Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Categoria: Dicas

Seguir o carro de um amigo aumenta o risco de acidentes

A gente quer aproveitar o Dia do Amigo para falar de uma situação bem comum quando viajamos para um local desconhecido com um amigo. É a famosa frase "Me segue que eu conheço o caminho". Nesses momentos, a camaradagem parece mesmo ser uma solução bem melhor do que qualquer GPS, mas essa pode ser uma situação de risco. E a gente vai explicar direitinho o porquê, galera. Cola aqui no nosso post. 😉

Comprovação científica

Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Arizona, nos Estados Unidos, comprovou que condutores que seguem outros veículos estão mais propensos a fazer manobras arriscadas e, por consequência, sofrer acidentes. Os resultados vieram de uma pesquisa inspirada em um processo judicial, que tratava de um acidente grave envolvendo um carro que seguia outro. 😥😨 Até então, não havia nenhuma certificação científica de que a prática pudesse ser perigosa. Os cientistas fizeram então simulações com jovens entre 18 e 22 anos, onde, na primeira etapa do experimento, foi requerido que eles dirigissem como quisessem, sob influência do GPS e, por último, seguindo outro motorista.

Por que é perigoso seguir alguém de carro?

Uma das conclusões que os cientistas da Universidade do Arizona chegaram foi que, no momento que o motorista segue outro veículo, ele acaba fazendo curvas com menos cuidado, estando mais propenso a passar em sinais vermelhos e a cortar a passagem dos pedestres. Isso ocorre porque ele está motivado diretamente pelo medo de se perder, galera. Já aconteceu com você? 😧

Confie no GPS!

A gente mostrou que não dá para confiar muito no "me segue que eu conheço o caminho", não é? Para garantir a segurança da sua viagem, quando um colega se oferecer para dirigir na frente, a boa é colocar o destino no GPS, estudar o mapa ou simplesmente oferecer aquela carona esperta. Ganhar um copiloto que conhece cada pedacinho do lugar para onde vocês estão indo não é nada mal. 😌🤗

Para garantir muito mais anos de amizade, a boa é seguir sempre com segurança, galera! E, para isso, é preciso estar sempre ligado nas suas atitudes, viu? Então, já sabe: se um amigo se oferecer para dirigir na frente, mostrando o caminho, o melhor a se fazer é negar para evitar acidentes graves. Sua segurança agradece. Fica a dica! 😉


Continuar lendo

Cuidado com o golpe do Seguro DPVAT

O telefone tocou falando que era do Seguro DPVAT e oferecendo ajuda para dar entrada no benefício ou para receber a sua indenização mais rápido? Cuidado, você pode ser uma vítima do golpe do Seguro DPVAT, onde pessoas se aproveitam de momentos frágeis como os acidentes de trânsito para receber seu benefício por você. L Quer saber como se proteger dessas tentativas? É só ficar ligadinho no nosso post. ;)

Como evitar o golpe do Seguro DPVAT?

O golpe consiste em uma pessoa entrando em contato com o beneficiário para oferecer serviços ou facilidades, como dar entrada no seu benefício para você ou, até mesmo, fazer com que você receba seu benefício de forma mais rápida. L Essas promessas, na maioria das vezes, fazem com que esse importante benefício social não chegue aos seus beneficiários de direito. Bem triste, não é? :(

Para evitar que isso aconteça, estamos aqui para te dizer que nenhum funcionário da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT no país ou de qualquer seguradora consorciada, está autorizado a entrar em contato com vítimas ou beneficiários para oferecer qualquer tipo de serviço. Fique ligado: pedir, acompanhar e receber a indenização do DPVAT são serviços gratuitos e você mesmo pode fazê-los! <3

Como receber mais rápido?

