Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Categoria: Dicas

Fique ligado: Contran estabelece novo calendário para retorno dos serviços de trânsito

Atenção! O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) revogou, na última semana, a resolução nº 782, que suspendia os prazos dos serviços homologados pelos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) em decorrência da pandemia ocasionada pela Covid-19. Agora, a nova medida, anunciada no dia 17 de novembro, determina cronogramas graduais para o retorno dos processos e passa a valer a partir de 1º de dezembro.

O Viver Seguro no Trânsito destacou as principais mudanças e datas para atualizações de documentos. Confira abaixo!

Renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH):

Todos os motoristas com habilitação vencida no ano de 2020 deverão solicitar a renovação a partir de 1º de janeiro de 2021, seguindo os meses de validade. Ou seja, os documentos vencidos em janeiro de 2020 poderão ser renovados até 31 de janeiro de 2021; para os vencidos em fevereiro de 2020, a renovação poderá ocorrer até 28 de fevereiro de 2021; e assim sucessivamente, até 31 de dezembro de 2021 para as habilitações com validade em dezembro de 2020.

Transferência de veículo:

Os órgãos de trânsito poderão estabelecer um cronograma específico para o proprietário efetivar a transferência do veículo adquirido no período de 19 de fevereiro a 30 de novembro de 2020. Caso o órgão não estabeleça um calendário, fica determinada a data de 31 de dezembro de 2020 para a efetivação do procedimento para estes proprietários.

Notificação de autuação:

O envio das notificações de autuação (NA) das infrações registradas entre 26 de fevereiro a 30 de novembro de 2020 seguirá um cronograma de 10 meses, a partir da data de cometimento da penalidade. Ou seja, as notificações das infrações computadas nos meses de fevereiro e março de 2020 serão enviadas em janeiro de 2021, e assim por diante, até setembro de 2021, mês que serão enviadas as notificações cometidas em novembro de 2020.

Se organize, fique em dia com a legislação e nos ajude a construir um trânsito mais seguro!

Clique aqui para acessar na íntegra a publicação oficial do Ministério da Infraestrutura.


Continuar lendo

Dicas de segurança para ciclistas e pedestres durante a noite

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), outubro é o mês destinado aos perigos do período noturno no trânsito, onde há maior risco de acidentes envolvendo os usuários vulneráveis pela dificuldade de visibilidade. Pedestres e ciclistas, por serem mais vulneráveis, precisam redobrar a atenção quando estão exercendo suas atividades durante a noite. O Viver Seguro no Trânsito separou algumas dicas para evitar acidentes e contribuir com um trânsito mais seguro. Quer dar uma olhada? Veja abaixo!

De acordo com dados do Seguro DPVAT de janeiro a agosto de 2020, o anoitecer foi o período com maior indenização (22,9%), por isso, garantir mais segurança com para diminuir os riscos de acidente é muito importante para os mais vulneráveis no trânsito, como os ciclistas e pedestres. Nesse momento, além da atenção redobrada, todas as medidas são válidas, sinalização, direção defensiva e itens de segurança.

Para os ciclistas:

O Código de Trânsito Brasileiro determina que as bicicletas necessitam de sinalizações noturnas refletivas, campainhas e espelho retroviso. Porém, outros itens como luzes adicionais e refletivos, para-lama, capacete e colete refletivo são instrumentos que apesar de não serem obrigatórios, podem ajudar muito na redução de acidentes de trânsito e proteção da vida.

Esteja atento também ao caminho realizado,opte pelas rotas com estrutura cicloviária e evite grandes avenidas, preferindo os trajetos alternativos. Não se esqueça que a manutenção da bike também é super importante, e os freios e pneus precisam estar com regulados e bem calibrados para funcionamento adequado ;)

Para os pedestres:

A caminhada a noite pode ser um momento de relaxamento para muitas pessoas, mas precisa de atenção nas vias! Evite o volume alto de músicas em fones de ouvido, é necessário que vocÊ esteja atento aos barulhos emitidos pelo trânsito. Utilize roupa claras e reflexivas, para que o motorista, motociclistas e ciclistas consigam enxergar em um espaço maior. E seja previsível! Preste atenção nos seus movimentos e caminhe nos locais indicados para pedestres ;)

Atenção, pedestres e ciclistas: o Seguro DPVAT está aqui para você!

