Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Confira os principais números do Boletim Estatístico de Agosto da Seguradora Líder

    Imagine a cidade de Chapecó, em Santa Catarina, repleta de moradores que foram vítimas de acidentes de trânsito. Do hospital da cidade ao mercado, do médico ao atendente, cada um dos 216.023 habitantes já sofreu algum tipo de acidente causado por um carro, uma moto, um ônibus ou qualquer outro veículo automotor. Parece irreal? Mas de acordo com dados da Seguradora Líder, o número de moradores da cidade catarinense é o mesmo de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT até agosto de 2018.😉

    Seguindo a tendência dos meses anteriores, os casos de invalidez permanente representaram a maioria das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT no período, 147.963, cerca de 68% dos pagamentos. Para os motociclistas, essa realidade também não foi diferente. Das 163.119 indenizações destinadas aos condutores desse tipo de veículo, os casos de vítimas com sequelas permanentes representaram 73%. A gente nem precisa dizer que é bastante coisa, não é?😪😪

    Perigo sob duas rodas: motociclistas continuam na liderança das indenizações pagas

    Uma outra tendência que se repete é a das motocicletas que continuam a representar a maior parte das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, 75%, apesar de serem apenas 27% da frota nacional de veículos. Das indenizações pagas no período para acidentes com motocicletas, 73% foram para invalidez permanente, 19% para reembolso de despesas médicas-hospitalares decorrentes do acidente e 8% para morte. Se você já está achando esses dados assustadores, e se a gente te contar que as vítimas de acidentes com motocicletas são, em sua maioria, jovens em idade economicamente ativa? É isso aí! Até agosto, as vítimas entre 18 e 34 anos concentraram 50% dos acidentes fatais e 52% dos acidentes com sequelas permanentes. Bem triste!

    Um mapa das indenizações

    Sabe o que as indenizações do Seguro DPVAT também ajudam a indicar? As regiões do Brasil que concentram o maior número de acidentes de trânsito! Até agosto, por exemplo, a Região Nordeste foi a responsável pela maior concentração das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT – 31% – embora sua frota seja a 3ª maior do país, com 17% dos veículos, ficando atrás das regiões Sudeste (49% da frota nacional) e Sul (20% da frota nacional).

    Através das análises contínuas dos indicadores estatísticos, a Seguradora Líder quer contribuir para o desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes cada vez mais efetivas em todo o Brasil, colaborando para tornar o trânsito um local mais seguro para todo mundo! 😉😍