Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Arquivos mensais: Dezembro 2018

#RetrospectivaDPVAT: Confira mais das principais iniciativas de 2018

Como a gente prometeu no post anterior, vamos falar um pouco mais sobre as principais iniciativas da Seguradora Líder ao longo de 2018. Na segunda parte da #RetrospectivaDPVAT, você vai conferir mais sobre as ações de Tolerância Zero às Fraudes, nossos investimentos constantes na simplificação de documentos e o Aplicativo do Seguro DPVAT. E aí, partiu conferir? 😉

Operação "Tolerância Zero às Fraudes"

Aqui na Seguradora Líder, uma das principais atribuições é o combate às fraudes ao Seguro DPVAT, afinal, nossa missão é garantir que as indenizações cheguem aos seus beneficiários de direito. Até o fechamento de novembro, as iniciativas proativas da Seguradora Líder de Prevenção, Detecção e Investigação de fraudes resultaram em 37 sentenças condenatórias, 60 condenados, 32 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 22 prisões em todo o Brasil. Para ficar por dentro dos resultados mais recentes, é só acompanhar as edições semanais da Newsletter "Seguradora Líder Informa", clicando aqui.

Simplificação de documentos

Ao longo de 2018, muitas mudanças ocorreram nos documentos exigidos para dar entrada no Seguro DPVAT e a principal delas aconteceu em outubro, com a criação do "Formulário Único de Pedido do Seguro DPVAT". Centralizando as principais informações de vítimas/beneficiários em um único documento, para todas as coberturas do seguro, o novo formulário possibilita mais agilidade na regulação e na liberação do pagamento das indenizações. E sabe quem sai ganhando com isso tudo? Isso mesmo: você! 😍

O Seguro DPVAT na palma da mão: por dentro do aplicativo

Para facilitar e ampliar o acesso de toda a população aos benefícios do Seguro DPVAT, a Seguradora Líder lançou o aplicativo "Seguro DPVAT". Por meio da plataforma digital, disponível gratuitamente para Android e iOS, as vítimas de acidentes de trânsito ou beneficiários poderão dar entrada diretamente no pedido de indenização por morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médico-suplementares (DAMS), agilizando, ainda mais, o processo de pagamento das indenizações. Em apenas uma semana de seu lançamento, o aplicativo foi baixado mais de 4 mil vezes. :O E aí, já fez o download do seu? Não perca tempo! 😉

Em dois posts especiais, nosso objetivo foi mostrar que a Seguradora Líder está, constantemente, investindo em ações para se aproximar dos 208 milhões de brasileiros. E aí, gostou de ficar por dentro de tudo o que rolou por aqui em 2018? Se sua resposta foi sim, continue ligadinho aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito: vem muito mais em 2019! Um feliz ano novo de toda a equipe do Seguro DPVAT! 🎊


Continuar lendo

#RetrospectivaDPVAT: Fique por dentro das principais iniciativas de 2018

Um ano é cheio de acontecimentos e aqui na Seguradora Líder não foi diferente. Promovemos uma série de iniciativas com o objetivo de trazer os mais de 208 milhões de brasileiros para cada vez mais pertinho da gente. E, para te contar mais sobre o nosso 2018, vamos te levar para a uma viagem pelos principais marcos desse ano. Chegou a hora de #RetrospectivaDPVAT aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito! 🎊

DigiPonta, digitalização nos pontos de atendimento

Começamos o ano com o pé direito com o DigiPonta, projeto de digitalização da documentação para dar entrada no pedido de indenização já nos pontos de atendimento, como seguradoras consorciadas e corretores parceiros. Com o objetivo de otimizar o atendimento aos beneficiários, o processo de digitalização reduz o tempo de processamento dos pedidos, além de permitir redução de custos administrativos. Bem legal, não é? 😉

Internalização das análises médicas nos casos de invalidez permanente

Até então realizadas em parceria com prestadoras de serviços externa, as atividades de revisão de perícia médica, análise e aprovação de pagamentos associados à cobertura por invalidez permanente, que correspondem a mais de 70% das indenizações pagas, foram internalizadas. Uma equipe da Seguradora Líder passou a responder pela análise de todo o processo, de ponta a ponta, permitindo o aprimoramento dos prazos de pagamento e garantindo indenizações ainda mais justas. Quer saber mais sobre os resultados desse processo? É só clicar aqui. 🙂

