Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Arquivos mensais: Outubro 2018

Economia colaborativa: saiba como esse conceito pode melhorar o trânsito da sua cidade

Você já ouviu falar sobre economia colaborativa? Se não, não tem problema: estamos aqui para te explicar! Trate-se de uma prática que tem por essência a divisão no uso ou na compra de serviços, facilitada, especialmente, pelo uso de aplicativos móveis que possibilitam uma maior interação entre as pessoas. E sabe onde ela pode ser aplicada? No trânsito! E, como por aqui a gente gosta muito de falar sobre o universo do trânsito, muitas das ideias sobre esse assunto já são realidade. Vamos lá? 😉

Carona solidária: boa para o bolso, boa para o trânsito

Você sabia que ¼ da cidade de São Paulo é ocupada, atualmente, por estacionamentos? Quem mora no município, que reúne mais de 6 milhões de veículos, passa, ainda, 3 horas no trânsito diariamente para ir e voltar do trabalho. Um cenário, no mínimo, assustador. Mas como resolver essa questão?

Uma das soluções, exemplo de economia colaborativa, é a chamada carona solidária, que consiste na organização de grupos – como vizinhos e colegas de trabalho – para compartilhar o transporte diário. Através dessa prática, motoristas economizam nas despesas com o veículo, passageiros garantem mais comodidade em seu deslocamento e o caos no trânsito das grandes cidades é minimizado. A gente nem precisa dizer que todo mundo sai ganhando, não é mesmo?😍

Carona até mesmo na hora de viajar

A carona solidária também está ultrapassando barreiras, pessoal. Sabe a cena de ir para a beira da estrada tentar pegar uma carona para fazer uma longa viagem? Pois é, através de aplicativos como o Bla Bla Car, essa prática ganha novas formas. 😉

E adivinha só: ela traz benefícios que vão além da economia de dinheiro! As caronas de longa distância trazem o aumento da eficiência nas estradas e redução de eventuais impactos no meio ambiente.💚🌳

A bicicleta como uma nova possibilidade

Mas se você é daqueles que acham que usar o veículo para se deslocar de um ponto a outro, muitas vezes não é o mais viável, temos uma alternativa: já pensou em usar a boa e velha bicicleta? 🚲

Você pode contar com o BikeSharing, ou o compartilhamento de bicicletas através de estações que disponibilizam bikes por um preço acessível para quem quiser sair pedalando pela cidade. Um dos exemplos mais famosos é o Bike Itaú. Estudos comprovam que essa tendência está com tudo, hein, pessoal? De acordo com a consultoria Roland Berger, o mercado de compartilhamento de bicicletas irá crescer 20% ao ano até 2020 em todo o mundo. Nessa lógica, daqui a apenas dois anos, o mundo terá cerca de 2.400.000 bicicletas nesse mercado.

Como você pode ver, a economia colaborativa é uma prática que promete trazer benefícios para todo mundo, podendo ser aplicada, inclusive, no trânsito. E aí, que tal se preparar para aderir à tendência, fazendo sua parte para aliviar o trânsito na sua cidade, hein? 😉


Continuar lendo

Saiba mais sobre os impactos do trânsito na saúde e no meio ambiente

Além da fumaça, buzina e dos engarrafamentos constantes, o trânsito tem muita influência no nosso dia a dia, especialmente na nossa saúde e no meio ambiente. Mas você já parou para pensar sobre quais são esses impactos na prática? Para estimular essa reflexão, preparamos um post especial. Vamos conferir? 😉

Ruído do trânsito faz com que pássaros cantem menos e mais baixo

O trânsito tem um grande impacto na natureza e um dos exemplos são os pássaros. Um estudo da Universidade George Mason, nos Estados Unidos, descobriu que eles cantam de forma diferente por causa do ruído gerado pelo trânsito de veículos nas grandes cidades. Além de cantarem mais baixo e de forma mais curta, o trânsito também piora a capacidade dos pássaros de atrair companheiros e defender seu território. Bem triste, não é? 😣

