Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Arquivos mensais: Junho 2018

Como a Engenharia de Tráfego ajuda a melhorar o trânsito

Com o caos do trânsito das grandes cidades, a gente sabe que é difícil acreditar que existe toda uma ciência por trás do tráfego. Mas é isso aí, galera: cada pedacinho do trânsito da cidade é pensado e você é o elemento principal dessa circulação. 😉 Já ouviu falar em Engenharia de Tráfego ou em Engenharia do Trânsito? Se a sua resposta a essa pergunta for não, então, esse post é para você. Fique ligadinho! ❤

A Engenharia de Tráfego é um importante ramo da Engenharia no setor de transportes, prevista no Capítulo VIII do Código de Trânsito Brasileiro, o famoso CTB, em seu artigo 91. Em termos mais simples, trata-se de uma área que tenta solucionar questões que envolvem a operação, o planejamento e o controle do tráfego. É importante que o fluxo e a circulação de veículos e de pessoas aconteça de maneira segura e ágil, por isso, eles atuam em soluções para quando o trânsito está congestionado ou há interrupção do fluxo, garantindo segurança, comodidade e rapidez. Olha quanto amor nessa atividade! 😉

Como ela contribui para o trânsito brasileiro?

Uma das principais contribuições da Engenharia de Tráfego se reflete num problema super comum nas grandes cidades: a diminuição dos congestionamentos. 😉 Para isso, as cidades brasileiras contam com o chamado CET, sigla para Companhia de Engenharia do Tráfego. Os CETs são responsáveis por operar e implantar tecnologias para o controle de tráfego e, muitas vezes, contam com a ajuda da população que indica os lugares mais congestionados ou que apresentam algum tipo de interrupção. O resultado disso? Impacto positivo para todo mundo! ❤

O que tem a ver com a Legislação de Trânsito?

Todos os projetos e operações realizados pela Engenharia de Tráfego estão diretamente ligados à criação das regras de trânsito no país, pessoal. Quer saber como? As resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) são definidas em conjunto com diversas Câmaras Temáticas, compostas, em geral, por especialistas em Engenharia de Tráfego. E a gente sabe que, nada melhor do que especialistas para dizer o que o trânsito precisa, não é mesmo? 😉

Neste post, nosso objetivo é mostrar para você que a Engenharia de Tráfego, em conjunto com a educação e a fiscalização, sustenta o trânsito, proporcionando mais segurança nos deslocamentos. No entanto, não é somente essa área a responsável pela segurança dos condutores de veículos automotores e dos pedestres. É também necessário que todos tenham consciência ao se locomover nas vias, afinal, nós somos o trânsito. E aí, o que podemos fazer para tornar o trânsito melhor para todos, colaborando com o trabalho da Engenharia de Tráfego? Esperamos por você nos comentários! 👇



Continuar lendo

Cuidado com o golpe do Seguro DPVAT

O telefone tocou falando que era do Seguro DPVAT e oferecendo ajuda para dar entrada no benefício ou para receber a sua indenização mais rápido? Cuidado, você pode ser uma vítima do golpe do Seguro DPVAT, onde pessoas se aproveitam de momentos frágeis como os acidentes de trânsito para receber seu benefício por você. L Quer saber como se proteger dessas tentativas? É só ficar ligadinho no nosso post. ;)

Como evitar o golpe do Seguro DPVAT?

O golpe consiste em uma pessoa entrando em contato com o beneficiário para oferecer serviços ou facilidades, como dar entrada no seu benefício para você ou, até mesmo, fazer com que você receba seu benefício de forma mais rápida. L Essas promessas, na maioria das vezes, fazem com que esse importante benefício social não chegue aos seus beneficiários de direito. Bem triste, não é? :(

Para evitar que isso aconteça, estamos aqui para te dizer que nenhum funcionário da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT no país ou de qualquer seguradora consorciada, está autorizado a entrar em contato com vítimas ou beneficiários para oferecer qualquer tipo de serviço. Fique ligado: pedir, acompanhar e receber a indenização do DPVAT são serviços gratuitos e você mesmo pode fazê-los! <3

Como receber mais rápido?