Essa é uma das promessas mais feitas pelos aproveitadores, galera, mas só aqui você encontra a dica certa! Quer receber a indenização do Seguro DPVAT de forma mais rápida? Basta apresentar a documentação correta logo no início do seu pedido e acompanhar de pertinho as movimentações lá no site da Seguradora Líder, onde você receberá as informações seguras sobre todas as etapas de análise até o recebimento. Ah, informação importante: vale lembrar que a indenização do Seguro é liberada em até 30 dias quando o pedido é feito de forma correta, pessoal! ;)

Como você pode fazer a sua parte: Canal de Denúncias

A gente também conta com a sua ajuda no combate às fraudes! Foi vítima ou ficou sabendo de algum caso em que as pessoas tenham solicitado a indenização do Seguro DPVAT sem que tenham se ferido em acidente de trânsito? Faça a sua parte e denuncie através do 0800 022 12 05 ou clicando aqui. As ligações são gratuitas e em nenhum dos dois canais é necessário se identificar. ;)

O que estamos fazendo para combater às fraudes por aqui?

Por aqui, a gente também está de olho em qualquer tentativa de fraude, galera! 💪 Por isso, temos a Operação Tolerância Zero às Fraudes à todo vapor. Em parceria com as autoridades competentes e tendo a tecnologia como principal aliada, de janeiro a maio deste ano, as iniciativas proativas da Seguradora Líder já resultaram em 37 sentenças condenatórias, 57 condenados, 23 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 12 prisões em todo o Brasil. Bem legal, não é? =)

Através desse post, nosso objetivo foi fazer com que você fique cada vez mais atento ao golpe do Seguro DPVAT que, além das ligações, também pode ser oferecido nas portas de hospitais e até mesmo, nas funerárias. 😣 A boa é nunca assinar documentos e nunca entregar seu dinheiro para falsos consultores. Tenha sempre em mente que solicitar o Seguro DPVAT é um procedimento simples e que você conta com uma série de pontos de atendimento autorizados da Seguradora Líder para isso. 😍 Ficou com alguma dúvida? Não tem problema, é só falar com a gente por aqui. 👇 Esperamos por você!



Continuar lendo

Pedestre, você também faz parte do trânsito!


Os dados da edição de maio do Boletim Estatístico da Seguradora Líder confirmam: apenas nos cinco primeiros meses de 2018, 35.437 ou 24% das 148.164 indenizações pagas pelo Seguro DPVAT foram destinadas aos pedestres. Isso significa que, a cada dia de 2018, mais de 230 pedestres sofreram algum tipo de acidente de trânsito, pessoal! E se a gente te contar que, neste período, eles também ficaram em 2º lugar nas indenizações por acidentes fatais, assim como nos acidentes envolvendo invalidez permanente? Triste, não é? 😣

Mas, por aqui, a gente pensa que não adianta só expor os números: precisamos falar sobre o que podemos fazer para mudar essa realidade. Por isso, nesse post, você confere algumas dicas importantes para que os pedestres possam garantir a sua segurança e um convívio cada vez mais pacífico no trânsito. Confere só! 😉

A distração que mata

Com carros, ônibus, motocicletas e outros tipos de veículos nas ruas, o pedestre tende a achar que não faz parte do trânsito, mas isso não é verdade, pessoal. E, assim como os outros veículos, eles também têm deveres, com o objetivo de garantir a segurança e evitar acidentes. Recentemente, a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia divulgou uma pesquisa em que 66% dos entrevistados afirmaram usar o celular enquanto atravessam as ruas :o. Então, pedestre, que tal resistir à tentação de usar seu smartphone nas ruas? Ah, e a gente aproveita para lembrar: usar o fone de ouvido também desvia a sua atenção, viu?

Checklist do pedestre

Opa, mas não é só a distração que aumenta o índice de acidentes de trânsito envolvendo pedestres, galera. Vários outros comportamentos entram nessa conta. 😢 E, pensando nisso, fizemos uma listinha para você garantir ainda mais segurança nesse universo que é o trânsito: se liga no checklist do pedestre! 🖖

- Olhe para os dois lados e atravesse sempre na faixa de pedestres, garantindo que o motorista notou a sua presença. Não tem faixa? Então, aguarde o momento oportuno;

- As passarelas existem para a sua segurança. Viu uma delas, mesmo que seja um pouco longe? Não hesite em usá-la!

