Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Semana Nacional de Trânsito: Seguradora Líder lança Boletim Especial

    Você já sabe que, por aqui, acreditamos que, através dos números, é possível mudar a realidade do trânsito. E, para marcar a Semana Nacional de Trânsito de 2018, a Seguradora Líder lançou um Boletim Especial, onde além de apresentar os números de acidentes ocorridos e já indenizados pelo Seguro DPVAT no último ano, também é possível ter acesso ao perfil dessas ocorrências, mostrando as regiões e capitais com os trânsitos mais violentos do país. Para conferir mais do que você vai encontrar nesse documento, é só continuar acompanhando o nosso post. 😌

    Um panorama estatístico da violência nas estradas brasileiras

    Em 2017, mais de 245.371 acidentes ocorreram e foram indenizados pelo Seguro DPVAT. Como o prazo prescricional para a solicitação do benefício é de até 3 anos, esses dados devem sofrer alterações conforme as ocorrências são avisadas pelas vítimas e beneficiários. Apesar de ser um número bastante expressivo, que traz à tona a violência do nosso trânsito, ele é 22% menor do que o mesmo período de 2016, galera.

    Desse total, os casos de invalidez permanente representaram 68% dos acidentes indenizados pelo Seguro DPVAT. Já os acidentes fatais registraram redução de 13% em relação ao mesmo período de 2016, com uma participação menor na quantidade de ocorrências em relação às demais coberturas (12%).

    São Paulo é a capital mais violenta do país

    É isso mesmo! De acordo com o nosso Boletim Especial, São Paulo é a capital mais violenta do país, concentrando o total de 5.998 ocorrências em 2017. Bem triste, não é? Desse total, a tendência do maior número de indenizações destinadas à invalidez permanente parece se repetir: foram 3.511. É para redobrar a atenção, viu, galera da terra da garoa? 😨

    Homens, de 18 a 34 anos, são as maiores vítimas do trânsito

    Mantendo o mesmo comportamento dos anos anteriores, em 2017, a maior incidência de acidentes foi com vítimas do sexo masculino. Nesse período, a faixa etária mais atingida foi a de 18 a 34 anos, idade considerada economicamente ativa, representando 49% do total de acidentes, o que corresponde a quase 119 mil indenizações.

    Onde estão localizadas as maiores ocorrências de acidentes com mortes?

    Em 2017, as Regiões Sudeste e Nordeste foram as responsáveis pela maior concentração das ocorrências de acidentes com vítimas fatais, com cerca de 30% cada. Enquanto na primeira região houve maior participação dos automóveis, na segunda região predominaram os acidentes fatais envolvendo motocicletas. Vale lembrar que, de acordo com o DENATRAN, o Sudeste é responsável por 49% da frota nacional e Região Nordeste, por 37% do total de veículos no país.

    Educação no trânsito, você também vê no nosso Boletim Especial

    Cientes da responsabilidade de tornar nossos dados insumo para que governos e instituições planejem ações de segurança viária, a Seguradora Líder encomendou uma pesquisa ao Instituto Datafolha que, além de levantar as principais necessidades e oportunidades das campanhas de educação viária, também avaliou a percepção da população sobre o comportamento do brasileiro no trânsito. Um dos resultados dessa pesquisa foi que, para a grande maioria dos brasileiros, o uso do celular ao dirigir é o grande vilão do trânsito. Os brasileiros também acreditam que, apesar do endurecimento das leis, o consumo de álcool ainda é uma das principais causas de acidentes. E aí, você também concorda com esses resultados? 🤔

    Curtiu ficar por dentro da mais nova edição especial do nosso Boletim Estatístico? Então, é só clicar aqui para conferi-lo na íntegra no site da Seguradora Líder. Não se esquece de contar para a gente o que você achou aqui nos comentários, tá bom? Estamos te esperando! 😉