Essa é uma das promessas mais feitas pelos aproveitadores, galera, mas só aqui você encontra a dica certa! Quer receber a indenização do Seguro DPVAT de forma mais rápida? Basta apresentar a documentação correta logo no início do seu pedido e acompanhar de pertinho as movimentações lá no site da Seguradora Líder, onde você receberá as informações seguras sobre todas as etapas de análise até o recebimento. Ah, informação importante: vale lembrar que a indenização do Seguro é liberada em até 30 dias quando o pedido é feito de forma correta, pessoal! ;)

Como você pode fazer a sua parte: Canal de Denúncias

A gente também conta com a sua ajuda no combate às fraudes! Foi vítima ou ficou sabendo de algum caso em que as pessoas tenham solicitado a indenização do Seguro DPVAT sem que tenham se ferido em acidente de trânsito? Faça a sua parte e denuncie através do 0800 022 12 05 ou clicando aqui. As ligações são gratuitas e em nenhum dos dois canais é necessário se identificar. ;)

O que estamos fazendo para combater às fraudes por aqui?

Por aqui, a gente também está de olho em qualquer tentativa de fraude, galera! 💪 Por isso, temos a Operação Tolerância Zero às Fraudes à todo vapor. Em parceria com as autoridades competentes e tendo a tecnologia como principal aliada, de janeiro a maio deste ano, as iniciativas proativas da Seguradora Líder já resultaram em 22 sentenças condenatórias, 39 condenados, 12 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 14 prisões em todo o Brasil. ;)

Através desse post, nosso objetivo foi fazer com que você fique cada vez mais atento ao golpe do Seguro DPVAT que, além das ligações, também pode ser oferecido nas portas de hospitais e até mesmo, nas funerárias. 😣 A boa é nunca assinar documentos e nunca entregar seu dinheiro para falsos consultores. Tenha sempre em mente que solicitar o Seguro DPVAT é um procedimento simples e que você conta com uma série de pontos de atendimento autorizados da Seguradora Líder para isso. 😍 Ficou com alguma dúvida? Não tem problema, é só falar com a gente por aqui. 👇 Esperamos por você!



Continuar lendo

Indenizações do Seguro DPVAT: um retrato do trânsito nos últimos dez anos

Por Paulo Amador - Jornalista e Escritor

O trânsito de veículos automotores no Brasil, lamentavelmente, continua a ser um dos mais frequentes e assustadores motivos de sofrimento para as famílias e de preocupação para as autoridades. A cada ano, cerca de 50 mil pessoas morrem, nas ruas ou nas estradas, em acidentes que são marcados, em sua esmagadora maioria, pela imprudência de motoristas ou de pedestres.

Os números estarrecedores divulgados pelo Seguro DPVAT no Boletim Especial "Dez anos de trânsito" confirmam este fato. Entre 2008 e 2017, o Brasil contabilizou nada menos que 4.522.895 vítimas de trânsito indenizadas pelo Seguro DPVAT, o que corresponderia a pouco menos que uma vez e meia do total de habitantes de um país vizinho, o Uruguai (3.460.000 habitantes em 2018).

E nessa contabilidade que é um verdadeiro desafio às mínimas exigências de uma convivência civilizada no trânsito, dois registros dispensam qualquer comentário: nesse mesmo período, 504.026 morreram e 3.137.187 passaram a conviver com algum tipo de invalidez, parcial ou permanente, em consequência de algum tipo de acidente de trânsito, que vitimou passageiros e motoristas.