Recomeço

O ano de 2018 também foi marcado pelo lançamento do Programa Recomeço, galera! Iniciativa pioneira da Seguradora Líder, que tem como missão dar apoio na ressocialização e recolocação de beneficiários do Seguro DPVAT no mercado de trabalho, o Programa já obteve menção honrosa da Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente (ABRAREC) e foi um dos finalistas do Prêmio de Inovação em Seguros 2018, promovido pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg). Clique aqui para acessar o site da iniciativa e ficar de olho nas vagas e notícias. 🙂

Quanta coisa boa para os beneficiários do Seguro DPVAT, não é mesmo? Mas e se a gente te contasse que não foi só isso que rolou aqui na Seguradora Líder ao longo do ano? É isso aí: ainda tem muito mais projetos e a gente detalha um pouco mais no post de amanhã. Continue de olho na #RetrospectivaDPVAT e não esqueça de comentar! 😍❤



Continuar lendo

Vai viajar? Confira as dicas para curtir as festas de fim de ano com segurança

Últimos dias de 2018 e, para tornar essas festas ainda mais seguras, no post de hoje, preparamos um checklist super bacana para viajar com muito mais tranquilidade. Então, prepare-se: está valendo pegar o papel e a caneta ou dar aquele print esperto no seu celular. Vamos nessa? 😉

Números comprovam que é preciso cuidado nas estradas

A gente não poderia começar esse post de maneira diferente, já que o Blog Viver Seguro no Trânsito é a casa do Seguro DPVAT, não é mesmo? Dados da Seguradora Líder mostram que, entre dezembro de 2017 e fevereiro de 2018, foram registradas mais de 45 mil ocorrências no trânsito em todo o país. Nesse mesmo período, o número de mortes superou a marca de 6 mil, com os jovens de 18 a 34 anos sendo as principais vítimas. Os homens também estão entre os mais atingidos e representam 76% das ocorrências no período. Depois desses números, vale sim ou com certeza redobrar o cuidado nas estradas, hein? 👍

E aí, já fez a revisão do seu veículo?

Tão importante quanto escolher o destino, reservar hotéis e definir os passeios, é fazer a revisão no veículo antes de viajar e, assim, evitar imprevistos. Por isso, é importante que você verifique itens como os pneus, o sistema elétrico, o para-brisa, o alinhamento e balanceamento do seu veículo, os freios, os fluidos e, é claro, se os equipamentos de segurança, tais como o estepe, o macaco, as ferramentas, estão em dia.

Ah, e é importante lembrar que a revisão do veículo não deve ser feita um ou dias antes da data da viagem. Leve-o com pelo menos uma semana de antecedência ao seu mecânico de confiança. Dessa forma, caso seja recomendável trocar alguma peça, você terá tempo para deixar o carro na oficina.

Transportando as bagagens de forma correta

Se há um drama comum é o espaço para as bagagens. Na maioria das vezes, o problema é a falta de espaço para colocar tudo o que a gente considera necessário. Mas o excesso de peso também é bem comum. Por isso, a boa é ter cuidado com a balança e não exagerar. Outra dica é a organização das malas dentro do veículo: deixe as mais pesadas o mais próximo possível ao eixo traseiro e evite colocar objetos sobre o tampão do porta-malas. 😉

Separando os documentos

Por último, é importante separar os documentos. Além da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) original, dentro do prazo de validade, é necessário se certificar que o veículo está devidamente licenciado antes de pegar a estrada. Também não se esqueça de levar os telefones das concessionárias das rodovias nas quais você irá trafegar em caso de uma eventual emergência.

Seguindo as dicas acima, parabéns, você está pronto para viajar. Não se esqueça de manter o tanque sempre cheio e, em caso de trajetos longos, complete sempre que chegar na metade. Tenha cuidado e curta bastante seu passeio! 🤩


Continuar lendo

Muito além das vítimas de acidente de trânsito

Você já sabe que, por aqui, as pessoas estão no centro de tudo o que fazemos. Afinal de contas, o Seguro DPVAT é para todas as vítimas de acidentes de trânsito, não é mesmo? Mas, apesar disso, a Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, se relaciona com diversos outros públicos? E, ao defini-los, conseguimos criar ações específicas para cada um deles. Por isso, hoje, vamos te deixar por dentro das principais iniciativas para cada um dos nossos públicos. Vamos lá? ☺