Atropelamento de animais silvestres no Brasil

E, por falar em animais, o trânsito também tem impacto direto em outra questão: o atropelamento deles, especialmente nas grandes rodovias. De acordo com o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), estima-se que, diariamente, aproximadamente 1,3 milhão de animais morrem nas rodovias brasileiras. A maioria dos animais mortos por atropelamento são pequenos vertebrados, como sapos, aves, cobras, entre outros. Um baita impacto para a fauna brasileira! Depois dessa informação, a boa é ficar de olho, especialmente se for pegar a estrada! 👀

Duas horas no trânsito equivalem a fumar um cigarro e meio

Um estudo realizado recentemente pela Universidade de São Paulo (USP) revelou que passar duas horas no trânsito equivale a fumar um cigarro e meio. Sabe o que isso quer dizer na prática? Que grande parte dos moradores de grandes cidades é, no mínimo, fumante passivo. 😣 O resultado da pesquisa da USP vem acompanhado de um alerta: os pesquisadores afirmam que, se nenhuma medida de controle da poluição for adotada, mais de 51 mil pessoas devem morrer de doenças relacionadas ao problema até 2025. É bom ficar de olho! 👀

Proteção ao meio ambiente é garantida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

Depois de tantos dados negativos, uma notícia boa! A legislação de trânsito prevê sanções aos condutores e proprietários de veículos que agridem o meio ambiente, tanto de forma ativa quanto passiva. É isso aí! 😍 O artigo 227, do CTB, por exemplo, estipula em quais situações e horários é permitido usar a buzina. Já o artigo 231 fala sobre o derramamento de carga de qualquer objeto ou combustível sobre a via, bem como sobre a produção de fumaça, gases ou partículas em níveis superiores ao permitido. Mais uma prova de que o CTB foi feito para ser usado além da autoescola, viu, galera?☺

Através desse post mostramos que, além do impacto no meio ambiente, as poluições sonoras e atmosféricas do trânsito também podem afetar a saúde dos condutores e pedestres. Por isso, é importante pensarmos juntos no que pode ser feito para reduzir esses impactos. E aí, tem alguma ideia para tornar o trânsito um lugar melhor? Fala com a gente! 😉


Continuar lendo

Vamos falar do futuro do Seguro DPVAT?

Saber para onde estamos indo é muito importante para garantir um seguro cada vez melhor para você e para todos os brasileiros. Por isso, reunimos nesse post, algumas das propostas para que o Seguro DPVAT seja aperfeiçoado nos próximos anos. Ficou curioso para conferir quais são? É só continuar acompanhando! 😉

A gente sabe que o termo "Importância Segurada" (IS), bem comum no mundo dos seguros, pode parecer estranho, mas nada mais é do que o valor pago como indenização. Na realidade do nosso seguro, a última alteração aconteceu em 2007 e, de acordo com um estudo realizado pela Seguradora Líder em parceria com uma consultoria internacional, está atrás de países como Indonésia, Nigéria e Bolívia. Na Rússia, por exemplo, apesar de o PIB per capita ser próximo ao nosso, o valor da indenização paga é aproximadamente três vezes superior à nossa. 😪 O objetivo da Seguradora Líder é trabalhar para mudar a legislação e elevar o valor máximo da IS para R$ 25.000.

A Agenda 2019 do Seguro DPVAT inclui mais uma proposta bem bacana: a simplificação da regra de cálculo da invalidez permanente. Atualmente, a Lei estabelece cinco percentuais para a indenização da cobertura de invalidez permanente: 10%, 25%, 50%, 75% e 100%. Mediante alteração de lei sugerimos que a tabela indenizatória tenha apenas dois níveis: 50% (parcial) ou 100% (total). Com isso, conseguiremos simplificar ainda mais o processo indenizatório e reduzir a judicialização, ou seja, todo mundo sai ganhando! 😍

As duas propostas foram encaminhadas à Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão regulador do Seguro DPVAT, apresentadas aos candidatos à presidência e estão consolidadas neste documento aqui, disponível em nosso Portal da Integridade. Bem legal, não é? 😉