Como resposta à tragédia, o Brasil dispõe, felizmente, e de modo pioneiro: o Seguro DPVAT. Criado em 1974, o Seguro desde então vem sendo operado com vistas a seu permanente aperfeiçoamento e, para estar a cada dia mais próximo do usuário, com facilidade de acesso e simplicidade de operação, a Seguradora Líder-DPVAT vem ampliando sua rede de atendimento em todo o País. O Boletim Especial "Dez anos de trânsito" comprova este fato. De acordo com o documento, em 2008, havia 552 pontos de acesso espalhados por todas as Unidades da Federação. Em 2017, essa rede foi ampliada para mais de 8.080 pontos: uma expansão de 1.364,13% no número de pontos de acesso.

Trata-se de um esforço e mobilização sem precedentes, tornado realidade graças a uma parceira estratégica articulada com os Correios – que têm cobertura em todo o território nacional –, e que se destina ao recebimento de documentação relativa ao acidente de trânsito e suas consequências indenizáveis. E tudo isto, de modo simples, descomplicado, gratuito, que dispensa a atuação de intermediários.

Através da edição especial do Boletim Estatístico, a Seguradora Líder-DPVAT contribui para apresentar um cenário atual do trânsito brasileiro, fornecendo um importante instrumento para apoiar governos e instituições no planejamento de políticas de educação e ações de segurança. Para conferir o documento na íntegra, basta acessar o site da Seguradora Líder, clicando aqui.



Continuar lendo

Nos últimos dez anos, mais de 4 milhões de indenizações do Seguro DPVAT foram pagas

A Seguradora Líder publicou, recentemente, um balanço de 10 anos de indenizações pagas do Seguro DPVAT por morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares. O documento que, num primeiro olhar parece apenas um somatório de números e gráficos, na realidade revela uma tragédia que passa quase desapercebida por maior parte da sociedade e até dos meios de comunicação: a violência no trânsito.

Durante a última década, a base estatística da Seguradora Líder já soma mais de 4 milhões de indenizados por morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas, números que contemplam principalmente jovens na faixa dos 18 a 34 anos, afetando tragicamente a sociedade e a economia do nosso país.

Podemos afirmar que este é um cenário de guerra, provocado não por armas letais ou químicas, não por tanques ou mísseis, mas pela imprudência, imperícia e impunidade dos homens e suas máquinas sobre rodas.

Mais do que desmembrar os dados e entender onde estão os principais problemas e causas, como poderíamos destacar o aumento dos acidentes com motocicletas e pedestres, o que é importante é entender é porque os acidentes de trânsito parecem não sensibilizar a sociedade com tantos milhões de pessoas afetadas direta ou indiretamente todos os anos.

Por que somos tão insensíveis a esse tema? Nesse sentido, insisto na mesma tecla: precisamos humanizar os números, mostrar as histórias que estão por trás deles. Isso precisa ser feito nas campanhas educativas, nas reuniões com pais e filhos nas escolas, nas próprias aulas dos professores, nas igrejas ou templos de todas as religiões. Precisamos mostrar que esse drama está muito próximo de todos nós, nas pessoas que nos cercam e que não existe raça, credo ou classe social que esteja a salvo enquanto não humanizarmos o trânsito.

Como diz a velha frase, o trânsito é feito de pessoas, mas parece que esquecemos disso quando assumimos o volante de um veículo, embarcamos como passageiros ou caminhamos como pedestres.

É como se uma vez no trânsito não fizéssemos mais parte dos seres humanos, somos seres híbridos, em que homem e máquina se confundem. Perdemos a humanidade e talvez, por isso, todos os anos perdemos tantas vidas nos acidentes de trânsito.



Continuar lendo

#DPVATExplica: Por que a Seguradora Líder não é um monopólio?

Chegou aquele momento que todo mundo espera: é hora de #DPVATExplica, galera! \o/ E hoje, queremos desmistificar uma visão muito comum por aí: a de que a Seguradora Líder detém o monopólio de administração do Seguro DPVAT. Ficou curioso para saber mais? É só continuar acompanhando o nosso post. 😍😗

Afinal, o que é um monopólio?

