Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Categoria: Dicas

#BonsExemplos: Santa Catarina investe em prevenção de acidentes com motociclistas

Sempre compartilhamos por aqui #BonsExemplos de iniciativas para a prevenção de acidentes de trânsito. Neste post vamos falar de Santa Catarina, que está desenvolvendo uma campanha estadual permanente para a prevenção de acidentes com motociclistas. Bacana não é mesmo?

O projeto de lei, que tem como objetivo cumprir com essas medidas de prevenção, foi apresentado pela deputada estadual Ada Faraco de Luca (MDB) e foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa. Os dados apresentados pela parlamentar incluem as ocorrências de trânsito envolvendo motos indenizadas pelo Seguro DPVAT entre 2008 e 2018, em que, pelo menos 2,4 milhões de brasileiros ficaram com algum tipo de sequela permanente em decorrência de acidentes com motocicletas.

Os nossos dados de pagamento de indenizações do Seguro DPVAT mostram que, homens entre 18 e 34 anos são as principais vítimas de acidentes de trânsito. "São pessoas em plena capacidade produtiva, mas que ficam inválidos para o trabalho", afirmou a parlamentar.

De janeiro a maio de 2020, foram mais de 8 mil pagamentos realizados pelo Seguro DPVAT para o Estado de Santa Catarina. As solicitações referentes a acidentes que resultaram em invalidez permanente representaram a maioria das indenizações pagas pelo seguro no local, 68% (5.755). O reembolso de despesas médicas e suplementares (DAMS) totalizou 25,3% (2.145) das indenizações e os casos de morte, 6,7% (567).

A proposta que foi apresentada em setembro de 2018, passou por diligências externas e teve o texto aprovado em todas as comissões.

Continuar lendo

Saiba como enviar documentos pendentes do seu pedido do Seguro DPVAT

Você sabia que a Seguradora Líder possui uma plataforma online para envio de documentação pendente? Por meio da ferramenta é possível executar tudo de forma simples e o melhor: sem sair de casa. Quer saber mais? Então, acompanhe o post do blog Viver Seguro no Trânsito e saiba mais sobre como agilizar e simplificar o processo de análise do seu pedido!

O que devo fazer?

Antes de tudo, você precisa consultar o número do seu sinistro no site institucional para saber a situação atual. Caso haja alguma documentação pendente, basta acessar o site e ter em mãos o CPF e também o número do seu pedido.

Primeiros passos:

Logo no primeiro acesso, uma tela com as orientações de como utilizar a ferramenta irá aparecer. Leia com atenção às instruções e não esqueça de observar o tamanho máximo dos arquivos a serem enviados e o formato .pdf.

Não se esqueça que toda documentação deve ser enviada de uma única vez e deverá seguir as orientações de limite e tamanho. Além disso, sempre verifique a qualidade dos anexos enviados, se não há nenhuma informação cortada e se todas as letras estão legíveis. Isso faz com que o processo seja mais facilmente analisado.

Outra informação importante é da cobertura por morte. Nesses casos, a documentação pendente de todos os beneficiários do pedido deve ser enviada junta, de uma única vez. Lembre-se que todo o processo pode ser realizado sem ajuda de intermediários e que, após o envio de toda a documentação pelo site, não é necessário ir a um ponto de atendimento para confirmar nada ;)


Continuar lendo

Como preencher o Formulário de pedido do Seguro DPVAT?

O Formulário de Pedido do Seguro DPVAT centraliza as principais informações de vítimas e beneficiários e é um documento obrigatório para todas as coberturas do Seguro DPVAT. Para te ajudar, montamos um passo a passo de como preencher esse documento da forma correta e completa, evitando atrasos na análise e liberação dos pagamentos dos pedidos. Curtiu? Então, continue acompanhando!