- Ao descer do transporte público, de um carro ou qualquer outro tipo de veículo, atravesse sempre em linha reta, sem correr.

Proteção garantida pelo Código de Trânsito Brasileiro

Fazer a nossa parte é importante, mas a proteção ao pedestre também é um dever de todos os outros veículos, garantida pelo Código de Trânsito Brasileiro, quando fala "os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres". Na prática, isso significa que, medidas como o respeito às faixas de pedestres, à sinalização e aos limites de velocidade, devem ser adotados sempre. ❤

O Seguro DPVAT também é para você!

A gente não se cansa de falar: o Seguro DPVAT protege você e mais de 207 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito. E, quando falamos 207 milhões, incluímos todo mundo: os motoristas, os passageiros e adivinha só? Os pedestres também! 😍🚶‍♂ Então, já sabe, o pedestre que sofre um acidente de trânsito e se encaixa em uma das nossas coberturas, pode dar entrada no seu pedido de indenização e garantir o apoio necessário em uma situação como essa. O seguro do trânsito brasileiro é para todo mundo! ❤

Evitar que essas estatísticas cresçam é responsabilidade de todos, afinal, nós somos o trânsito. Para conferir mais dados sobre o trânsito brasileiro, é só clicar aqui e conferir a edição de Maio do Boletim Estatístico da Seguradora Líder. 😉 Ah, e a gente lembra: se souber de mais alguma dica de segurança que possa ser acrescentada ao checklist do pedestre, é só deixar seu comentário aqui embaixo. Esperamos por você! \o/


Continuar lendo

​Álcool e direção: uma mistura que não dá match

No Dia dos Namorados, a gente está aqui para falar sobre uma combinação que não dá match: bebida e direção. De acordo com um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde, 21% dos acidentes registrados no Brasil estão diretamente relacionados ao consumo de álcool. Bem triste, não é? 😣 Pensando nisso, reunimos aqui alguns motivos para você passar bem longe dessa combinação. E aí, partiu conferir?

O corpo fala: quais são as reações do álcool no nosso organismo?

Para entender um pouco mais de como o álcool traz tantos prejuízos, é preciso falar sobre como o nosso organismo reage às bebidas alcoólicas. Nas primeiras doses, ele atua como um estimulante, gerando a sensação de excitação e alegria, afetando as inibições e a capacidade de julgamento, por exemplo. Com o aumento do consumo, as habilidades motoras e o tempo de reação são prejudicados. E, dessa forma, bem mais risco de se envolver em um acidente de trânsito. Vale ficar alerta sim ou com certeza? 😎

Porcentagem da concentração de álcool no sangue

Falar de números é com a gente mesmo! 😉 Vamos conferir o que cada percentual de álcool pode causar? Confere só!

0,02% a 0,05% - diminuição das funções visuais, diminuição da capacidade de fazer duas coisas ao mesmo tempo.

0,08% - diminuição da concentração, perda de memória de curto prazo, perda do controle da velocidade, redução da capacidade de processar informações (como ver placas ou sinalizações, por exemplo)

0,10% - redução da capacidade de ficar na mesma pista da estrada e parar corretamente.

0,15%- incapacidade de controlar o veículo, prestar atenção às funções de direção e processar informação visual e auditiva.