Para começarmos a abordar esse assunto, vamos dar uma olhada na definição de monopólio? Na economia, monopólio (do grego monos, um + polein, vender) quer dizer uma situação particular de concorrência imperfeita, em que uma única empresa detém o mercado de um determinado produto ou serviço, conseguindo, influenciar no preço desse bem. Você sabia dessa informação? 😥

Qual é o papel da Seguradora Líder?

Para aprimorar a gestão do Seguro DPVAT, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), por meio da Resolução nº 154/2006, determinou a constituição de dois Consórcios específicos, a serem administrados por uma seguradora especializada, na qualidade de líder. Para atender a essa exigência, foi criada, em 2007, a Seguradora Líder do Consórcio do Seguro DPVAT S.A. – constituída por seguradoras autorizadas a operar no mercado nacional, representando-as nas esferas administrativa e judicial. 😉

Então, o sistema de gestão do Seguro DPVAT é um modelo centralizado de gestão privada. Qualquer seguradora autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) a operar no país no segmento de seguros de danos e/ou pessoas pode, facultativamente, aderir ao Consórcio de Operações do Seguro DPVAT, atualmente formado por 76 seguradoras consorciadas.

Dentro do modelo, as consorciadas têm um papel importante.😉 Afinal, elas são as responsáveis pela garantia e receber solicitações de indenizações, além de prestar atendimento a eventuais dúvidas e reclamações da sociedade. Bem legal, não é? \o/

Como aderir ao Consórcio do Seguro DPVAT?

Para aderir ao consórcio do Seguro DPVAT a seguradora interessada precisa preencher um formulário manifestando seu interesse, disponível neste link no Canal das Consorciadas. 😉

Benefícios do modelo de gestão centralizada

O modelo de gestão centralizada da Seguradora Líder traz uma série de benefícios para a operação do Seguro DPVAT, pessoal, entre eles, a redução da inadimplência, a elevação do número de pontos de atendimento, a padronização das operações em todo o território nacional e um intenso trabalho de combate às fraudes que, só em 2018, já resultou em 22 sentenças condenatórias, 39 condenados, 12 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 14 prisões em todo o Brasil. \o/

Quem define os preços do Seguro DPVAT?

Outra característica típica de monopólio é o controle, com exclusividade, de uma atividade por uma única empresa, com vistas ao domínio do mercado, mediante a fixação de preço e de maiores lucros. Definitivamente, não é esta a situação do Seguro DPVAT, obrigatório e regulado por Lei, de caráter eminentemente social e com forte regulamentação e fiscalização pelo Governo Federal. Os cálculos relativos ao prêmio do Seguro são elaborados pela Superintendência de Seguros Privados/SUSEP, baseados em estudos atuariais, sendo o Conselho Nacional de Seguros Privados/CNSP responsável por estabelecer os valores. Ou seja, a Seguradora Líder não tem nenhuma influência sobre o tema. Uma curiosidade é que o cálculo do prêmio de uma motocicleta, por exemplo, é feito levando em consideração o alto índice de acidentes com este tipo de veículo e a sua periculosidade. 🛵🛵🛵

Com essa edição do #DPVATExplica, mostramos para você que o sistema de gestão centralizado do Seguro DPVAT não é um monopólio, mas na verdade uma construção coletiva, afinal, somos formados por 76 segurados consorciadas, pessoal! ♥ Através desse modelo, os beneficiários saem ganhando, já que a Seguradora Líder consegue garantir atendimento adequado e agilidade no pagamento de indenizações às vítimas de acidentes. E aí, quer ver a sua dúvida virando um post aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito? É só deixar o seu comentário aqui embaixo. 😉


Continuar lendo

Os resultados de 10 anos de Lei Seca

​No dia 19 de junho, há 10 anos, fora da realidade das redes sociais, smartphones e aplicativos, uma frase começava a surgir no nosso cotidiano: “Se beber, não dirija”. Utilizada em campanhas publicitárias, ela passou a ser divulgada de uma forma mais ampla após a aprovação da Lei 11.705, a Lei Seca, em 2008. ❤ E, desde então, os resultados positivos de evitar a mistura álcool e direção só crescem. Quer saber quais são? É só ficar ligadinho no nosso post especial de uma década de Lei Seca. 😉

Como surgiu?