Sabemos que os desafios são enormes, mas o que move a Seguradora Líder é entregar cada vez mais e melhor para a sociedade. Continue acompanhando o Blog Viver Seguro no Trânsito para saber mais novidades! A gente se vê no próximo post. 😉



Continuar lendo

Visão Zero: como o exemplo da Suécia pode ajudar a zerar as mortes no trânsito

Nos últimos dez anos, a base estatística da Seguradora Líder soma mais de 4 milhões de indenizações pagas, em decorrência de acidentes de trânsito, por morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas. É muita coisa, não é? Mas e se a gente te contasse que esse cenário pode ter uma solução? É isso aí! Por isso, nesse post, vamos te apresentar o "Visão Zero", programa originado na Suécia para a redução de acidentes de trânsito que tem gerado resultados positivos. 😍

Conheça o Visão Zero

Criado na Suécia, em 1999, e exemplo para o mundo, o "Visão Zero" é um conceito de segurança viária que pode ser resumido pela seguinte premissa: não é aceitável perder vidas no trânsito. Esse programa muda completamente o paradigma da segurança viária, aceitando que humanos cometem erros, são frágeis e que o sistema de trânsito deve ser construído justamente para protegê-los.

Na prática, isso significa que – ao invés de esperar que as pessoas tenham um comportamento exemplar e perfeitamente seguro – na Suécia, o sistema de segurança viária foi construído a fim de que todos os elementos de uma rede de mobilidade sejam seguros, a fim de reduzir as chances de um acidente grave ou fatal acontecer.

Construindo um sistema de segurança viária

Mas, afinal, como se constrói um sistema de segurança viária eficaz? Para responder essas perguntas, nada melhor do que estudarmos as quatro principais estratégias usadas pela Suécia, não é? Confere só!

  • Desenhar ruas seguras. A maneira como as ruas são desenhadas impacta o comportamento das pessoas. Na Suécia, medidas de moderação de tráfego como lombadas, faixas mais estreitas e bem sinalizadas e espaços seguros para a circulação dos pedestres reduziram a velocidade dos carros e aumentaram a visibilidade das pessoas caminhando nessas áreas, colaborando para a redução de acidentes.
  • Melhorar as opções de mobilidade. Pesquisas mostram que, quanto mais quilômetros são percorridos em carros, maior é a exposição ao risco para os usuários da rodovia. Assim, quanto mais pessoas caminham, pedalam ou andam de transporte público, a segurança viária melhora de forma geral. Por isso, houve investimentos para melhorias das calçadas, ônibus de alta qualidade e corredores dedicados ao transporte público.

  • Controlar a velocidade para reduzir as mortes. Ao trafegar em velocidades mais baixas, os motoristas enxergam melhor seu entorno, têm mais tempo de reagir a eventos inesperados e conseguem parar mais rapidamente. Pensando nisso, no país, houve redução dos limites de velocidade e atualização do sistema de cobrança de multas.
  • Coordenar as instituições.Na Suécia, um sistema seguro começa na premissa de que todos os tomadores de decisão no campo da mobilidade devem estar engajados. Por isso, o plano de Visão Zero inclui o trabalho de engenheiros de tráfego, profissionais para fiscalização, designers de veículos, especialistas da saúde, educadores, jornalistas, cientistas sociais e funcionários do governo – todos juntos na construção de um trânsito mais seguro.