Vítimas e beneficiários

Oferecer atendimento de excelência às vítimas de acidentes de trânsito e seus familiares é um dos nossos propósitos e, nos últimos dois anos, promovemos diversas ações e iniciativas justamente com esse objetivo. Alguns dos exemplos são análise e aprovação de pagamentos associados à invalidez permanente; internalização das atividades de revisão de perícia médica; e a simplificação dos documentos para dar entrada no Seguro, com a criação do Digiponta, projeto de digitalização dos pedidos de indenização recebidos pelas Seguradoras Consorciadas e com o "Formulário Único de Pedido do Seguro DPVAT". Todas essas iniciativas, com foco nos clientes, ajudaram a reduzir o tempo médio de pagamento das indenizações dos 30 dias previstos em lei para 12. Muito amor envolvido, não é? ❤

Segurados

O Seguro DPVAT é pago, uma vez por ano, pelos proprietários de veículos automotores no Brasil, no mesmo vencimento da cota única ou 1ª parcela do IPVA. Nessa perspectiva, para atender aos segurados, a Seguradora Líder disponibiliza, em seu site, o Saiba como Pagar, em os proprietários de veículos acessam um mapa para se informarem sobre as formas de pagamento em cada Estado e emitirem as guias de pagamento ou consultarem as informações sobre os bancos arrecadadores. 😉

Sociedade

Consciente de seu importante papel na sociedade brasileira como gestora do Seguro DPVAT, a Seguradora Líder também investe, cada vez mais, em iniciativas voltadas a toda a sociedade brasileira. Uma delas é a divulgação mensal de seus dados estatísticos para que eles se tornem insumos para a realização de campanhas de prevenção e educação no trânsito. Além disso, o Seguro DPVAT também representa uma importante fonte de receita para a União, ao gerar recursos para custeio da assistência médico-hospitalar pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E, para finalizar, sabe o que também reforça o nosso compromisso com a sociedade? O próprio Blog Viver Seguro no Trânsito, através de seus conteúdos com orientações práticas de segurança no trânsito, mobilidade urbana e tecnologia no universo dos veículos. 🤩

Através do relacionamento com os nossos públicos, queremos reforçar o compromisso da Seguradora Líder na gestão do Seguro DPVAT, com transparência e excelência. E aí, que tal dizer para a gente o que você achou desse post nos comentários? Esperamos por você! 💓


Continuar lendo

#DPVATExplica: No Dia da Regulamentação do Seguro DPVAT, saiba mais sobre esse importante benefício

Chegou a hora de mais um #DPVATExplica, galera! E, dessa vez, é uma edição muito especial, afinal, dia 19 de dezembro é o Dia da Regulamentação do Seguro DPVAT! \o/ Há exatos 51 anos, o Seguro DPVAT surgia para proteger todos os brasileiros em caso de acidentes de trânsito. E, para celebrar essa data, nada melhor do que falar das principais características desse importante instrumento de proteção social. Confere só! 💓

Como surgiu a data?

Há 51 anos, foi regulamentada a obrigatoriedade do Seguro de Responsabilidade Civil dos Proprietários de Veículos Automotores de Vias Terrestres, hoje conhecido como Seguro DPVAT – Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Desde a assinatura do decreto, no dia 19 de dezembro de 1967, o DPVAT passou a ser pago por todos os proprietários de veículos automotores, uma única vez ao ano, no mesmo vencimento da cota única ou primeira parcela do IPVA ou até o licenciamento, no caso de veículos isentos do imposto. 😉

Afinal, o que é o Seguro DPVAT?

Reconhecido como um importante instrumento de proteção social aos mais de 208 milhões de brasileiros, o Seguro DPVAT oferece cobertura abrangente para todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional. Por aqui, cuidamos de pessoas: a cobertura é para danos pessoais, ou seja, aqueles causados por veículos automotores em pessoas. ☺

Quais as coberturas do Seguro DPVAT?

Se essa é a sua primeira vez por aqui, saiba que o Seguro DPVAT conta com três coberturas: morte, com indenização de R$ 13.500; invalidez permanente com indenização de até R$ 13.500, sendo o valor definido de acordo com o local e intensidade da sequela; e reembolso de despesas médicas e suplementares (DAMS), com valor que pode chegar a R$ 2.700. É importante reforçar que todas as pessoas transportadas, ou não, vítimas de acidentes causados por veículos automotores de via terrestre ou por sua carga, estão cobertas pelo Seguro DPVAT. Ah, e tem mais: as indenizações são pagas individualmente não importando quantas vítimas estiverem envolvidas no mesmo acidente. \o/

Por que devo pagar o Seguro DPVAT?