Criada em 2008 pelo deputado federal Hugo Leal para tentar frear o elevado número de acidentes envolvendo condutores alcoolizados, a Lei 11.705 mudou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ao reduzir a zero a tolerância na ingestão de álcool ao volante, configurando a prática como crime apenas com o exame de sangue ou com o famoso “bafômetro”. Uma mudança e tanto, não é, galera? 😍🖖

Resultados que já evitaram mortes equivalentes a 80 aviões cheios

Um estudo conduzido pelo Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), divulgado no último ano, aponta que, entre 2008 e 2016, a Lei Seca teria evitado a morte de quase 41 mil pessoas. Esse número equivale a mais de 80 aviões Boeing 747 cheios de passageiros, galera! 😯 Evitando essas mortes, a economia brasileira também ganhou. Ainda de acordo com o estudo, levando em consideração a continuidade dessas pessoas no mercado de trabalho e o custo decorrentes destes acidentes, foi evitada uma perda de R$ 74,5 bilhões, considerando valores de 2016. 

Inspiração para outras ações

​Tendo a Lei Seca como inspiração, em abril deste ano mais uma lei, dessa vez a de número 13.546/17, entrou em vigor aumentado o rigor na punição aos motoristas que conduzirem veículos sob efeito de álcool ou outras substâncias psicoativas e causarem acidente. Agora, esses condutores sofrerão aumento da pena em regime fechado, não havendo possibilidade de pagamento de fiança, e suspensão ou proibição do direito de obter habilitação para dirigir. Você confere todos os detalhes dessa grande conquista clicando aqui. 😉

Mistura álcool e direção ainda é preocupação

Apesar dos resultados positivos obtidos pela Lei Seca, a mistura álcool e direção ainda requer preocupação, pessoal. De acordo com o Ministério de Saúde, 21% dos acidentes registrados no país ainda estão relacionados ao consumo de álcool. 🚫🍺 Isso se torna ainda mais grave ao analisarmos dados como o do Boletim Estatístico de Maio da Seguradora Líder, que mostra que 16.670 indenizações por morte foram pagas apenas nos primeiros cinco meses desse ano. É ou não é para tomar cuidado? 

Apesar dos resultados positivos, a Lei Seca não deve ser o único motivo para não dirigir depois de beber, pessoal. Precisamos ter em mente que reduzir os índices de acidentes de trânsito causados por essa ingestão não deve ser só encarado como um motivo de eventual multa ou prisão, mas sim como conscientização de que está em nossas mãos o poder de evitar acidentes e construir um trânsito muito melhor para todos. 😉 E aí, o que você pensa sobre esse tema? Queremos te ouvir! Compartilhe a sua opinião com a gente aqui nos comentários!



Continuar lendo

Especial Dia da Música: curiosidades de como a trilha sonora escolhida influencia no comportamento do motorista

Fatores externos como buzinas em um trânsito engarrafado, sirenes de ambulâncias pedindo passagem e freadas de ônibus têm bastante influência no comportamento do motorista, não é mesmo? Mas sabe o que também influencia o condutor? A música que ele escuta dentro do carro! E hoje, no Dia da Música, reunimos nesse post alguns argumentos que comprovam essa relação próxima. Então, pegue seu café, coloque uma boa música e ótima leitura! 🎵🎶

Influência comprovada pelas estatísticas

Sentir vontade de acelerar depois de ouvir seu rock favorito ou ficar mais calmo depois de escutar um mantra no meio de um engarrafamento. Essas emoções tem uma explicação. Um estudo realizado pela organização DriveSafe revelou que a música que os motoristas escutam pode influenciar a maneira com que eles conduzem. De acordo com a pesquisa, 65% dos entrevistados reconheceram que a música reflete diretamente no seu comportamento no trânsito. 😯 E aí, depois dessa informação, qual será a trilha sonora para quando estiver dirigindo, hein? 😉

