Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Volta às aulas: todo cuidado é pouco no trânsito

    O período das férias escolares chegou ao fim e, ao contrário do que muitos pensam, esse também é um período que exige bastante cuidado e atenção no trânsito. Além de te explicar o porquê, vamos dar uma porção de dicas para esse momento. Ficou curioso para conferir? Então, é só continuar acompanhando o nosso post! ;)

    Acidentes de trânsito são a principal causa de morte de crianças e adolescentes no Brasil
    De acordo com a ONG Criança Segura, atualmente, os acidentes de trânsito são a principal causa de morte de crianças e adolescentes com idades de cinco a 14 anos no Brasil. Todos os anos, cerca de 3,7 mil crianças dessa faixa etária morrem e outras 113 mil são hospitalizadas em consequência de acidentes de trânsito no país. E se a gente te contasse que, ainda de acordo com essa ONG, do total dessas mortes, 36% ocorreram quando as crianças estavam na condição de ocupantes de veículo e 30% foram devido a atropelamentos? A ONG Criança Segura monitora regularmente os dados relacionados a acidentes com crianças que acontecem no Brasil, usando a plataforma de dados do Ministério da Saúde, o Datasus.

    Mas por que as crianças e adolescentes estão tão vulneráveis?
    Isso acontece porque seus corpos são mais frágeis e ainda estão em desenvolvimento, galera. Devido a pequena estatura, por exemplo, elas não enxergam por cima de carros estacionados e também ficam escondidas do campo de visão dos motoristas. Além disso, o campo de visão dos pequenos é mais estreito que o dos adultos e, por isso, muitas vezes eles não veem um carro se aproximando, sendo incapazes de avaliar corretamente a distância. Isso se torna muito mais relevante quando analisamos o período de volta às aulas, onde, naturalmente, mais crianças circulam pelas ruas, não é mesmo?

    O que fazer para mudar essa realidade, especialmente no período de volta às aulas?
    A resposta é simples: prevenção. Por isso, para evitar situações de perigo, é preciso redobrar a atenção, diminuindo a velocidade ao se aproximar de escolas, respeitando as leis e a sinalização, além da preferência dos pedestres na faixa. A gente aproveita para reforçar que o cuidado também deve partir dos próprios estudantes, viu? Atitudes simples, mas que fazem toda a diferença, como embarcar e desembarcar sempre pelo lado da calçada, não se distrair com o uso do celular nas ruas, atravessar as vias preferencialmente na faixa de pedestres e menores de 10 anos andarem sempre acompanhados de adultos são alguns dos exemplos.

    Ah, para os papais, volta às aulas é o momento de não deixar a gentileza de lado, viu? Que tal, na hora de deixar ou buscar o seu filho na porta da escola, parar o carro um pouco mais distante da entrada e ir a pé para evitar a fila dupla e atrapalhar outros motoristas? Fica a dica! ;)

    E aí, gostou do nosso post de hoje? Então, que tal compartilhar com todo mundo que você conhece? Afinal, construir um trânsito mais seguro na volta às aulas é responsabilidade de todos nós! Nos vemos no próximo post aqui do Blog Viver Seguro no Trânsito. Até lá! ;)