Resultados que já podem ser vistos

Desde que adotou o "Visão Zero", a Suécia coleciona resultados notáveis, como uma das taxas de mortalidade mais baixas em todo o mundo: apenas 3 em cada 100 mil habitantes. Além disso, desde 2008, nenhuma criança morreu em colisões envolvendo bicicletas e as fatalidades envolvendo pedestres caíram quase pela metade nos últimos cinco anos. \o/

Exemplo aplicado no Brasil

E se a gente te contasse que o "Visão Zero" chegará às cidades brasileiras? É isso aí! <3 No início desse ano, São Paulo e Fortaleza anunciaram a futura implementação dessa abordagem através da elaboração de planos de segurança viária que envolvem medidas como velocidade mais baixa nas vias e readequação de infraestruturas viárias. Bem legal, não é? Por aqui, a gente não está segurando a curiosidade para ver logo os resultados e promete contar tudinho para vocês! 😍

É possível trazer soluções factíveis e de sucesso para o nosso trânsito. E você, o que achou desse programa? Compartilhe a sua opinião com a gente aqui nos comentários! 😉


Continuar lendo

Dia Mundial da Estatística: saiba mais sobre os números do Seguro DPVAT

Comemorado hoje, dia 20 de outubro, o Dia da Estatística reconhece a importância dos estudos estatísticos para a sociedade. E, para celebrar essa data tão importante, vamos falar um pouco mais sobre o seu papel aqui na Seguradora Líder, especialmente dos dados do Seguro DPVAT. Continue acompanhando! 😉👇

Centro de Dados e Estatística: uma área inteiramente dedicada aos números

Não poderíamos começar esse post de forma diferente, não é mesmo? Se sempre dizemos que aqui na Seguradora Líder temos muitos números, isso só é possível graças ao nosso Centro de Dados e Estatística. Criada em 2011, a área é responsável por fornecer dados de indenizações do Seguro DPVAT e pela produção dos famosos Boletins Estatísticos, cujos detalhes a gente conta aqui embaixo.😀

Boletim Estatístico: Números que tornam o trânsito melhor

Se você acompanha regularmente o Blog Viver Seguro no Trânsito, sabe que sempre falamos do Boletim Estatístico. Mas, afinal, que documento é esse? Divulgado mensalmente, ele consolida informações como o volume de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, o perfil das vítimas, o mapa das indenizações, além de um recorte específico sobre as motocicletas. Ficou curioso? É só clicar aqui. ☺

Recortes especiais do Seguro DPVAT

E, como a gente sabe da importância dos dados do Seguro DPVAT para o desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes cada vez mais efetivas em todo o país, o nosso Boletim Estatístico também conta com recortes especiais. E adivinha só? Somente neste ano, foram três: o Boletim Especial "Dez Anos de Trânsito", Boletim "Mulheres no Trânsito" e o Boletim "Semana Nacional de Trânsito". E vem muito mais por aí! Você confere mais detalhes sobre esses documentos neste post do Blog Viver Seguro no Trânsito, publicado no dia 18 de outubro.

Radar DPVAT

Mas não para por aí! Você também pode conferir mais dados sobre o Seguro DPVAT na sessão Radar DPVAT do site da Seguradora Líder, que traz, semanalmente, uma série de informações sobre os acidentes de trânsito de maior relevância no Brasil sob a luz das indenizações pagas no estado da ocorrência. O objetivo é despertar, através dos números, a conscientização em relação à importância da segurança no trânsito. Curtiu? Então, é só clicar aqui para dar aquela olhadinha. 🤩

Ao disponibilizar ao público diferentes documentos contendo dados estatísticos das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, a Seguradora Líder quer colaborar com o desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes cada vez mais efetivas. E aí, gostou de saber mais sobre o universo de números que temos dentro de casa? Então, deixa a sua opinião aqui embaixo nos comentários. Estamos esperando por você! 😍



Continuar lendo

Recomeçar depois de acidente grave é difícil, mas há esperança

Por Rodolfo Rizzotto, Coordenador do SOS Estradas

Depois de um acidente de trânsito, normalmente, vem a tempestade e não a bonança. Essa é a realidade da maioria das vítimas e seus familiares, especialmente quando o acidentado fica com sequelas permanentes. Para ajudar essas pessoas a retornarem ao mercado de trabalho e reiniciarem a vida produtiva, a Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, lançou o Programa Recomeço.