10 anos de Lei Seca

Quando falamos de penalidade para a mistura bebida e direção, a Lei Seca vem logo à nossa memória, não é mesmo? E adivinha só: em 2018, ela completa 10 anos de resultados super positivos! Segundo pesquisa realizada pela Escola Nacional de Seguros, desde sua implantação, a Lei Seca já poupou 40 mil vidas no trânsito e 235 mil de invalidez permanente. É muito amor envolvido! ❤😍

Punições cada vez mais rigorosas

Além da Lei Seca, em abril entrou em vigor a Lei nº 13.546/17, que aumentou o rigor na punição aos motoristas que conduzirem veículos sob efeito de álcool ou outras substâncias psicoativas e causarem acidentes. Agora, nos casos de lesões corporais graves ou gravíssimas, aquelas que podem gerar invalidez permanente, a pena passa de 6 meses a 2 anos para de 2 a 5 anos de prisão em regime fechado e, nos casos de homicídio culposo, aquele onde não há intensão de matar, passa para de 5 a 8 anos de prisão, também em regime fechado. Além disso, não haverá a possibilidade de pagamento de fiança, ocorrendo a suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão para dirigir, galera! Uma grande conquista, não é mesmo? 😉

Então, se for beber, seja no Dia dos Namorados ou em qualquer outra data comemorativa, que tal apostar nos aplicativos de transporte urbano? Assim, você garante várias outras celebrações! ❤


Continuar lendo

Essa vaga não é sua, nem por um minuto

vagas-preferenciais.png

“É só por um minutinho” ou “Eu não vi que era preferencial, vai ser rápido”. Tem muita gente por ai que usa essas justificativas para fazer uso das vagas preferenciais, garantidas para portadores de deficiência física, com dificuldade de locomoção ou idosas com idade superior a 60 anos. A gente nem precisa dizer o quanto isso é errado, não é, pessoal? 😣 Por isso, vamos dedicar esse post para falar das vagas preferenciais e sobre a importância de respeitá-las. É ou não é para compartilhar com todo mundo? 😍

Um direito garantido por Lei

É isso mesmo: o direito às vagas preferenciais é garantido por Lei, mas especificamente pelas Resoluções 303 e 304 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) de 2008. A Legislação de Trânsito também regulamenta o seu uso, obrigando que 2% do total de vagas de estacionamento dos municípios devem ser destinadas a pessoas com deficiência e 5% aos idosos. Olha que legal!

Para quem elas são destinadas?

Alô, galera! As chamadas vagas preferenciais têm um público bastante específico. 😍 Para usufruir desse benefício é necessário ser portador de deficiência física, ter dificuldade de locomoção ou idade superior a 60 anos. Em alguns Estados, a entidade executiva de trânsito ainda estende o direito para mulheres grávidas. Bem bacana, não é? Agora que você já sabe dessas informações, que tal reforçar o respeito a essas vagas? 😉

Como fazer o cadastro?

Se você se encaixa em um dos perfis que a gente citou aqui em cima, faça valer o seu direito! 😉 Para isso, basta obter a credencial para estacionar nas vagas preferenciais, também conhecida como Cartão Defis-DSV no órgão ou entidade executiva de trânsito do seu município de residência, como os DETRANS, Ciretrans ou Superintendências Municipais de Transporte e Trânsito. A gente lembra que ela é válida em todo o território nacional e pode ser utilizada em qualquer veículo em que o beneficiário esteja, sendo ele condutor ou conduzido. \o/

Há incidência de multas em caso de não cumprimento da Lei?

A resposta é sim! A Lei 13.146, também conhecida como Lei Brasileira de Inclusão (LBI), indica que a multa para uso indevido de vagas passa a ser considerada grave, com multa de R$ 127,69. Além do prejuízo financeiro, o motorista que desrespeitar a medida receberá cinco pontos na CNH e poderá ter o veículo guinchado. Então, vale respeitar e muito, galera!

Já dizia o ditado: respeito é bom e todo mundo gosta! \o/ Para fazer valer esse direito, todos nós devemos fazer a nossa parte, dando o exemplo e conscientizando. E você, o que pensa sobre esse tema? Já presenciou alguma situação de desrespeito? Esperamos por você nos comentários! 😉



Continuar lendo

Dia Mundial do Meio Ambiente: como suas ações no trânsito podem contribuir para a preservação da natureza?