Sofreu um acidente no trânsito envolvendo um veículo automotor? Conte com a gente! O Seguro DPVAT protege os mais de 211 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito. Caso a vítima se encaixe em uma de nossas coberturas (morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas), não hesite em procurar auxílio!


Continuar lendo

Confira algumas mudanças do novo Código de Trânsito Brasileiro

Na última semana, o Governo Federal sancionou a lei que faz alterações no Código de Trânsito Brasileiro. Com as mudanças, todo o universo do trânsito passa por alterações como, por exemplo, os sistemas de fiscalização e algumas flexibilizações na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Confira no post abaixo.

Em junho, o Projeto de Lei 3.267/2019, com o objetivo de alterar ou flexibilizar algumas regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), já tinha entrado na pauta de votação da Câmara dos Deputados, em caráter de urgência, conforme falamos em post no Viver Seguro no Trânsito. Agora, com a sanção presidencial que ocorreu no último dia 13, as seguintes mudanças foram aprovadas:

Aumento no prazo da CNH:

O aumento do prazo da validade da CNH foi a principal mudança. Ficou estabelecido pela lei que os condutores até 50 anos possuem dez anos para renovar a Carteira Nacional de Habilitação. Para motoristas entre 50 e 70 anos, o prazo se mantém de cinco anos, para os acima de 70 anos, a CNH possui duração de três anos. Para motoristas profissionais, o prazo permanece de cinco anos.

Além das mudanças no tempo de renovação, a nova lei também torna todas as multas leves e médias puníveis apenas com advertência, caso o condutor não seja reincidente na mesma infração nos últimos 12 meses. Há mudanças também no sistema de pontos que suspende a CNH: 40 pontos para quem não tiver infração gravíssima; 30 pontos para quem possuir uma gravíssima; e 20 pontos para quem tiver duas ou mais infrações do tipo.

Dados DPVAT

Em levantamento inédito realizado pela Seguradora Líder, o painel "Dados DPVAT" mostra que, para este ano, há uma previsão de queda de 19% no número de ocorrências em todo o país, considerando o período de isolamento social por conta da pandemia da Covid-19. A estimativa é que 229.646 vítimas sejam indenizadas pelo seguro por acidentes ocorridos este ano.

Apesar da redução, segundo dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS), o Brasil permanece com uma média anual de 30 mil mortes causadas por acidentes.

E você? O que você acha dos números de acidentes projetados e quais medidas acredita que poderiam melhorar este cenário? Deixe aqui o seu comentário ;)





Continuar lendo

Evento discute Década da Segurança Viária

No dia 25 de setembro, profissionais do setor público e privado, especialistas em contextos globais da segurança viária, se reuniram para discutir o futuro do trânsito durante o webinar internacional “A Década da Segurança Viária: balanço e visão de futuro”,. Promovido pela Fundación MAPFRE no Brasil, o evento apresentou os avanços nos últimos dez anos e os desafios para o futuro, trazendo uma reflexão global sobre o tema.

Diretor do Departamento de Determinantes Sociais da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), Etienne Krug, relembrou que, na Terceira Conferência Ministerial Global sobre Segurança nas Estradas, mais de 1,7 mil participantes de cerca de 140 países adotaram a Declaração de Estocolmo sobre Segurança nas Estradas. Com isso, apelaram ao mundo para reduzir em 50% as mortes e os ferimentos no trânsito até 2030. No evento, Krug informou, ainda, que uma nova reunião com chefes de estado deve ser realizada até 2022, para discutir medidas de segurança viária no trânsito.