Essa iniciativa pioneira e que está sendo recebida com muita empatia pelas empresas e com esperança pelas vítimas de trânsito, permite que o beneficiário do Seguro DPVAT, cadastrado no Portal de Oportunidades, se candidate às oportunidades de emprego. As empresas, por outro lado, disponibilizam suas vagas para um processo de recrutamento e seleção direcionado às necessidades delas.

Os primeiros passos do programa foram no Rio de Janeiro, mas a iniciativa já está com as portas abertas para empresas e vítimas de acidentes de trânsito de todo país. Um dos primeiros participantes foi o carioca Janilson Júnior, atropelado por um caminhão quando andava de bicicleta aos 9 anos de idade. Depois de um longo período no hospital, teve sua perna direita amputada. Em 2010, ao descer de um ônibus, voltando do trabalho, sofreu uma queda que resultou em uma fratura na perna esquerda.

Beneficiário do Seguro DPVAT e um dos 17 alunos da turma-piloto da etapa de qualificação do Programa Recomeço, Janilson Júnior, hoje com 33 anos, se tornou um dos primeiros recolocados no mercado de trabalho através do Programa. Agora inicia uma nova fase de sua vida profissional, na área Jurídica da Seguradora Líder.

As empresas interessadas em participarem devem enviar um e-mail para recomeco@seguradoralider.com.br, informando a vaga disponibilizada e a qualificação necessária. Não há custos para a empresa nem para o beneficiário. O Recomeço ajuda, inclusive, as empresas a cumprirem a legislação, que exige a reserva de um percentual das vagas para pessoas com deficiência.

Num período tão difícil para milhões de brasileiros que estão desempregados, o Programa Recomeço abre uma porta de esperança para as vítimas de trânsito e oferece ao setor produtivo uma alternativa para atender às exigências legais e contribuir para a ressocialização de milhares de brasileiros. Visite o www.seguradoralider.com.br/recomeco e conheça mais o programa inédito. Divulgue entre seus amigos, familiares e conhecidos para que essa nobre iniciativa possa ser conhecida pelo maior número possível de vítimas de trânsito e empresas.

Gostou do artigo? Clique aqui para conhecer o site do SOS Estradas, um programa que visa reduzir os acidentes e aumentar a segurança nas rodovias.



Continuar lendo

Confira os Boletins Especiais produzidos pela Seguradora Líder em 2018

Você já sabe que, por aqui, acreditamos que os nossos dados ajudam no desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes cada vez efetivas em todo o país, apoiando políticas públicas de educação no trânsito. Em 2018, divulgamos alguns boletins estatísticos especiais e, nesse post, você confere os detalhes de cada um deles. Confere só!☺🤩

Um retrato de 10 anos de Seguro DPVAT

Contar a história da última década do Seguro DPVAT. Esse foi o objetivo do Boletim Especial "Dez Anos de Trânsito", lançado em maio e que consolida os números de pagamento de indenização para acidentados no trânsito desde a criação da Seguradora Líder. Você sabia que, nesse período, foram pagas mais de 4,5 milhões de indenizações por morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas? É isso mesmo! Esses números contemplam principalmente os jovens na faixa dos 18 a 34 anos, afetando tragicamente a sociedade e a economia do nosso país. Você confere mais números sobre a última década do trânsito brasileiro clicando aqui. 😗

Mulheres no trânsito

Embora o ditado popular diga que "Mulher no volante é perigo constante", as estatísticas do Boletim "Mulheres no Trânsito", divulgado em junho, mostram exatamente ao contrário. Somente no ano passado, do total das indenizações pagas pela Seguradora Líder, 25% foram para mulheres e 75% para homens, demonstrando o menor risco associado à mulher ao volante. Quer conferir mais números? Então, é só clicar aqui para conferir o Boletim na íntegra. 😀

Por dentro do Boletim da Semana Nacional de Trânsito

Para celebrar a Semana Nacional de Trânsito, comemorada de 18 a 25 de setembro, a Seguradora Líder lançou um boletim especial apresentando os números de acidentes ocorridos no último ano e indenizados pelo Seguro DPVAT, juntamente com um perfil dessas ocorrências, mostrando as regiões e capitais com trânsitos mais violentos. Esse documento também trouxe os resultados da pesquisa nacional para avaliar a percepção da população sobre o comportamento do brasileiro no trânsito, encomendada pela Seguradora Líder ao Instituto Datafolha. Ficou curioso para saber mais? Clique aqui para conferir o Boletim "Semana Nacional de Trânsito".