Ao manter o Seguro DPVAT em dia, você colabora com a saúde pública brasileira e garante a sua indenização, e a de todos os brasileiros, em caso de acidente de trânsito. Isso acontece porque, do total arrecadado, 45% são destinados diretamente ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) e ao Sistema Único de Saúde (SUS), a fim de fazer frente aos custos de procedimentos médico-hospitalares decorrentes da assistência às vítimas de acidentes; e 5% são repassados ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para a realização de campanhas e outras iniciativas no âmbito da Política Nacional de Trânsito. Os 50% restantes constituem o montante para o pagamento de indenizações e reservas.

Qual o papel da Seguradora Líder na gestão do Seguro DPVAT?

Para aprimorar a gestão do Seguro DPVAT, o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), por meio da Resolução nº 154/2006, determinou a constituição de dois Consórcios específicos, a serem administrados por uma seguradora especializada, na qualidade de líder. Para atender a essa exigência, foi criada, em 2007, a Seguradora Líder do Consórcio do Seguro DPVAT S.A. – constituída por seguradoras autorizadas a operar no mercado nacional, representando-as nas esferas administrativa e judicial. Então, o sistema de gestão do Seguro DPVAT é um modelo centralizado de gestão privada. Qualquer seguradora autorizada pela Superintendência de Seguros Privados (Susep) a operar no país no segmento de seguros de danos e/ou pessoas pode, facultativamente, aderir ao Consórcio de Operações do Seguro DPVAT. Esse modelo de gestão centralizada traz uma série de benefícios para a operação do Seguro DPVAT, entre eles, a redução da inadimplência, a elevação do número de pontos de atendimento, e a padronização das operações em todo o território nacional. \o/

O Dia da Regulamentação do Seguro DPVAT é uma oportunidade de lembrarmos o propósito da nossa existência: proteger você e mais de 208 milhões de brasileiros em caso de acidentes de trânsito. E aí, gostou de ficar por dentro de todos os detalhes? Então, é só continuar acompanhando o Blog Viver Seguro no Trânsito: a casa do Seguro DPVAT. 🎊


Continuar lendo

#BonsExemplos: Piauí reduziu em 18% o número de acidentes de trânsito em 2018

Atenção, atenção! Chegou a hora de mais um post da série #BonsExemplos aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito, dessa vez sobre o Piauí. Somente nesse ano, o Estado reduziu em cerca de 18% o número de acidentes de trânsito. Animado para ficar por dentro das iniciativas promovidas por lá? Confere só! 😉

Queda no número de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT

Como gostamos muito de números, não poderíamos começar o texto de maneira diferente, não é mesmo? Somente em 2018, o terceiro maior estado da região Nordeste do Brasil reduziu em 18,09% o número de indenizações pagas pelo Seguro DPVAT por acidentes de trânsito. :O De acordo com levantamento da Seguradora Líder, o Piauí ainda registrou queda de 22,51% no número de indenizações por invalidez permanente e 5,78% de indenizações por morte em decorrência de acidentes de trânsito. E como o Estado alcançou esses resultados? A gente conta! 😍

Educação no trânsito? A gente vê por aqui!

De acordo com o DETRAN/PI, somente em 2018, mais de 500 mil pessoas foram impactadas pelo trabalho educativo da Escola Piauiense de Trânsito (EPT). Dentre as quase 500 ações realizadas pelo órgão ao longo do ano, estiveram as blitzen educativas, além de abordagens diretas em escolas e empresas de 117 municípios do interior do Estado. Viu como a educação realmente transforma o trânsito? 💓

Investimentos em segurança viária e serviços para a população

Outra grande novidade foi que o DETRAN/PI investiu em sinalização viária nos municípios de União, São Raimundo Nonato, Floriano, Cocal dos Alves, Corrente, Esperantina, Floriano e Cajueiro da Praia. As obras consistiram em sinalização vertical, horizontal e semáforos. 🤩

Além disso, também em 2018, o órgão implantou uma nova versão do sistema de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach), que é o banco de dados que registra toda a vida do condutor e também controla a emissão da CNH e da Permissão Internacional para Dirigir (PID). Bem legal, não é? =)