Cuidando da sua saúde e evitando multas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu como limite de barulho a média de 50 dB (decibéis) para evitar que o organismo comece a sofrer impactos negativos como estresse, insônia, irritabilidade, ansiedade e até a perda irreversível da audição, galera. Para se ter uma ideia, uma música alta pode chegar facilmente a 110 dB. 😯 Já dá para imaginar o estrago, não é? Além disso, vale lembrar que o som alto no carro constitui infração grave, podendo gerar a perda de 5 pontos na carteira. Depois dessas informações, não vale dar mole, galera! 😉

Distração que pode ser fatal

Mas a gente não poderia falar de música sem dar aquele alerta de segurança, não é? Afinal, todos conhecemos aqueles que cometem um erro clássico: mudar de estação enquanto está dirigindo. Se a música já é uma forma de distração, imagina procurar a estação do rádio com as mãos no volante! 😕 E se a gente te dissesse que esses pequenos segundos que você se desconcentra da direção para essa tarefa podem ser os últimos segundos da sua vida? 🤔 E não pense que essa realidade muda se você já é adepto da tecnologia bluetooth, hein: muito pelo contrário, ao mexer no celular e olhar para o rádio, os riscos de acidentes também são elevadíssimos. Nesse caso, vale tudo, menos ficar de olho! 👀

Por isso, agora é hora de ouvir vocês: tem alguma sugestão de música que mantenha o seu astral lá em cima ou acalme seus ânimos na hora de dirigir? Deixe aqui nos comentários! Esperamos por você! Rock on!😉


Continuar lendo

Simplificação de documentos: confira o que estamos fazendo para facilitar seu acesso ao Seguro DPVAT

Facilidade? Nós temos por aqui! \o/ A gente está sempre falando por aqui que estamos trabalhando, constantemente, para tornar o acesso ao Seguro DPVAT cada vez mais acessível para você. Mas como estamos, efetivamente, fazendo isso? É exatamente essa questão que vamos explicar aqui no post. 😉

GT de Simplificação de Documentos: trabalho interno que gera uma porção de benefícios

Promover mudanças internas para impactar a vida de 207 milhões de brasileiros. ❤ É assim que a gente encara as coisas por aqui, através da atuação de Grupos de Trabalho, onde juntos, pensamos no melhor para os beneficiários desse importante instrumento de proteção social. Um desses Grupos é o de Simplificação de Documentos que, ao atuar em versões mais simples dos documentos para dar entrada na indenização do Seguro DPVAT, reduz o tempo médio de pagamento. Formado no ano passado, ele é composto por integrantes de diversas áreas-chave da Seguradora Líder e de representantes das Consorciadas.

Saiba mais sobre as documentações simplificadas

Somente no ano passado, o GT de Simplificação de Documentos já entregou versões simplificadas da Declaração de Ausência do Laudo do IML e das documentações de Comprovação de Ato Declaratório e do Termo de Autorização de Pagamento. Através dessas mudanças, somente no primeiro quadrimestre de 2018, o volume de pendências documentais caiu 17,8% em comparação ao mesmo período do ano passado. De impressionar, não é? 😯😁

Mas não para por aí! No último mês, demos outro passo à frente, retirando a exigência de dois documentos para comprovação do direito do beneficiário em caso de morte: a prova de dependência econômica através da anotação constante na Carteira de Trabalho (CTPS) e a Declaração de Separação de Fato. E sabe quem sai ganhando com todas essas novidades? O beneficiário! 😉

Uma rede dedicada a facilitar o seu entendimento do Seguro DPVAT

Além das Redes Sociais oficiais (Facebook, Twitter e Instagram) do Seguro DPVAT, com posts educativos e tirando dúvidas sobre o Seguro, também temos o Slideshare: uma ferramenta onde é possível saber como preencher documentos para dar entrada no Seguro, qual a vigência do DPVAT, quais são os pontos de atendimento e muito mais... tudo bem explicadinho e feito com muito carinho! Ficou curioso? É só clicar aqui e acessar. Ah, a gente aproveita para lembrar que, se você tiver alguma sugestão de tema, é só falar com a gente. ❤❤❤