Gostou de ficar por dentro das edições especiais do Boletim Estatístico da Seguradora Líder? Tem algum recorte que você gostaria de ver sobre os dados do Seguro DPVAT? É só deixar sua opinião registradinha aqui nos comentários. Nos vemos no próximo post! 😉


Continuar lendo

O que a população brasileira pensa sobre o trânsito no país?

comportamento-brasil-transito.png

Engarrafamentos constantes, leis de trânsito cada vez mais rígidas, elevado número de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT... diante desse cenário, o que os brasileiros pensam sobre o trânsito no país? Reconhecendo seu papel de apoiar a construção de um trânsito cada vez mais seguro para todos, a Seguradora Líder, em parceria com o Instituto Datafolha, foi às ruas para realizar uma pesquisa que mensurou a percepção dos brasileiros em relação ao seu comportamento no trânsito. E adivinha só? A gente reuniu os resultados para você aqui embaixo! É só continuar acompanhando. 👇👀

Por dentro da pesquisa com o Instituto Datafolha

Estimular uma reflexão acerca da educação no trânsito foi um dos principais objetivos da pesquisa realizada em parceria com o Instituto Datafolha, que entrevistou 2.606 pessoas de todas as classes sociais por todo o Brasil. Além de mensurar o nível de conhecimento da população sobre o Seguro DPVAT, a pesquisa também apurou quais as infrações de trânsito que os brasileiros acreditam que aumentaram nos últimos dois anos, e se as penas devem ser mais duras para quem não respeita as leis. Bastante abrangente, não é mesmo? 😉

Qual é a opinião da população sobre a educação no trânsito?

Uma das principais conclusões da pesquisa é que a população brasileira demonstra ser consciente quanto às situações que podem causar acidentes de trânsito, especialmente quanto ao uso do celular e o consumo de álcool. Os resultados mostram que cerca de 78% da população brasileira acredita que o uso do celular ao dirigir provoca acidentes de trânsito; 70% que o consumo de álcool também é responsável pela ocorrência de acidentes; 80% que as penas deveriam ser mais duras e 50% que a fiscalização atual de trânsito é insuficiente. E você, concorda com esses dados? Conta para a gente! 😗

O que uma campanha sobre educação no trânsito deveria abordar?

Já que a gente continua falando sobre educação por aqui, chegou a hora de compartilhar os resultados sobre o que a população pensa que uma campanha para conscientizar as pessoas sobre educação no trânsito deveria abordar. Para 52% da população, essas campanhas deveriam ser mais informativas, mostrando as penalidades e multas para os condutores em casos de infrações graves no trânsito e, para 26%, deveriam mostrar acidentes e suas consequências da forma mais racional possível. E você, compartilha da mesma opinião? 🤔

Será que os brasileiros conhecem o Seguro DPVAT?

Através da pesquisa também medimos o nível de conhecimento da população brasileira sobre o Seguro DPVAT. E os resultados são positivos: 83% dos entrevistas afirmaram conhecer o benefício. E não para por aí! Entre as principais características reconhecidas pelos brasileiros sobre o Seguro DPVAT, estão o fato que qualquer pessoa que seja vítima de um acidente de trânsito que envolva danos pessoais tem direito ao benefício e que o Seguro é direcionado para motoristas, passageiros e pedestres. Bem legal, não é? 😉

Através dos resultados da pesquisa, que você confere clicando aqui, nós queremos estimular uma reflexão sobre o que podemos fazer, juntos, para mudar os aspectos negativos do trânsito brasileiro, transformando a segurança no trânsito em realidade. Para isso, precisamos ir além dos dados: queremos ouvir a sua opinião! Conta para a gente: o que pensa que pode ser feito para melhorar o trânsito? Qual é a sua contribuição para que isso aconteça? Deixe sua opinião aqui embaixo nos comentários. Esperamos por você!



