Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Devagar e sempre: por que o trânsito melhora quando o limite de velocidade diminui?

    Quando as prefeituras resolvem diminuir o limite de velocidade nas principais vias das cidades, muita gente costuma reclamar. O primeiro pensamento deve ser: como reduzir a velocidade vai ajudar a evitar os engarrafamentos? Mas temos uma notícia para você: de fato, o trânsito melhora quando o limite de velocidade das vias é reduzido. Ficou curioso para saber porquê? Se liga no post aqui embaixo e compartilha com todo mundo. =)

    Sem acidentes, sem trânsito

    Essa é a explicação mais simples, galera! Quanto menor a velocidade, menores são os riscos de acidentes e, por consequência, o volume de trânsito. E tem um monte de exemplos práticos desse fato. Em São Paulo, em 2015, apenas um mês depois da implementação obrigatória da redução de velocidade nas marginais da cidade, os acidentes com vítimas já haviam caído 36%, de acordo com levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Bastante coisa, não é? 😨

    A Física também explica

    É bem verdade quando dizemos que a Física está em todo lugar, inclusive no trânsito. 😉 Neste sentido, tem um estudo super legal feito pelo Departamento de Planejamento de Helsinki, na Finlândia, que afirma que, quanto menor for a velocidade dos carros que estão à frente, maior será o intervalo que os veículos de trás tendem a manter deles, permitindo que muito mais carros passem por hora. Já tinha parado para pensar nisso? 🤔

    Um pouco de arroz vai mudar o seu conceito sobre o trânsito

    Mas nem só de explicações comuns vive o mundo, galera. Por isso, a gente quer dar uma outra explicação, no mínimo, inusitada: a chamada "Teoria do Funil", criada por Doug MacDonald, ex-secretário do Departamento de Transporte de Washington, nos Estados Unidos. Para ele, o trânsito é como grãos de arroz passando por um funil. Neste caso, o funil representa as marginais e o arroz, os carros. Quando não há limite de velocidade, todos os grãos caem juntos, entupindo a saída. Por outro lado, se você joga o arroz aos poucos, ele consegue passar por esse mesmo espaço de forma tranquila. Ou seja, quando o fluxo de veículos é alto, não adianta sair correndo, já que isso diminui a capacidade da via de escoar todos esses carros ao mesmo tempo. Pode confessar: depois dessa, você nunca mais você vai ver o arroz da mesma forma, não é? 😂

    Através desses exemplos práticos, já deu para perceber que nosso objetivo por aqui é te incentivar a ir mais devagar no trânsito, não é mesmo? Com isso, todo mundo sai ganhando, inclusive você. 😗