Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • #BonsExemplos: O que está sendo feito para reduzir os acidentes de trânsito no país?


    De acordo com dados da Seguradora Líder, de janeiro a novembro de 2018, foram pagas mais de 290 mil indenizações em todo o país. É fato, pessoal: os números só comprovam como pequenas atitudes, como exceder o limite de velocidade, dirigir sem cinto de segurança, avançar no sinal vermelho, e estacionar em local não permitido, podem ser algumas das razões para esse dado ainda ser tão alarmante. 😟

    A boa notícia é que tem muita ação bacana sendo implementada no país voltada à educação e conscientização, prevenção de mortes e outros danos causados pelos acidentes de trânsito. Vamos conferir algumas delas? 😉

    Diagnóstico das rodovias
    Já falamos sobre a Operação Rodovida por aqui, mas a ideia é tão bacana que fazemos questão de reforçar, galera! Realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), tem o objetivo de intensificar a fiscalização no trânsito em períodos de maior circulação de veículos nas rodovias federais.

    A PRF fez uma análise mais profunda dos acidentes que acontecem nas estradas do país, levando em conta a frequência, os horários e as causas dessas ocorrências. Assim, ficou mais fácil garantir que a fiscalização seja intensificada nestes percursos para coibir práticas perigosas como ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, consumo de álcool, atropelamento de pedestres e trânsito irregular de motocicletas. A próxima operação acontece no período do Carnaval, entre 22 de fevereiro e 9 de março de 2019. 😉

    Mãos à obra
    Sabiam que existe o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, o PNATRANS? É, galera! Essa sigla foi acrescentada ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e propõe um grande desafio aos órgãos de trânsito, transporte, saúde, justiça e educação pelos próximos dez anos: reduzir, no mínimo, pela metade o índice nacional de mortes nas rodovias! As metas foram determinadas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e tem como objetivos melhorar a mobilidade urbana, promover a convivência harmoniosa entre condutores, pedestres e ciclistas, e, claro, preservar vidas, já que o trânsito é umas das principais causas de mortes de pessoas no mundo. 😟

    “Drogômetro” em ação
    É isso mesmo que você está pensando! Se a fiscalização foi intensificada pela Lei Seca, a tendência é o cerco se fechar ainda mais para os condutores infratores, galera. É que o Governo Federal quer atuar também para detectar o uso de outros tipos de drogas no trânsito. A ideia é verificar, por meio da saliva, a presença de entorpecentes. Esse tipo de fiscalização já é feita em países como Estados Unidos, França e Itália, mas, por aqui, ainda não há prazos para a implantação do “drogômetro”. E a gente seque de olho! 😉

    Lupa nos transportes
    Outra parceira importante nas fiscalizações de trânsito é a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). Por meio de fiscalizações nos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, a agência verifica se as empresas cumprem as normas técnicas previstas na legislação. 😊

    Ufa, tem muita coisa sendo feita né, pessoal? Ainda bem! E você? Sabe de alguma ação bacana para reduzir acidentes de trânsito no seu Estado, município ou bairro, e quer compartilhar com a gente? Escreva aqui nos comentários! 😉 Juntos vamos mais longe, né? Até a próxima!😊