Continuar lendo

Dia das Crianças: saiba mais sobre os cuidados com os pequenos no trânsito

Feriado, brincadeira, diversão... essas são apenas algumas das palavras que definem essa data tão especial e doce, o Dia das Crianças! 😀 E, para garantir que muitas datas como esta sejam comemoradas, nada melhor do que falar sobre o nosso assunto favorito por aqui: a segurança no trânsito com um foco super especial, os pequenos. Confira!

Necessidade de cuidado que se reforça através das estatísticas

De acordo com dados da Seguradora Líder, somente no ano passado, 3.834 indenizações do Seguro DPVAT foram pagas para crianças de 0 a 7 anos em todo o país, o equivalente a cerca de dez crianças por dia. Desse total, 72% passaram a conviver com algum tipo de invalidez permanente após um acidente de trânsito e 19% foram vítimas fatais. Um dado bastante triste, não é mesmo? 😭

Isso nos mostra que as crianças são um dos grupos mais vulneráveis a acidentes no trânsito, já que são mais frágeis e, ainda estão em desenvolvimento físico e mental, não conseguindo avaliar corretamente elementos cruciais no universo do trânsito, como a distância, a velocidade e o tempo de um veículo em relação a elas. Depois desses dados, a gente nem precisa dizer que o cuidado com os pequenos deve ser reforçado sempre que possível, não é? 😉

O exemplo dos pais no trânsito

Muitas vezes os pais nem se dão conta de que são espiados a maior parte do dia pelos pequenos, que veem, escutam e registram tudo. Por isso, ser exemplo para os filhos é a melhor educação que se pode dar a eles e isso se estende até mesmo ao trânsito. 💕 Então, fica aqui um convite: se você é pai, que tal, ao invés de passar o tempo todo falando mal dos congestionamentos, estimular seus filhos com brincadeiras sobre segurança? Vale de tudo, desde o significado de cada cor do sinal de trânsito, a importância de usar o cinto, qual é o tipo de sinalização correta, não jogar lixo nas ruas, entre outros. Formar pequenos cidadãos é um sinal e tanto de amor!

Na prática, como posso tornar o trânsito mais seguro para meus filhos?

Evitar acidentes de trânsito deve ser uma das principais preocupações dos pais não só quando eles estão dentro dos veículos, mas também quando estão brincando nas ruas. Por isso, separamos algumas dicas super importantes para garantir que seus pequenos possam viver seguros no trânsito. Está valendo dar print no celular para sempre dar aquela olhadinha, viu?

- O uso da cadeirinha é obrigatório para crianças até 7 anos. Elas devem ser aprovadas pelas normas de segurança e compradas em lugares especializados.

- As portas e janelas do seu carro devem ter mecanismos de segurança especial para crianças, como aquelas que travam a abertura. Esse ponto é essencial para que os pequenos evitem colocar seu corpo para fora do veículo, aumentando as possibilidades de acidentes de trânsito.

- A criança deve sempre andar acompanhada dos seus pais, especialmente na hora de atravessar na rua. Elas nunca devem andar no meio-fio e devem olhar para ambos os lados antes de atravessar, inclusive em ruas que possuem semáforo.

- Os pais devem sempre supervisionar a brincadeira das crianças em espaços como entradas de garagens, quintais sem cerca, ruas ou estacionamentos.

- Cinto de segurança é um abraço que salva vidas! Independentemente da idade do seu filho, certifique-se que ele sempre esteja usando o cinto de segurança. Sabia que ele pode reduzir em até 71% a chance de morte de uma criança em caso de acidente de trânsito?