Já Vitor Pavarino, Oficial Nacional em Segurança Viária e Mobilidade Sustentável da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial De Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, avaliou que, na primeira década da segurança viária, as taxas de mortalidade no trânsito estabilizaram, apesar de ainda apresentarem dados preocupantes, principalmente, nas regiões Norte e Nordeste do país, com acidentes envolvendo motocicletas. Paravarino e destacou, também, que as mortes no trânsito são apenas a ponta do iceberg. Estima-se que a cada morte no trânsito, outras 70 lesões menores acontecem e outras 15 que necessitam de hospitalizações, sobrecarregando o sistema de saúde. "A área da saúde nunca esteve tão em evidência na segurança viária, como nos últimos 10 anos", concluiu.

Fechando o ciclo de palestrantes, Ernesto Mascellani Neto, Diretor-presidente do Detran-SP, avaliou a Década da Segurança Viária de acordo com dados do Governo de São Paulo, reforçando que o estado propôs iniciativas pioneiras e proativas, como o InfoSiga, que centralizou números e gerou grandes avanços no fornecimento de dados sobre acidentes de trânsito. Ernesto também falou sobre o lançamento do Programa Respeito à Vida, resultado da análise destes números.

Mediado pela Diretora de Sustentabilidade e da Fundación MAPFRE no Brasil, Fatima Lima, o evento pode ser conferido, clicando aqui.


Continuar lendo

Semana Nacional de Trânsito: Conheça o Podcast do Seguro DPVAT

Em nova iniciativa da Seguradora Líder, a sociedade brasileira pode se informar e ficar sabendo ainda mais sobre o Seguro do Acidente de Trânsito. Pega o fone e dá o play. O Podcast “A Voz do Trânsito”, do Seguro DPVAT, tá no ar! 🎙

Você já se perguntou como surgiu o Seguro DPVAT ou o que a sigla significa? Quer ficar mais ligado sobre o universo do trânsito e ouvir conteúdos exclusivos com autoridades sobre o assunto? Agora esses e mais conteúdos estarão disponíveis gratuitamente nas plataformas de streamming. Bacana, né?

Esta é mais uma iniciativa da Seguradora Líder com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre o Seguro DPVAT e divulgar informações sobre um trânsito mais consciente e seguro, alinhada com as novas tendências de comunicação digital.

Os episódios estão disponíveis no site da Seguradora, nos aplicativos Spotify, Deezer, Google Podcasts e Pocket Casts. A cada episódio, uma nova informação e novos convidados. Bora ouvir? Então dá o play! ▶


Continuar lendo

Contran estabelece novas regras para fiscalização de velocidade

Durante reunião virtual realizada no dia 2 de setembro, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determinou novas regras para uso dos radares pelos órgãos de fiscalização. Nas novas definições, os radares - fixos e móveis- deverão considerar critérios técnicos bem definidos.

Os radares fixos só podem ser instalados em locais onde houver placas de sinalização indicando o limite máximo de velocidade da via. Além disso, nos locais em que houver redução do limite de velocidade, deve haver placas indicando a gradual redução. Outro ponto de destaque é proibição da instalação de radares em locais onde haja obstrução da visibilidade por placas, árvores, postes, passarelas, pontes e etc.

Entre as alterações aprovadas também estão a proibição do uso de equipamentos sem dispositivo registrador de imagem; a restrição do uso do radar do tipo fixo redutor em trechos críticos e de vulnerabilidade de usuários da via, especialmente, pedestres, ciclistas e veículos não motorizados; e a publicação da relação dos trechos e locais aptos a serem fiscalizados nos sites da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via.

Para novos equipamentos, as regras entram em vigor no dia 1º de novembro. Já para radares em operação passam a valer a partir de 1º de novembro de 2021.

Para conferir todos os requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade, veja a Resolução nº 798, de 2 de setembro de 2020, clicando aqui.

Continuar lendo

Conheça o assistente virtual do Seguro DPVAT

Por aqui, estamos sempre pensando em formas de deixar você e toda a sociedade brasileira cada vez mais próxima do Seguro DPVAT. E nada como uma solução tecnológica simples para quem quer consultar o andamento do seu pedido ou tirar dúvidas sobre como acionar o benefício, fazer o pagamento anual, pedir restituições e muito mais. Para saber tudo sobre a essa novidade, fique ligado no nosso post!

Chegou o assistente virtual!