Ligar a TV e se deparar com notícias sobre desastres naturais em decorrência das mudanças climáticas e aquecimento global se tornou algo cada vez mais comum, não é mesmo? 😣 Por isso, mais do que nunca, é fundamental que façamos nossa parte, mudando hábitos para contribuir para a diminuição da poluição no planeta. E adivinha só? Essas mudanças também incluem ações no trânsito, galera! Quer saber quais são? É só ficar ligado no post! 🌳🌿 

Cuidado com os animais na pista

Dados do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), da Universidade Federal de Lavras (UFLA), em Minas Gerais, mostram que 475 milhões de animais são atropelados a cada ano nas rodovias brasileiras. E só estamos falando aqui de animais de pequeno ou médio porte, como sapos, cobras e aves. Um baita impacto para a fauna brasileira, galera. 😰

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), somente em 2017, ocorreram 2,6 mil acidentes em rodovias federais envolvendo a presença de animais na pista, sendo 434 graves, com 103 mortes. Então, já sabe, né? Ao avistar a placa sinalizando animais na pista, redobre a atenção! 😉

A importância da manutenção preventiva

Podemos avançar em inovações tecnológicas, especialmente na melhoria dos combustíveis, mas sem dúvida, a chamada manutenção preventiva é uma boa alternativa que colabora tanto com o meio ambiente quanto com o seu bolso. Você sabia que estudos indicam que a manutenção veicular ajuda a reduzir a emissão de poluentes em 40 a 50%? Uau! E, como por aqui, a gente gosta muito de dicas, listamos algumas abaixo para te incentivar a ajudar na preservação da natureza. Confere só! 😉

• Cuidado com o excesso de velocidade! Além de aumentar o risco de acidentes, dirigir rápido aumenta o consumo de combustível e, por consequência, o número de gases nocivos que alteram a composição do ar atmosférico, provocando doenças e prejudicando o meio ambiente;

• Cheque vazamentos na bateria. As baterias contêm chumbo, um elemento tóxico prejudicial à saúde e ao meio ambiente. Outra dica bacana é, após utilizar uma bateria, devolvê-la aos estabelecimentos que as comercializam;

• Já deu uma olhadinha no catalisador do seu carro? Também conhecida como conversor catalítico, essa ferramenta é responsável por uma redução substancial das emissões veiculares. Daí a importância de verificá-la sempre que possível. Fica a dica! 😉

Educação nas ruas

Além de ser sinônimo de falta de educação, jogar lixo nas ruas pode ocasionar acidentes, multas de trânsito e causar alagamentos devido ao acúmulo. Diante disso, sabe qual é a boa? Ter aquela famosa lixeirinha no carro e deixar para realizar o descarte somente em locais apropriados. Seja o exemplo que você quer ver no trânsito! 😉

No Dia Mundial do Meio Ambiente e, em todos os outros dias do ano, construir um planeta melhor também é uma responsabilidade sua. 😍 Por isso, queremos te convidar a pensar: o que você pode fazer para tornar o trânsito um lugar melhor? Deixe sua opinião aqui nos comentários. Esperamos por você! \o/


Continuar lendo

Cigarro e volante: perigo real e constante

Quem é fumante sabe o quanto é convidativo pegar a estrada e acender um cigarro para curtir o clima ou até mesmo para deixar o estresse de lado. 🚬 Então hoje, no Dia Mundial de Combate ao Fumo, não há nada mais apropriado do que falarmos sobre os perigos do hábito de fumar e dirigir, galera. E, por aqui, você é o nosso convidado para essa viagem educativa. Vamos juntos? 😉

O que diz a Lei?

Fumar dentro do carro não é uma infração de trânsito, mas é importante destacar que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proíbe dirigir com apenas uma mão, “salvo em casos onde o condutor deva sinalizar, mudar de marcha ou acionar equipamentos do veículo”. Dessa forma, o motorista que segurar o cigarro e usar apenas uma das mãos ao volante para conduzir poderá ser multado no valor de R$ 85,13 e perder quatro pontos na carteira.