No Dia das Crianças e em todos os outros dias do ano, a estrada de prevenção para a construção de um trânsito cada vez mais seguro para todos é de responsabilidade dos adultos, seguindo o exemplo do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), onde os maiores protegem os menores. Somente assim, além de reduzir os riscos de acidentes, conseguiremos formar pequenos cidadãos, que tornarão este um local mais seguro no futuro. E aí, tem alguma dica para compartilhar conosco? É só deixar aqui nos comentários. Esperamos por você!


Continuar lendo

É #FATO ou #FAKE? Tudo o que você precisa saber sobre o Seguro DPVAT

Receber informação é muito bom, não é? Principalmente quando a gente sabe que ela é verdadeira. Pensando nisso, reunimos aqui alguns dos principais mitos e verdades sobre o Seguro DPVAT. Vamos lá conferir o que é #FATO ou #FAKE sobre o benefício? 😉

Para dar entrada no Seguro DPVAT, é necessário contratar um terceiro.

#FAKE, pessoal! Dar entrada no Seguro DPVAT é gratuito e você mesmo pode fazer em um dos nossos 8 mil pontos de atendimento espalhados por todo o Brasil. Basta apresentar a documentação necessária de acordo com a cobertura pleiteada: morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médico-hospitalares.

Ah, a gente aproveita para te dar uma dica: cuidado com o golpe do Seguro DPVAT, em que pessoas se aproveitam de momentos frágeis como os acidentes de trânsito para receber seu benefício ou parte dele por você, viu? Se você foi vítima ou ficou sabendo de algum caso, faça a sua parte e denuncie através do Canal de Denúncias da Seguradora Líder: através do número 0800 022 12 05 ou clicando aqui. As ligações são gratuitas e em nenhum dos dois canais é necessário se identificar.

Ao manter o Seguro DPVAT do meu veículo em dia, colaboro com a saúde pública brasileira e com as campanhas para construção de um trânsito mais seguro.

É #FATO, galera! Pode confiar. Do total arrecadado pelo Seguro DPVAT, 45% vão diretamente para o Sistema Único de Saúde (SUS), a fim de fazer frente aos custos de procedimentos médico-hospitalares decorrentes da assistência a vítimas de acidentes e 5% vão para o Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) para a realização de campanhas e outras iniciativas no âmbito da Polícia Nacional do Trânsito. Os outros 50% vão para o pagamento de indenizações e reservas. E aí, você sabia dessas informações?

O modelo de gestão do Seguro DPVAT é um monopólio.

Essa informação é #FAKE! Qualquer seguradora autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) a operar no país no segmento de seguros de danos e/ou pessoas pode, facultativamente, aderir ao Consórcio de Operações do Seguro DPVAT. A Seguradora Líder é formada, atualmente, por 76 seguradoras consorciadas, e as representa nas esferas administrativa e judicial. Esse modelo de gestão centralizada traz, na verdade, uma série de benefícios para a operação do Seguro DPVAT, entre eles, a redução da inadimplência, a elevação do número de pontos de atendimento, a padronização das operações em todo o território nacional e um intenso trabalho de combate às fraudes. 😀

Ah, a gente aproveita para esclarecer também que os valores cobrados pelo Seguro DPVAT anualmente também não são definidos pela Seguradora Líder e pelas Seguradoras Consorciadas, mas sim elaborados pela Susep, com base em estudos atuariais, sendo o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) quem estabelece os valores dos prêmios. Você sabia disso? 😉

O Seguro DPVAT indeniza independentemente da apuração de culpados e da identificação do veículo.

É #FATO! Essas são duas das principais características desse importante instrumento de proteção social, que o fazem se tornar ainda mais universal. Além disso, o Seguro DPVAT indeniza ou reembolsa individualmente todas as vítimas do acidente, transportadas ou não, independentemente da quantidade de acidentes causados por um mesmo veículo. Inclusão, a gente vê por aqui!😍💕

Aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito e no site da Seguradora Líder você encontra informações confiáveis sobre o Seguro DPVAT. 😉 Se tiver dúvida sobre o que é #FATO ou #FAKE, é só deixar o seu comentário aqui embaixo. Estamos aqui para você! =)


Continuar lendo

Página 1 de 2
12