Resultados da Operação Lei Seca

A Operação Lei Seca tem resultados expressivos em todo o país, inclusive no Piauí. Somente em 2018, foram mais de 46 mil abordagens em veículos, entre motocicletas e automóveis. Dessa amostragem, foram 2,8 mil testes de alcoolemia, com 128 atuações por ingestão de bebida alcoólica, 32 prisões em flagrante e 96 processos administrativos. Bastante coisa, não é mesmo? 😱

Através de ações integradas, o Estado do Piauí com certeza está na lista de #BonsExemplos e nos mostra que é possível construir um trânsito cada vez mais seguro para todos. E aí, gostou de saber mais um pouco sobre o que está rolando por lá? Não esquece de deixar a sua opinião aqui nos comentários. 👇🙂



Continuar lendo

“Cinquentinhas”: fique por dentro do universo dos ciclomotores

Quando o assunto é a cinquentinha, apelido carinhoso dos ciclomotores, a gente sabe que muitas dúvidas ainda pairam sobre a cabeça dos condutores. Afinal, é necessário ter habilitação para dirigir uma? Menores de idade podem pilotar um ciclomotor? Acidentes envolvendo esse tipo de veículo têm direito ao Seguro DPVAT? Para saber mais, vamos te levar a uma viagem pelo universo dos ciclomotores. Continue acompanhando! 😉👇

Afinal, o que são os ciclomotores?

Nada melhor do que o próprio Código de Trânsito Brasileiro (CTB) para responder essa questão, não é mesmo? De acordo com o CTB, ciclomotor é um veículo de duas ou três rodas, com motor de combustão interna, cuja capacidade cúbica não ultrapasse 50 cm³ e a velocidade final não exceda os 50 quilômetros por hora. Já a motocicleta, se caracteriza por ter apenas duas rodas, com ou sem um sidecar.

Preciso ter habilitação para dirigir um ciclomotor?

A resposta é sim, pessoal! E o motorista, que deve ser maior de 18 anos, têm duas opções: portar uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) da categoria "A" ou tirar uma habilitação específica para a cinquentinha, a chamada Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC). Além disso, os ciclomotores também precisam ser emplacados para rodar pelas ruas. Ah, importante dizer que ter uma cinquentinha também implica no pagamento de taxas, como IPVA, Licenciamento e, é claro, o Seguro DPVAT. 🛵

De olho nas infrações

Dados do DETRAN/PE confirmam que, atualmente, as cinquentinhas são responsáveis, proporcionalmente, pelo dobro das infrações das motocicletas. Um dado bastante triste, não é mesmo? =( Por isso, é importante ficar de olho nas multas! Afinal, desde 2016, conduzir um ciclomotor sem habilitação é considerado infração gravíssima com multa agravada, ou seja, multiplicada por 3. A cobrança pode chegar a R$ 880,41, com risco de apreensão do veículo. Outro ponto importante é que a circulação de ciclomotores é proibida nas vias de trânsito rápido e sobre as calçadas das vias urbanas, galera. É melhor ficar de olho! 👀

Sofri um acidente provocado por uma cinquentinha. Tenho direito à indenização do Seguro DPVAT?

Depende, pessoal. É necessário verificar se, na data do acidente, o ciclomotor era sujeito a registro e a licenciamento, na forma do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Quer um exemplo? Se o acidente causado por ciclomotor com placa de identificação ocorreu até 30/07/2015, ele possui cobertura do Seguro DPVAT, já que, antes dessa data, os veículos de até 50 cilindradas não eram emplacados e seu licenciamento dependia de legislação municipal. Gostou dessa informação? Você encontra mais na Cartilha Jurídica "Seguro DPVAT: Legislação e Jurisprudência", clicando aqui. 😍

Cuidados necessários

Assim como nas motos, o uso do capacete também é obrigatório nas cinquentinhas, seja para o piloto ou para o garupa. E, com essa informação, a gente aproveita para desmistificar outra dúvida bem frequente: sim, é permitido levar garupa em um ciclomotor, galera! \o/ Já os equipamentos de segurança, como jaqueta, luva, bota, apesar de não obrigatórios, também são recomendados, viu? 😉

Assim como as motocicletas, os ciclomotores também inspiram bastante cuidado no trânsito, pessoal. Por isso, é bom colocar em prática as dicas desse post e, assim, garantir um trânsito cada vez mais seguro para todo mundo! Tem alguma dúvida sobre a cinquentinha que você não viu por aqui? Então, é só falar com a gente aqui nos comentários. Nos vemos no próximo post! 🎊