1- Antes de tudo, acesse o formulário, disponível aqui:

2- Reserve um momento de completa atenção para o preenchimento! O erro de um número ou dado pode impedir a análise do seu processo, gerando pendência. Portanto, já sabe: faça com calma!

3- Mão na massa! Comece assinalando a cobertura que deseja pleitear: morte, invalidez permanente ou DAMS. Em caso de invalidez permanente e DAMS, você pode assinalar as duas opções no mesmo formulário. Depois, reúna todos os documentos e informações e comece o preenchimento:

  • ▶ CPF da vítima;
  • ▶ Nome completo da vítima;
  • ▶ Nome completo do beneficiário;
  • ▶ Profissão;
  • ▶ Informações residenciais que devem ser iguais aos comprovantes apresentados (endereço, número, complemento, bairro, cidade, estado e CEP do beneficiário);
  • ▶ e-mail;
  • ▶ Informações sobre a renda mensal;
  • ▶ Dados bancários: o beneficiário deverá escolher entre conta poupança ou conta corrente e informar banco, agência e conta.

É importante lembrar que, em caso de beneficiários entre 0 e 15 anos e pessoas declaradas incapazes, é preciso preencher os campos 17 a 19, com as informações do representante legal.

4- Agora vamos a algumas particularidades: caso você esteja dando entrada por invalidez permanente e não for apresentar o laudo do Instituto Médico Legal (IML), será necessário o preenchimento do campo 22, Declaração de Ausência de Laudo do IML. Se sua cobertura não for por invalidez permanente, basta deixar o campo em branco.

5- Outro caso específico é a Declaração de Únicos Beneficiários, necessária apenas nas indenizações por morte. Se esse for o caso, certifique-se de preencher todos os campos corretamente;

6- Insira o dia, mês e ano do preenchimento.

7- Caso o beneficiário não seja alfabetizado, será necessária a inclusão da impressão digital ao final do formulário e o CPF. Além disso, é necessário escolher uma pessoa que assinará a rogo, ou seja, a pedido do beneficiário, se comprometendo a dar ciência do teor de todo o documento.

8- Para a parte das assinaturas, tenha muito cuidado, é necessário que a vítima/beneficiário assine conforme o documento de identificação apresentado!

9- Para finalizar o formulário, as testemunhas. Campo obrigatório apenas em casos de indenizações por morte ou aquelas destinadas às vítimas ou beneficiários não alfabetizados.

Agora seu formulário já está completo! Se mesmo com as orientações, surgirem algumas dúvidas, lembre-se que você pode comentar o post ou entrar em contato através da página oficial do nosso Facebook, que iremos atender e prestar os devidos esclarecimentos!



Continuar lendo

Como envio meus documentos pelo App do Seguro DPVAT?

O app Seguro DPVAT é uma das formas para você dar entrada no seu pedido de indenização sem precisar sair de casa. Para te ajudar, montamos um passo a passo de como você deve fazer para enviar seus documentos pela plataforma da forma correta.

Antes de começar, você precisa ter o aplicativo Seguro DPVAT instalado no seu celular e fazer o seu cadastro. O app é grátis e está disponível para Android e iOS.

Loja do Google
Loja da Apple

Vamos lá?

Se você quiser fotografar seus documentos com a câmera do próprio celular, na tela "Documentos do Sinistro", clique no ícone da câmera localizado ao lado de cada documento.

Após clicar, a sua câmera será aberta para que você possa tirar as fotos. É muito importante que o documento esteja apoiado em uma superfície reta para que a foto fique com uma boa qualidade. Confira se é possível ler todas as informações do documento na foto que você tirou antes de enviá-la.

Se você prefere enviar os documentos em pdf, na tela "Documentos do Sinistro", clique no ícone localizado ao lado de cada documento e busque os documentos nos arquivos do seu celular.

Nos dois formatos de envio de documentos, é importante ficar atento aos itens que estão marcados com um asterisco (*) pois eles são obrigatórios.