Mudar nossos processos internos para facilitar a vida de quem têm direito ao Seguro DPVAT: essa é a nossa filosofia e razão de existir por aqui. E você, gostou de conhecer mais um pouquinho do que estamos fazendo para facilitar o seu acesso a esse importante benefício social? Deixa seu comentário aqui embaixo, vai! Queremos saber tudo.👍 Nos vemos no próximo post!


Continuar lendo

Pedestre, você também faz parte do trânsito!


Os dados da edição de maio do Boletim Estatístico da Seguradora Líder confirmam: apenas nos cinco primeiros meses de 2018, 35.437 ou 24% das 148.164 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT foram destinadas aos pedestres. Isso significa que, a cada dia de 2018, mais de 230 pedestres sofreram algum tipo de acidente de trânsito, pessoal! E se a gente te contar que, neste período, eles também ficaram em 2º lugar nas indenizações por acidentes fatais, assim como nos acidentes envolvendo invalidez permanente? Triste, não é? 😣

Mas, por aqui, a gente pensa que não adianta só expor os números: precisamos falar sobre o que podemos fazer para mudar essa realidade. Por isso, nesse post, você confere algumas dicas importantes para que os pedestres possam garantir a sua segurança e um convívio cada vez mais pacífico no trânsito. Confere só! 😉

A distração que mata

Com carros, ônibus, motocicletas e outros tipos de veículos nas ruas, o pedestre tende a achar que não faz parte do trânsito, mas isso não é verdade, pessoal. E, assim como os outros veículos, eles também têm deveres, com o objetivo de garantir a segurança e evitar acidentes. Recentemente, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia divulgou uma pesquisa em que 66% dos entrevistados afirmaram usar o celular enquanto atravessam as ruas :o. Então, pedestre, que tal resistir à tentação de usar seu smartphone nas ruas? Ah, e a gente aproveita para lembrar: usar o fone de ouvido também desvia a sua atenção, viu?

Checklist do pedestre

Opa, mas não é só a distração que aumenta o índice de acidentes de trânsito envolvendo pedestres, galera. Vários outros comportamentos entram nessa conta. 😢 E, pensando nisso, fizemos uma listinha para você garantir ainda mais segurança nesse universo que é o trânsito: se liga no checklist do pedestre! 🖖

- Olhe para os dois lados e atravesse sempre na faixa de pedestres, garantindo que o motorista notou a sua presença. Não tem faixa? Então, aguarde o momento oportuno;

- As passarelas existem para a sua segurança. Viu uma delas, mesmo que seja um pouco longe? Não hesite em usá-la!

- Ao descer do transporte público, de um carro ou qualquer outro tipo de veículo, atravesse sempre em linha reta, sem correr.

Proteção garantida pelo Código de Trânsito Brasileiro

Fazer a nossa parte é importante, mas a proteção ao pedestre também é um dever de todos os outros veículos, garantida pelo Código de Trânsito Brasileiro, quando fala "os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres". Na prática, isso significa que, medidas como o respeito às faixas de pedestres, à sinalização e aos limites de velocidade, devem ser adotados sempre. ❤

O Seguro DPVAT também é para você!