Continuar lendo

Veja como dar entrada no seu pedido de indenização pelo aplicativo do Seguro DPVAT

Alô, galera! Se tem dica boa sobre o Seguro DPVAT, você já sabe: está aqui no Blog Viver Seguro no Trânsito. \o/ E, se você quer dar entrada no seu pedido de indenização, vamos te mostrar o passo a passo para fazer isso pelo nosso aplicativo. A gente lembra que a ferramenta digital é compatível com dispositivos que com versões iguais ou superiores a Android 4.4 ou iOS 9. Vamos conferir o tutorial? 😉

1. O primeiro passo é acessar a loja de aplicativos do seu smartphone (Apple Store ou Google Play) e baixar o aplicativo "Seguro DPVAT";

tela inicial app.jpg


2. Escolha a opção "Sou vítima ou beneficiário ou responsável legal" e realize o seu cadastro;

segunda tela.png

 3. Leia os termos de uso com bastante atenção e selecione a opção "Li e concordo com os termos de uso";

 segunda tela 2.png

4. Se for o seu primeiro acesso, clique em "Faça seu cadastro" e preencha o número do seu CPF, data de nascimento e demais dados pessoais.

 cadastro app.png

5. Clique em "Novo pedido" para dar entrada no seu pedido de indenização.

 novo pedido app.png

6. Selecione o tipo de indenização: morte, invalidez permanente ou reembolso por despesas médico-hospitalares (DAMS).

 novo pedido app morte invalidez dams.png


7. Selecione entre as opções "Vítima/Beneficiário" ou "Representante legal" e preencha os dados solicitados.

 representante legal.png

8. Realize a captura das imagens clicando em cada tipo de documento, clique em "salvar e continuar" e, ao final, clique em "Enviar pedido".

boletim de ocorrencia app.png

Pronto, seu pedido foi enviado! Você será levado para a página inicial do aplicativo do Seguro DPVAT, onde poderá consultar o andamento do seu processo na área "Meus pedidos", de forma rápida e simples. E aí, ficou com alguma dúvida? É só falar com a gente aqui nos comentários. 👇  Estamos aqui para você saber mais! 😉

 


Continuar lendo

Saiba mais sobre o aplicativo “Seguro DPVAT”


Mais facilidade. Mais agilidade. Mais modernidade. Foi pensando nesses três requisitos e querendo trazer o Seguro DPVAT para mais pertinho de você, lançamos o aplicativo "Seguro DPVAT". Disponível para download gratuito na Play Store e na Apple Store, por meio dele você pode dar entrada no seu pedido de indenização e acompanhar o andamento do seu processo de forma simples, prática e ágil, diretamente do seu smartphone. E, para tirar todas as suas dúvidas sobre o funcionamento do aplicativo, preparamos um post especial recheado de dicas bacanas. Se liga só! =)

Consigo dar entrada no Seguro DPVAT em quais tipos de cobertura?

Será possível dar entrada no pedido de indenização por morte, invalidez permanente e também pedir o reembolso de despesas médicas-hospitalares (DAMS). Bem legal, não é? 😉

Como será feita a entrega da documentação?

É simples, galera: basta fotografar, com a câmera do próprio celular, toda a documentação necessária para dar entrada no pedido e fazer o envio através do aplicativo. 1, 2, 3 e click! 📷

Consigo acompanhar o andamento do pedido pelo aplicativo?

A resposta é sim! Você acompanhará o andamento do processo e também pode autorizar o recebimento de notificações com as atualizações do andamento, ou seja, você receberá mensagens avisando, por exemplo, da necessidade de apresentação de documentos complementares e informação da liberação do pagamento. \o/

O aplicativo é compatível com todos os tipos de aparelhos de celular e outros equipamentos?

Opa! O aplicativo do Seguro DPVAT é compatível com dispositivos que utilizam versões iguais ou superiores a Android 4.4 ou iOS 9. É bom ficar de olho! 👀

Haverá mudança na lista de documentos para dar entrada no pedido?

Não, pessoal. A lista de documentos exigidos para dar entrada no processo via aplicativo é a mesma dos demais pontos de atendimento e está prevista em Lei.

O prazo para pagamento da minha indenização será reduzido?

O prazo para análise e pagamento da indenização é de 30 dias, desde que a documentação esteja completa e correta. O aplicativo oferece uma interação direta entre o beneficiário e a Seguradora Líder.

