado bacana é que, por aqui, as mulheres têm, em média, mais tempo de casa que os homens. \o/

    As mulheres têm ganhado cada vez mais espaço na nossa sociedade e, por consequência, também no trânsito. Os dados mostram que, apesar do preconceito ainda enraizado, as mulheres provocam menos acidentes e fazem do trânsito um lugar mais seguro para todos. Que ótimo exemplo, não é mesmo? ;)

    E aí, continua achando que “mulher no volante é perigo constante”? Compartilhe seu comentário com a gente e continue ligadinho no nosso blog. =)