Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Dia do Idoso: Seguro DPVAT indenizou mais de 200 mil vítimas acima de 65 anos na última década

    No dia 1º de outubro, o Dia do Idoso é celebrado como uma oportunidade de valorizar a faixa etária e refletir sobre os cuidados necessários para quem tem mais de 65 anos. Quando o recorte é feito nos dados do trânsito, os números não são animadores 😔 De acordo com os nossos números, mais de 201 mil indenizações foram pagas a vítimas de acidentes de trânsito com mais de 65 anos, entre os anos de 2009 e 2018.

    A análise dos dados do Seguro DPVAT mostram que cerca de 60% das vítimas idosas estavam na condição de pedestres no momento do acidente e os automóveis foram responsáveis pela maior parte das colisões, somando 49% dos benefícios. Além disso, cerca de 55% dos idosos indenizados pelo Seguro DPVAT, nos últimos dez anos, ficaram com algum tipo de sequela permanente. Mais de 55 mil benefícios foram pagos a familiares de vítimas fatais na terceira idade, enquanto a cobertura por reembolso de despesas médicas e hospitalares alcançou cerca de 35 mil indenizações. 😱

    Em relação aos veículos, as motocicletas foram as principais responsáveis pelas indenizações pagas pelo Seguro DPVAT e somaram mais de 78 mil benefícios concedidos. Os acidentes com ônibus, micro-ônibus e vans tiveram mais de 12 mil pagamentos, enquanto os com caminhões e pick-ups concentraram mais de 11 mil sinistros.

    Entre os dados regionais, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul foram os que mais apresentaram idosos indenizados pelo Seguro DPVAT na última década. Já Distrito Federal, Roraima e Amapá registraram as menores estatísticas.


    Se você faz parte desse grupo ou conhece alguém que seja, lembre-se de não andar próximo ao meio-fio, peça ajuda sempre que precisar, seja pra atravessar a rua ou se locomover em transportes públicos, e não tenha pressa! Saber as limitações é essencial para evitar riscos desnecessários ;)