Pronto! Agora é só clicar em “continuar” para confirmar os seus envios.

Ficou com alguma dúvida? É só comentar aqui que vamos te ajudar.



Continuar lendo

Saiba como fazer o pedido de indenização do #SeguroDPVAT pelo telefone


Para facilitar o acesso dos beneficiários e vítimas de acidentes de trânsito ao Seguro DPVAT, a Seguradora Líder anunciou mais uma forma de dar entrada nos pedidos de indenização e reembolso de despesas médicas: a Central de Atendimento! Quer saber um pouco mais sobre esse serviço? Então fique ligado no passo a passo do post abaixo e anote todas as dicas!

1º passo: Canal de Atendimento


Para ter acesso ao atendimento telefônico, você precisa entrar em contato por meio do 4020-1596, para capitais e Regiões Metropolitanas, e 0800 022 12 04, para outras regiões, de seguda a sexta-feira, das 8h às 20h.

2º passo: Conversa com o atendente


No primeiro atendimento, você vai conversar com um atendente, que irá fazer algumas perguntas sobre o acidente, para entender em qual cobertura o beneficiário se encaixa.

3º passo: Pré-cadastro


Depois de identificada a cobertura, o atendente realizará um pré-cadastro com todas as informações passadas pelo beneficiário e encaminhará um e-mail com as orientações para que os documentos sejam encaminhados para a Seguradora Líder.

4º passo: Envio de documentos


Essa parte é muito importante! É quando o direito à indenização ou ao reembolso das despesas é comprovado. A documentação obrigatória deverá ser encaminhada por e-mail, completa e correta, para seguir para a análise da Seguradora Líder. Lembre-se de revisar todos os anexos e conferir se todas as informações estão legíveis.

5º passo: Aguarde!

O prazo para análise da documentação é de até 30 dias. Você pode conferir o andamento do processo através do nosso site, clicando aqui. Caso o pedido seja pendenciado pela falta de algum documento, o serviço também pode ser feito sem sair de casa, através do site: https://documentospendentes.seguradoralider.com.br/. Basta acessar e seguir o passo a passo ;)

Ficou com alguma dúvida depois desse tutorial? Não tem problema! Entre em contato com a gente, que iremos te ajudar!


Continuar lendo

COVID-19: CNH e licenciamento de veículos tem prazo de validade estendido

Para conter a epidemia do novo Coronavírus (COVID-19) no Brasil, companhias e autoridades tem contribuído com medidas para manter a população em casa e diminuir o impacto da quarentena nas obrigações rotineiras. Quer saber como elas se encaixam no universo do trânsito? Fique ligado aqui no blog Viver Seguro no Trânsito!

No último dia 20 de março, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou a deliberação nº 185, ampliando e interrompendo prazos de processos e procedimentos dos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. No documento, o órgão oficializou a extensão dos prazos de validade, por tempo indeterminado, das Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH), vencida desde 19/02/2020. Este prazo aplica-se também para a Permissão de Dirigir (PPD). A deliberação inclui, ainda, a interrupção da expedição do Certificado de Registro de Veículo (CRV), mais conhecido como documento do carro, em caso de transferência de propriedade de veículo adquirido desde o dia 19 de fevereiro deste ano, além do registro de licenciamento de veículos novos, desde que ainda não expirados.

Se você estava com o processo para tirar a habilitação já em curso, não se preocupe. O prazo para conclusão do processo passou de 12 para 18 meses. Isso significa que quem começou o processo de habilitação em março do ano passado e ainda não concluiu, por exemplo, não precisa se preocupar pois terá até setembro pra concluir o processo.

A deliberação também interrompeu, por tempo indeterminado, os prazos para defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual, recursos de suspensão de direito de dirigir e cassação do documento de habilitação.

E você, se encaixa em alguns desses casos? Fique tranquilo e lembre-se que, o importante agora é ficar em casa!