A gente não se cansa de falar: o Seguro DPVAT protege você e mais de 207 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito. E, quando falamos 207 milhões, incluímos todo mundo: os motoristas, os passageiros e adivinha só? Os pedestres também! 😍🚶‍♂ Então, já sabe, o pedestre que sofre um acidente de trânsito e se encaixa em uma das nossas coberturas, pode dar entrada no seu pedido de indenização e garantir o apoio necessário em uma situação como essa. O seguro do trânsito brasileiro é para todo mundo! ❤

Evitar que essas estatísticas cresçam é responsabilidade de todos, afinal, nós somos o trânsito. Para conferir mais dados sobre o trânsito brasileiro, é só clicar aqui e conferir a edição de Maio do Boletim Estatístico da Seguradora Líder. 😉 Ah, e a gente lembra: se souber de mais alguma dica de segurança que possa ser acrescentada ao checklist do pedestre, é só deixar seu comentário aqui embaixo. Esperamos por você! \o/


Continuar lendo

Especial Copa do Mundo: Curiosidades sobre o trânsito na Rússia

É oficial: a Copa do Mundo chegou! \o/ Para aproveitar o clima desse evento vamos ajudar a quebrar a distância de 14450 km entre Brasil e Rússia e te levar numa viagem para conhecer um pouco do país que sedia o principal evento de futebol do mundo! Continue ligadinho no nosso post para saber mais e xxорошая поездка! (Boa Viagem!). 😉🇷🇺

A história por trás dos vídeos mais assustadores no trânsito

Tanque de guerra passeando na rua, meteoros, ursos cruzando rodovias... essas cenas, inacreditáveis até para ficção, são apenas algumas das peculiaridades que você encontra quando procura algum vídeo sobre o trânsito na Rússia. E a quantidade de resultados é alta, galera! Atualmente, uma busca por "russian car crash" (batida de carro na Rússia) gera aproximadamente 2,5 milhões de resultados no YouTube. As tragédias da vida real são captadas graças a um costume do país: para garantir o recebimento do seguro de acidentes de trânsito, por exemplo, os russos instalam câmeras no painel frontal de seus veículos para registrar tudo em vídeos. E, como por aqui a gente gosta muito de exemplo, dá só uma olhadinha numa cena, no mínimo inusitada que rolou no trânsito de lá. 😯

Reprodução: YouTube

Saiba mais sobre o seguro obrigatório de trânsito

As câmeras nos carros servem para justificar a ocorrência de um sinistro para as seguradoras russas. Tudo porque o seguro obrigatório de trânsito também rola por lá! Conhecido pela sigla OSAGO (ОСАГО), ele é de responsabilidade civil e prevê indenizações em caso de danos materiais aos veículos e também oferece cobertura por morte. Na Rússia, em caso de morte por acidente de trânsito, a família da vítima é indenizada em R$ 50.000,00. No Brasil, a indenização do Seguro DPVAT paga por óbito no trânsito é de R$ 13.500,00. Interessante, não é? 😉

Índice elevado de mortes no trânsito

A ideia de que a Rússia é um local bem perigoso para dirigir não se deve somente à fama e quantidade gigantesca de vídeos na Internet. O país, de fato, tem altos índices de acidentes rodoviários. De acordo com a Inspetoria de Tráfego do Estado da Rússia, entre janeiro e maio de 2018, a Rússia registrou 55.153 acidentes de trânsito, que resultaram em 5.526 mortes e 69.617 feridos. Neste mesmo período, no Brasil, 16.670 indenizações por morte foram pagas pelo Seguro DPVAT, ou seja, três vezes mais do que o ocorrido no país-sede da Copa do Mundo deste ano. O número de indenizações relacionadas a invalidez, nos cinco primeiros meses do ano, no Brasil, chegou a 104.930 ocorrências. Esses dados se tornam assustadores quando lembramos que a Rússia tem 144 milhões de habitantes contra os 207 milhões de brasileiros, galera! 😯

Como são as regras de trânsito por lá?

Apesar das placas em cirílico, por incrível que pareça, na Rússia, as regras de trânsito são muito semelhantes às brasileiras. Beber e dirigir, por exemplo, nem pensar. Por lá, também há a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança e o pedestre tem sempre a preferência. Dá um alívio saber disso, não é? Ufa! \o/

E aí, gostou da nossa viagem pelo trânsito da sede da Copa do Mundo 2018? Deixe sua opinião aqui nos comentários! Увидимся (até a próxima)! 🇷🇺🇧🇷


Continuar lendo

Página 1 de 2
12