Mas está achando que a Lei para por aqui? Não mesmo! Se você for pego com o braço para fora do carro (por estar fumando ou por qualquer outra razão), também pode ser multado e perder outros 4 pontos na carteira. O mesmo acontece com aqueles que tem o hábito de jogar a bituca do cigarro pela janela: o condutor está cometendo uma infração média. 😨 Depois de todas essas informações, vale sim ou com certeza redobrar a atenção? Fica a dica!

Uma série de perigos para os motoristas

Os perigos de fumar e dirigir vão muito além das multas, principalmente se você gosta de bater as cinzas para fora do carro. O ato de fumar dentro do veículo aumenta potencialmente o risco de incêndio, que pode ser originado por queimaduras nos estofados. Então, se não der para segurar a vontade, a boa é esperar chegar até o seu destino para acender o próximo cigarro, viu?

E vamos combinar que dirigir segurando o cigarro e usando apenas uma das mãos diminui bastante a segurança, não é? Esta é uma atitude que pode provocar acidentes de trânsito já que, em casos de aparecimento de obstáculos que necessitem de reflexos imediatos do motorista, ele estaria prejudicado por não estar controlando o volante com as duas mãos. Vale ficar atento!

Tem novidade vindo por aí!

Se tem novidade sobre o trânsito, o Blog Viver Seguro no Trânsito está por dentro! E queremos falar sobre o Projeto de Lei 8.709/17, do deputado Heuler Cruvinel, que pretende inserir um artigo no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) que proíbe o condutor de fumar dentro do carro que estiver em funcionamento ou movimento, prevendo multa para quem descumprir a norma e considerando o ato infração gravíssima. 😨

Respire fundo, apague o cigarro e viva melhor

Como por aqui a gente gosta muito de dados, não poderíamos terminar esse post de outra forma! A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que, todos os anos, cerca de 6 milhões de pessoas morrem em todo o mundo em razão de doenças provocadas pelo tabagismo. Somente no Brasil, esse número chega a 200 mil. A pior parte dessa história toda é que cerca de 10% dessas mortes são de fumantes passivos, ou seja, aquelas pessoas que não fumam, mas convivem com fumantes. 😔

Com esse post, queremos te mostrar que os perigos do cigarro também estão ligados ao universo do trânsito e que existe muito mais relação entre fumar e dirigir do que imaginamos. ;) Então, que tal aproveitar a oportunidade para largar esse hábito de lado? Com força de vontade, suporte profissional e dedicação, é possível! ❤ Esperamos por você nos comentários!😉



Continuar lendo

Ser mãe é ser o que você quiser ser

mãe-lider.png

Multitarefa. Essa é uma palavra que podemos, facilmente, atribuir às mães. Elas acordam cedo para levar os filhos à escola, seguem para o trabalho onde permanecem a maior parte do dia e ainda chegam em casa a tempo de brincar, contar histórias e dar aquele jeitinho na casa. Ufa, isso não é para todo mundo, não é mesmo? Por isso, hoje, Dia das Mães, nada mais justo do que fazermos um post dedicado a elas. Se liga só! 😉

Mulheres no volante, sucesso constante

Ser mãe é, acima de tudo, ser mulher. E o Seguro DPVAT confirma: a mulherada está mandando muito bem no trânsito! \o/ Somente de janeiro a abril de 2018, elas foram responsáveis por apenas 25% do total de indenizações pagas neste período, frente a 75% dos homens. De impressionar, galera! :O Então, fica a dica: já passou da hora de desconstruir falas como “mulher no volante, perigo constante”, não é?

Alô, mamãe: você também colabora com o bom exemplo!