Na última quarta-feira, 18 de agosto, a Seguradora Líder lançou uma nova forma de atendimento: o assistente virtual do Seguro DPVAT já está disponível, pelo www.seguradoralider.com.br ou pelo whatsapp, para quem é fã de soluções online. Bacana, né? Ao iniciar o seu atendimento pelos canais, você seleciona entre as opções “Andamento do meu pedido de indenização”, para quem já tem um processo aberto e quer saber o status, e “Outros assuntos”, para quem tem dúvidas e quer enviar uma pergunta.

O que posso perguntar?

Entre os questionamentos que o assistente virtual está pronto para responder estão perguntas sobre documentação, o passo a passo para dar entrada, pontos de atendimento, valores das indenizações, como os proprietários de veículos podem pagar o seguro, o calendário de pagamento e como pedir restituições de valores pagos a mais ou em duplicidade.

Para quem prefere o atendimento via WhatsApp, é só entrar em contato por meio do (21) 96781-3444. Mas se você prefere entrar em contato através do nosso site, basta procurar o ícone abaixo, no canto inferior.

E quando o nosso assistente virtual não conseguir te ajudar, ele vai te transferir para um dos nossos atendentes!

Se você chegou aqui e continuou com alguma dúvida, nossos comentários e outros canais de atendimento estão à disposição. Fala com a gente!


Continuar lendo

Como dar entrada no Seguro DPVAT sem sair de casa

Na última semana, os Correios entraram em greve, e se você quer dar entrada no Seguro DPVAT e ficou pensando quais são as alternativas, te contamos aqui nesse post! Você não precisa sair de casa para enviar o seu pedido ou documentos complementares, caso o seu processo tenha alguma pendência. Fique ligado!

Na palma da mão

Você tem aí, na palma da sua mão, um dos pontos de atendimento do Seguro DPVAT. O aplicativo do benefício está disponível para download, gratuitamente, na Google Play e Apple Store. É possível fazer a solicitação para as três coberturas – invalidez permanente, morte e reembolso de despesas médicas (DAMS) – e enviar a documentação, fotografando diretamente pela câmera do celular ou enviando o documento em PDF.

Se você prefere falar com alguém para entender melhor todo o procedimento, é só entrar em contato com a nossa Central de Atendimento. O atendimento está disponível, exclusivamente para as vítimas de acidentes de trânsito e seus beneficiários, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exceto feriados nacionasis, por meio dos telefones 4020-1596, para capitais e Regiões Metropolitanas, e 0800 022 12 04, para outras regiões.

E como envio documentos pendentes?

Para enviar documentos complementares do seu pedido, não é preciso retornar a agência dos Correios, se você tiver dado entrada por lá. O Seguro DPVAT conta com um recurso online para envio diretamente pelo site www.seguradoralider.com.br ou pelo https://documentospendentes.seguradoralider.com.br/. Para usar o recurso, o beneficiário deverá ter em mãos o número do sinistro e o CPF, além de todos os documentos pendentes para envio de uma só vez.

Gostou da dica de hoje? Lembre-se, se você tiver qualquer dúvida sobre como acessar o Seguro DPVAT, entre em contato com a gente pelos comentários!

Continuar lendo

Equipamentos de segurança e sua importância para prevenção de acidentes

No último post do Blog Viver Seguro no Trânsito falamos um pouco sobre o calendário de temas sobre prevenção e educação liberado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Em agosto, um dos equipamentos mais eficazes para garantir a segurança de motoristas e passageiros em caso de acidentes de trânsito, é o destaque. Ponto para quem apostou no cinto de segurança! Acompanhe o nosso post e saiba mais sobre proteção dentro dos veículos.

A história do cinto de segurança

Esse equipamento tão conhecido foi patenteado em 1895, nos Estados Unidos. Apesar disso, seu uso foi implementado somente em 1958, em um modelo Corvette, fabricado pela Chevrolet. O tipo de cinto de segurança que conhecemos e utilizamos hoje, chamado de três pontos, era preso na estrutura do veículo e só chegou para o público em 1959, desenvolvido pelo engenheiro sueco Nils Bohlin. Legal né?

