Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Ranking do bem: confira as capitais que registraram o menor número de acidentes nos últimos dois anos

    ranking-do-bem-2016-2017.pngO elevado número de indenizações do Seguro DPVAT pagas mês após mês preocupa, mas algumas regiões já têm adotado medidas para a redução dos índices de acidentes de trânsito. Levantamento realizado pela Seguradora Líder listou as cidades de Vitória (ES), Macapá (AP), São Luís (MA), Rio Branco (AC) e Maceió (AL) como as que registraram o menor número de ocorrências nos últimos dois anos: foram apenas 5.614 casos frente aos mais de 560 mil registrados em 2016 e 2017. Mas como essas cidades conseguiram atingir esses resultados? É isso que vamos contar para você aqui embaixo! Se liga aí no ranking do bem! \o/

    1º lugar: Vitória, capital do Espírito Santo

    Como contamos em um post especial da série #BonsExemplos, aqui mesmo no Blog Viver Seguro no Trânsito, a posição conquistada pela cidade – que registrou apenas 765 casos nos últimos dois anos – é resultado direto do investimento da Prefeitura em medidas para reforçar a segurança nas ruas. Entre elas, o Programa Vida no Trânsito, que na cidade é usado para analisar os acidentes buscando identificar as causas, que podem ser infraestrutura, educação e fiscalização. Após a avaliação, um grupo de trabalho propõe soluções para que não voltem a ocorrer acidentes semelhantes. É muito amor envolvido para evitar acidentes, não é? Parabéns, Vitória! 💓

    2º lugar: Macapá, capital do Amapá

    Por lá, a Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) revitalizou e instalou novas faixas de pedestres e diversas placas de sinalização, além de ter elaborado um plano estratégico de fiscalização. Pensando nos condutores do futuro, a instituição ainda promoveu ações educativas nas escolas municipais da região. O resultado disso? Apenas 949 ocorrências nos últimos dois anos. É para celebrar bastante! 🎉

    3º lugar: São Luís, capital do Maranhão

    A terceira colocada, com 1.122 casos registrados nos últimos dois anos, contou com o apoio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) para revitalização das vias. Além disso, também foram promovidas ações de conscientização e educação no trânsito. Pode falar: um exemplo a ser seguido, não é mesmo? <3

    4º lugar: Rio Branco, capital do Acre

    As apenas 1.254 ocorrências no período são efeito das iniciativas adotadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito - RBTRANS, como campanhas de conscientização e educação e blitz educativas. Em 2018, a instituição ainda vem promovendo ações com foco nos motociclistas. \o/

    5º lugar: Maceió, capital de Alagoas

    E para encerrar o ranking do bem com chave de ouro, temos a capital alagoana Maceió, que registrou 1.524 casos no período. O município segue trabalhando frequentemente em campanhas educativas, políticas públicas de segurança viária e fiscalização. Valeu, Maceió!

    Todos os exemplos aqui em cima nos ajudam a ver que a construção de um trânsito é possível através de uma série de ações integradas, não é mesmo? E aí, que tal pensar um pouquinho no que pode ser aplicado aí na sua cidade? Para ficar mais fácil, é só lembrar que nós mesmos somos a mudança no trânsito, viu? Compartilhe com a gente nos comentários o que você achou desse post. Esperamos por você! 💓