Veja aqui a Deliberação do Contran nº 185, de 19 de março de 2020


Continuar lendo

Saiba como pedir a restituição do Seguro DPVAT 2020


Pagou o Seguro DPVAT 2020 com o mesmo valor do ano passado? Então, você tem direito à restituição do valor pago a mais! Para saber como fazer o procedimento, o blog Viver Seguro no Trânsito preparou um post especial que explica de forma rápida e simples o passo a passo. Dá uma olhada!

1. Primeiro você vai precisar acessar o site disponibilizado pela Seguradora Líder para pedir a restituição do valor do Seguro DPVAT 2020. É só acessar o https://restituicao.dpvatsegurodotransito.com.br/ e a devolução da diferença dos valores pagos será feita diretamente na conta corrente ou conta poupança do proprietário do veículo.

2. Em seguida, você vai precisar informar alguns dados no formulário: CPF ou CNPJ do proprietário, Renavam do veículo, e-mail de contato, telefone de contato, data em que foi realizado o pagamento a maior, valor pago, banco, agência e conta corrente ou conta poupança do proprietário.

3. Depois de realizar a solicitação, o proprietário vai receber por e-mail um código de protocolo. Para acompanhar o andamento da solicitação, basta acessar o site e clicar na opção “Consulta” e inserir o número recebido.

4. Pronto! Agora é só aguardar. Se todos os dados estiverem corretos, o valor estará na conta corrente ou poupança do proprietário em até 3 dias úteis.

Confira abaixo os valores que serão restituídos em 2020:


Ficou com alguma dúvida sobre o passo a passo ou teve problemas com sua restituição? Manda uma mensagem pra gente clicando aqui ou comente aqui embaixo que iremos te ajudar!


Continuar lendo

Saiba como dar entrada no seu pedido pelo App Seguro DPVAT

Diante das últimas notícias e acontecimentos relacionados ao coronavírus, a gente sabe que o melhor a se fazer é ficar em casa né, galera? Pensando nisso, o Viver Seguro no Trânsito resolveu fazer um tutorial para te ajudar a dar entrada no seu pedido de indenização ou reembolso utilizando o aplicativo Seguro DPVAT. Quer saber mais? Então fica ligado no post!

Para começar, acesse a loja virtual do seu smartphone, Google Play ou Apple Store, e procure o Aplicativo “Seguro DPVAT”, como no ícone abaixo:

Após abrir o aplicativo, vai selecionar a opção “Sou vítima ou beneficiário ou representante legal”. Caso seja seu primeiro acesso, na tela seguinte você vai realizar um “Cadastro” e informar e-mail, CPF e data de nascimento, telefones e outras informações.

Após realizada essa etapa, você vai precisar conferir seu e-mail e usar a senha provisória que receber para iniciar a navegação na plataforma. Com ela, será possível realizar o login. Não esqueça: altere a sua senha e, depois comece a cadastrar um “novo pedido” do Seguro DPVAT.

Pedidos de indenização do Seguro DPVAT:

Depois de realizado o cadastro no aplicativo, você vai começar a completar as informações como tipo de cobertura, dados pessoais da vítima e data, hora e informações do acidente de trânsito.

Depois de inserir todos os dados pessoais, você vai precisar digitalizar os documentos. Clique no “ícone da câmera” ao lado de cada documento para fotografar a imagem. Caso o documento possua mais de uma foto, após a primeira captura, selecione a opção “mais fotos”. Depois de anexar tudo, basta enviar o seu pedido.

Lembre-se: os documentos são os dados que comprovam as informações selecionadas anteriormente, portanto, tenha cuidado e verifique se, após fotografar, as informações se encontram todas visíveis.

Sem pressa!

Quando for realizar esse procedimento, faça com tempo e calma! Leia com muita atenção todas as dicas e instruções no aplicativo para cadastrar o seu pedido e verifique se todas as informações que inseriu no pedido estão certas. Realizar o procedimento corretamente e sem nenhum erro é extremamente importante para que a indenização ocorra de forma mais rápida.