No Brasil

Aqui no Brasil, a obrigatoriedade do uso do equipamento completará 23 anos em setembro. Ela foi instituída pelo artigo 65 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Andar sem o cinto de segurança, tanto o motorista quanto o passageiro, resulta em uma infração grave sujeita à multa de R$ 193,23; retenção do veículo até a colocação do cinto e 5 pontos na carteira do motorista, de acordo com o artigo 167 do CTB.

Proteção para crianças

Os cintos de segurança são os equipamentos utilizados para proteção em casos de acidentes para crianças maiores, jovens e adultos. Mas não podemos esquecer que a proteção dos pequenos também é muito importante dentro dos carros. Para isso, é preciso utilizar corretamente o equipamento de acordo com a idade.

Até 1 ano: Para essa idade, a regra é o uso do bebê conforto. E fique atento: a forma correta de instalação é virada para o banco de trás, protegendo ainda mais em caso de choque frontal entre veículos.

1 a 4 anos: Para essa idade, a cadeirinha é o dispositivo adequado. Virada para frente, no mesmo sentido dos passageiros, sempre no banco de trás!

A partir dos 4 anos: Para essa idade, é preciso usar o assento de elevação para a utilização do cinto de segurança do carro. É imprescindível que o dispositivo não fique no pescoço da criança, para que não machuque em caso de impacto.

Continuar lendo

Conheça o calendário de campanhas educativas de trânsito para 2020

Você sabia que, todos os anos, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) divulga um calendário de temas para que sejam desenvolvidas campanhas de educação no trânsito? Por conta da pandemia de COVID-19, as ações deste ano ficaram concentradas entre os meses de agosto e dezembro. Para saber um pouco mais sobre os assuntos de 2020, acompanhe o nosso post!

O cronograma tem como tema principal "Perceba o risco, proteja a vida" e deve ser divulgado pelos órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito (SNT). As mensagens poderão ser adaptadas de acordo com as particularidades de cada região. Legal né?

E não para por aí. Até dezembro, cinco campanhas educativas estão previstas com temas super relevantes, como a importância do cinto de segurança e dispositivos de retenção infantil; o respeito no trânsito e os usuários mais vulneráveis; o perigo do período noturno no trânsito; os impactos sociais dos acidentes do trânsito; e os riscos de beber e conduzir. O principal momento do ano será durante a Semana Nacional de Trânsito, de 18 a 25 de setembro.

Quer conhecer os temas? Dá uma olhada:

AGOSTO - Uso de cinto de segurança e dispositivo de retenção infantil. O objetivo das campanhas educativas é ressaltar que o uso destes equipamentos salva vidas.

SETEMBRO - Serão duas abordagens: usuários vulneráveis e respeito no trânsito. A ideia é abordar a vulnerabilidade dos pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, que são os mais expostos ao risco, além de alertar que o uso do capacete pode salvar vidas. As campanhas também deverão abordar a relação de violência e conflitos entre os usuários do trânsito, reforçando seu caráter coletivo e reforçando a importância de cuidar de si e do outro.

OUTUBRO - Com o mote “Ver e ser visto”, a campanha terá como foco os perigos do período noturno no trânsito, onde há maior risco de acidentes envolvendo os usuários vulneráveis pela dificuldade de visibilidade.

NOVEMBRO - Impactos sociais dos acidentes, trazendo o tema do Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito (realizado no terceiro domingo de novembro). As campanhas devem levar a uma reflexão sobre como as lesões e sequelas psicológicas e sociais impactam a vida das vítimas e de seus familiares depois do acidente.

DEZEMBRO - Álcool e condução: riscos do uso de substâncias psicoativas lícitas e ilícitas. Em decorrência das festas de fim de ano, as campanhas terão como foco alertar motociclistas e condutores sobre os perigos de pilotar ou dirigir após o consumo dessas substâncias, além da promoção de ações integradas com a fiscalização.

Se você quer ficar por dentro sobre educação e prevenção no trânsito, fique ligado nos próximos posts do blog Viver Seguro no Trânsito!


Continuar lendo

Página 1 de 13
12345678910...