Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Superação: conheça a história de um dos participantes do Programa Recomeço

    O Programa Recomeço, que tem a missão de dar apoio na ressocialização, qualificação e recolocação de beneficiários do Seguro DPVAT no mercado de trabalho, é sobre histórias. E histórias de pessoas que mostram que é possível recomeçar após um acidente de trânsito. Hoje, queremos te convidar para conhecer a história de Fernanda Silva, gaúcha de 31 anos, que teve a vida completamente mudada após um acidente de trânsito, em 2011. Esperamos que você se sinta tão inspirado quanto a gente por aqui, viu? Confere só! 😉

    Uma vida normal na capital gaúcha

    Nascida em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, antes do acidente Fernanda trabalhava em uma clínica de oftalmologia. “Esse emprego foi muito importante para mim, porque, em menos de três meses de admissão, já havia assumido uma grande responsabilidade, que era ajudar a cuidar de vários setores”, destacou Fernanda.

    O dia que mudou a vida da Fernanda

    Numa manhã de 2011, perto do ano novo, Fernanda estava em sua moto se dirigindo ao lugar onde trabalhava. No caminho, atropelou um cachorro e, ao cair, quase foi atropelada por um carro. O resultado foi uma lesão no ombro, que iniciou um longo período de recuperação. “Depois do acidente, simplesmente achava que iria fazer a cirurgia, mas levou 6 meses. Quando consegui operar, ela deu errado”, relembra. Com a demora e as dores consequentes do erro, Fernanda entrou em depressão.

    O início de uma mudança de vida

    Sendo ajudada pela avó, após o acidente Fernanda conseguiu, com muita dificuldade, completar o curso técnico de enfermagem. “Através do curso, quis provar para todos que um acidente de trânsito não deve ser o fim”, afirma, com orgulho, defendendo a escolha da profissão. Em 2016, Fernanda decidiu vir para o Rio de Janeiro buscar tratamento em um hospital de referência. No Rio, sem conhecer ninguém, trabalhou nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, além de fazer figuração.

    O Recomeço

    Em agosto desse ano, junto com outras 16 pessoas, Fernanda começou o curso-piloto de qualificação do Programa Recomeço. No último dia 04 de setembro, concluiu a formação em um momento de muita emoção. Para ela, muito mais que um treinamento, “o Programa mostra que somos capazes de tudo e que não é preciso nem esconder e nem omitir o nosso verdadeiro eu. Antes, ficava com vergonha de falar sobre a minha deficiência e, hoje, quero inspirar pessoas através da minha história”, contou, emocionada. A gente nem precisa dizer que esse é, de fato, começo de um novo futuro, não é? 💕

    Que história, não é, pessoal? 💕 Isso mostra que, através do Recomeço, a Seguradora Líder quer ir muito além do pagamento de indenizações e mostrar que um acidente de trânsito não deve ser o fim, mas uma chance de transformar os desafios em oportunidades. E aí, o que você acha da história da Fernanda? 😌 Deixe sua opinião aqui embaixo nos comentários e aproveita para fazer aquela visitinha no Portal Recomeço: www.seguradoralider.com.br/recomeco. 😉