O melhor tipo de liderança é pelo exemplo e você, mamãe, deve ficar sempre atenta! Para te ajudar a redobrar a atenção com os pequenos e evitar acidentes, a gente dá algumas dicas. Você sabia que, até os 10 anos, os pequenos devem estar sempre acompanhados por um adulto na hora de atravessar uma rua, que deve ser feita, preferencialmente, na faixa de pedestre? Nessa hora, vale segurar a criança pelo pulso, assim, dificilmente ela irá se soltar. Outra dica é usar sempre a cadeirinha no carro, de acordo com a idade e a estatura da criança. Gostou? 😊

Não se esqueça de você

É instintivo: quando uma mãe percebe algo de errado, a reação imediata é tentar resolver o problema. Isso vale para aqueles momentos em que os filhos brigam no carro, não é mesmo? Com isso, as mães acabam se esquecendo de cuidar de si mesmas. Um estudo da Universidade de Southern Georgia, dos Estados Unidos, afirma que apenas 48% das mães dormem mais do que 7 horas por noite, o mínimo recomendado para uma boa noite de sono, contra 62% das mulheres sem filhos. Vale a pena tirar aquele tempinho off, mamãe!

Nesta data tão especial, a gente lembra o que todas as mães já sabem: ser mãe é ser o que quiser e quando quiser. 😉 De todos nós aqui da Seguradora Líder, um feliz Dia das Mães. ❤



Continuar lendo

Idosos no trânsito: todo cuidado é pouco

idosos-no-transito.png

Somente em 2017, a Seguradora Líder, responsável pela operação do Seguro DPVAT, pagou 17.323 indenizações para a faixa etária de 65 anos ou mais. 😨 Esse número é da edição especial do boletim estatístico "Dez anos no Trânsito" e nos mostra que, independentemente da nossa idade, a segurança no trânsito deve ser prioridade.

Mas por que essa faixa etária ainda sofre tantos acidentes? Primeiramente, precisamos esclarecer uma coisa: os tempos são outros. Muitos desses adultos, que hoje estão na terceira idade, já viveram uma época bem mais tranquila no trânsito. Um exemplo prático disso é que, somente em dez anos, a frota brasileira quase que dobrou, passando de 53 para 94 milhões de veículos. 😨 Então, além de ter que se adaptar a uma nova realidade, eles têm que lidar com as condições do processo natural do envelhecimento, como o comprometimento da habilidade motora, cognitiva e sensório-perceptiva, pessoal. Para ajudar a elucidar essa questão, nesse post, vamos falar sobre os cuidados que essa faixa etária deve ter no trânsito. Confere só! 😉

Condições que aumentam o risco na direção

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não estabelece um limite de idade para conduzir um veículo automotor, mas estudos indicam que algumas doenças, desenvolvidas na terceira idade, podem atrapalhar o motorista na hora de conduzir, tais como o Mal de Parkinson, por afetar o controle corporal, e até mesmo a diabetes, cujas complicações não controladas podem gerar fadiga, letargia e lentidão. Isso sem contar as doenças cardíacas, cujas manifestações são difíceis de prever e podem acontecer no momento da direção. Dessa forma, além de controlar as doenças através de tratamentos medicamentosos, algumas adaptações no veículo, como direção hidráulica e câmbio automático, são instrumentos importantes de compensação para os motoristas mais velhos no sentido de diminuir seus esforços ao conduzir.

E os idosos pedestres?

Se as condições acima podem atrapalhar o condutor idoso, isso não significa que os pedestres correm menos risco. Segundo pesquisa realizada pela Direção Geral de Tráfego (DGT), da Espanha, os idosos se tornam ainda mais vulneráveis quando na condição de pedestres. Alguns dos problemas enfrentados por eles nesta situação são distinguir a cor das luzes e perceber a velocidade efetiva dos veículos na via, isso sem contar no conjunto de obstáculos nas ruas, como a má conservação, por exemplo.