Com a criação do aplicativo, ainda conseguirei dar entrada em outros pontos de atendimento?

Sim! E o aplicativo é um recurso que poderá ser utilizado por todas as seguradoras consorciadas e corretores parceiros com pontos de atendimento do Seguro DPVAT. A listagem completa de pontos de atendimento você encontra clicando aqui. Com certeza, tem um bem pertinho da sua casa!

Sou proprietário de veículo e quero pagar meu Seguro DPVAT. Posso fazer pelo aplicativo?

Nesse momento, o aplicativo receberá apenas pedidos de indenização do Seguro DPVAT. Para pagar o Seguro DPVAT, é necessário acessar o site da Seguradora Líder clicando aqui e verificar a regra de pagamento do seu estado.

E aí, tem mais alguma dúvida sobre o aplicativo do Seguro DPVAT? Não tem problema! É só deixar aqui embaixo nos comentários que respondemos rapidinho. Ah, e fique ligado que tem mais post sobre o aplicativo vindo por aí! 😍



Continuar lendo

Ranking do bem: confira as capitais que registraram o menor número de acidentes nos últimos dois anos

ranking-do-bem-2016-2017.pngO elevado número de indenizações do Seguro DPVAT pagas mês após mês preocupa, mas algumas regiões já têm adotado medidas para a redução dos índices de acidentes de trânsito. Levantamento realizado pela Seguradora Líder listou as cidades de Vitória (ES), Macapá (AP), São Luís (MA), Rio Branco (AC) e Maceió (AL) como as que registraram o menor número de ocorrências nos últimos dois anos: foram apenas 5.614 casos frente aos mais de 560 mil registrados em 2016 e 2017. Mas como essas cidades conseguiram atingir esses resultados? É isso que vamos contar para você aqui embaixo! Se liga aí no ranking do bem! \o/

1º lugar: Vitória, capital do Espírito Santo

Como contamos em um post especial da série #BonsExemplos, aqui mesmo no Blog Viver Seguro no Trânsito, a posição conquistada pela cidade – que registrou apenas 765 casos nos últimos dois anos – é resultado direto do investimento da Prefeitura em medidas para reforçar a segurança nas ruas. Entre elas, o Programa Vida no Trânsito, que na cidade é usado para analisar os acidentes buscando identificar as causas, que podem ser infraestrutura, educação e fiscalização. Após a avaliação, um grupo de trabalho propõe soluções para que não voltem a ocorrer acidentes semelhantes. É muito amor envolvido para evitar acidentes, não é? Parabéns, Vitória! 💓

2º lugar: Macapá, capital do Amapá

Por lá, a Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) revitalizou e instalou novas faixas de pedestres e diversas placas de sinalização, além de ter elaborado um plano estratégico de fiscalização. Pensando nos condutores do futuro, a instituição ainda promoveu ações educativas nas escolas municipais da região. O resultado disso? Apenas 949 ocorrências nos últimos dois anos. É para celebrar bastante! 🎉

3º lugar: São Luís, capital do Maranhão

A terceira colocada, com 1.122 casos registrados nos últimos dois anos, contou com o apoio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) para revitalização das vias. Além disso, também foram promovidas ações de conscientização e educação no trânsito. Pode falar: um exemplo a ser seguido, não é mesmo? <3

4º lugar: Rio Branco, capital do Acre

As apenas 1.254 ocorrências no período são efeito das iniciativas adotadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito - RBTRANS, como campanhas de conscientização e educação e blitz educativas. Em 2018, a instituição ainda vem promovendo ações com foco nos motociclistas. \o/

5º lugar: Maceió, capital de Alagoas

E para encerrar o ranking do bem com chave de ouro, temos a capital alagoana Maceió, que registrou 1.524 casos no período. O município segue trabalhando frequentemente em campanhas educativas, políticas públicas de segurança viária e fiscalização. Valeu, Maceió!

Todos os exemplos aqui em cima nos ajudam a ver que a construção de um trânsito é possível através de uma série de ações integradas, não é mesmo? E aí, que tal pensar um pouquinho no que pode ser aplicado aí na sua cidade? Para ficar mais fácil, é só lembrar que nós mesmos somos a mudança no trânsito, viu? Compartilhe com a gente nos comentários o que você achou desse post. Esperamos por você! 💓


Continuar lendo

Página 1 de 2
12