Tutoriais

Se ainda ficar com alguma dúvida, temos dois materiais que podem te ajudar:

Um deles está disponível no Slideshare, rede para compartilhamento de apresentações, que você confere aqui.

O outro é um tutorial em vídeo, disponível no nosso YouTube, que você confere aqui:

E lembre-se, estamos sempre por aqui nos comentários!


Continuar lendo

Carnaval com segurança no trânsito!

O feriado mais esperado por muitos brasileiros está chegando! E com alguns dias de folga, pegar a estrada para aproveitar o Carnaval, ou o descanso, viajando. Nestas datas, com mais pessoas pelas ruas, aumento do fluxo nas estradas e trânsito nas cidades, a atenção deve ser redobrada para evitar um acidente. E os números do Seguro DPVAT comprovam que é preciso cuidar da segurança: em 2019, foram registrados mais de 3.300 acidentes já indenizados para vítimas de acidentes de trânsito nas três coberturas: morte, invalidez permanente e reembolso por despesas médicas (DAMS). Acompanhe o nosso post e fique ligado nas dicas!

Beber e dirigir é furada!

Parece muito óbvio, mas muita gente ainda insiste em misturar direção e bebida alcoólica, principalmente durante o Carnaval. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), nos últimos 10 anos, mais de 3.200 pessoas estiveram envolvidas em acidentes relacionados ao consumo de álcool. Conduzir sob efeito de álcool é um ato de irresponsabilidade que põe em risco a vida de todos que estão no trânsito. Então, já sabe: nada de beber e dirigir!

Atenção à iluminação!

Os períodos com maior número de acidentes registrados e já indenizados pelo Seguro DPVAT no período de Carnaval foram entre 17h e 19h59 (anoitecer), com 23,10% das ocorrências e 13h e 16h59 (tarde), com 20,45%, períodos em que as ruas costumam estar mais cheias por conta dos festejos. Para evitar acidentes, procure estar sempre com os faróis acesos. Quando for usar o farol alto, faça isso somente em trechos muito escuros e em que não haja outros carros na sua faixa ou no sentido contrário!

Para aproveitar sem se preocupar

Se você é daqueles que não quer se preocupar com congestionamento, revisão de veículo e dar aquela descansada nos deslocamentos, escolha o transporte público! Programe sua passagem com antecedência para evitar filas e viagem em segurança. E nada de esquecer do cinto de segurança!

Quer contribuir com mais dicas para curtir o Carnaval em segurança? Manda pra gente pelos comentários!


Continuar lendo

Linguagem das estradas garante uma viagem mais segura

Existem vários sinais que são utilizados para uma comunicação na estrada. Saber o significado deles é sempre útil e pode tornar a sua viagem mais segura e agradável, principalmente em período de férias.

Duas buzinadas rápidas em toques curtos é um “obrigado” sonoro. Piscar faróis com intervalos indicam aos motoristas que trafegam no sentido oposto que existem problemas adiante e devem reduzir a velocidade, podendo ser um acidente ou animal na pista. Se o veículo a frente ligar a seta da esquerda, significa que no momento, uma ultrapassagem não é prudente, porém, caso ligue a seta da direita, é um sinal de que, a princípio, há chances de uma ultrapassagem, mantendo sempre o cuidado em saber se o caminho está livre.

Lembre-se também de respeitar a sinalização da rodovia, as placas e sinalizações em horizontal são alertas e orientações do que fazer e não fazer. No caso de pane no veículo ou acidente sinalize o local, preservando em primeiro lugar a sua segurança e dos ocupantes dos veículos. No caso de rodovias federais, ligue imediatamente para o telefone da Polícia Rodoviária Federal (191) e peça ajuda.


Continuar lendo

Página 1 de 12
12345678910...