Direitos protegidos

Diante de tantos obstáculos para os idosos no trânsito é sempre importante ter boas notícias e uma delas está na legislação brasileira. O Estatuto do Idoso, por exemplo, estabelece a obrigatoriedade de destinação de 5% das vagas em estacionamento regulamentado de uso público para essa parcela da população. Para isso, é necessário que o idoso se identifique através de uma credencial no veículo. Então, já sabe: é preciso sempre respeitar as vagas preferenciais! ;)

Exemplo que vem de fora

Você já sabe que a gente gosta muito de bons exemplos por aqui, não é mesmo? ❤ No ano passado, o Japão, que passa por um processo de envelhecimento da sua população, desenvolveu um programa para evitar que os motoristas de mais idade se envolvam em acidentes. Nesse programa, os idosos frequentam uma autoescola, cujo objetivo é testar a velocidade de raciocínio e verificar reflexos. Quem for reprovado, vai para uma avaliação médica e pode ter a carteira suspensa. Você acha que isso daria certo aqui no Brasil? Deixe sua opinião nos comentários. =)

E aí, ficou curioso para saber mais? É só dar uma olhadinha na edição especial de Dez Anos do nosso Boletim Estatístico! Por lá, você fica por dentro de tudo o que aconteceu no trânsito brasileiro na última década. \o/ Esperamos por você nos comentários!



Continuar lendo

A tecnologia nem sempre é inimiga do condutor

tecnologia-transito-seguro.png

A tecnologia está em todo lugar. Desde que acordamos, na hora de assistir ao telejornal da manhã até a hora de dormir, quando damos aquela última olhadinha no smartphone... Mas sabe onde também ela está presente? No trânsito! E, por lá, ao contrário do que pensamos, também é possível utilizá-la de forma prática e segura. Por isso, separamos várias iniciativas que, além de facilitar a sua vida, vão demonstrar como a tecnologia pode ajudar a construir um trânsito mais seguro. Vamos conferir juntos? =)

Interpretação dos sinais do cérebro do condutor

O título parece ficção científica, mas essa já é uma realidade. ;) A tecnologia “Brain-to-Vehicle”, criada pela fabricante de automóveis japonesa Nissan, consegue medir a atividade das ondas cerebrais e repassá-las para um sistema autônomo que, em casos de emergência, consegue, automaticamente, girar o volante ou desacelerar o carro entre 0,2 a 0,5 segundos mais rápido do que o motorista. Bem legal, não é?

Um exemplo brasileiro

A tecnologia não está restrita aos carros, galera! Os brasileiros também estão mandando bem nas ruas, sabe com qual objetivo? Reduzir os índices de acidentes! \o/ Em São José dos Campos, por exemplo, investimentos em fiscalização eletrônica e câmeras de monitoramento já contribuíram para a redução de 40% no número de óbitos causados por acidentes de trânsito nas vias municipais. É para comemorar bastante, pessoal!

Carro autônomo

Movimentando-se através de computadores que interpretam dados enviados por radares e sensores para detectar o trânsito ao redor e determinar o caminho a ser seguido, o carro autônomo oferece vantagens como freios automáticos, ajuda para retornar à faixa, manutenção de velocidade pré-selecionada, além de avaliação da necessidade de ativação dos airbags. E tem novidade vindo por aí: diversas montadoras, como a BMW, já estão testando essa tecnologia. =)

E os aplicativos de celular?

Além de serem grandes aliados dos motoristas na hora de fugir dos engarrafamentos ou de mostrar qual é o melhor caminho a seguir, os aplicativos também podem colaborar para um trânsito mais seguro. E, como a gente gosta de exemplos práticos por aqui, separamos uma listinha bem bacana de aplicativos gratuitos, disponíveis para os sistemas iOS e Android. Confere só! ;)

Mãos no Volante – o app evita que você atenda ligações e informa os remetentes com mensagens automáticas;

Motorista da Parada - permite que você cadastre até quatro amigos e ocorre um sorteio para saber qual deles será o motorista da rodada;

Carango – o app gerencia diversas informações sobre o automóvel, que permitem agendar manutenção preventiva, por exemplo.

É importante termos em mente que, quando utilizada com sabedoria, a tecnologia pode colaborar e muito para a segurança no trânsito, pessoal! E aí, tem mais algum exemplo tecnológico para compartilhar com a gente? Esperamos por você nos comentários! =)


Continuar lendo

Página 1 de 8
12345678