Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Categoria: Eventos

Encontro de cidadania e solidariedade

Você sabia que o Seguro DPVAT indenizou mais de 650 mil pessoas só em 2015? Mesmo com tanta gente beneficiada, muitos não sabem o que é o Seguro e como ele funciona. Para ajudar a esclarecer essas e outras dúvidas sobre esse importante benefício oferecido à sociedade, a Seguradora Líder-DPVAT, que administra o Seguro DPVAT, marcou presença na 26ª edição da Ação Global.

Promovido pela parceria do SESI com a TV Globo, o encontro oferece diversos serviços de cidadania, saúde e qualidade de vida à população e já beneficiou mais de 46 milhões de pessoas ao longo de 25 anos de cidadania. Esse é um tema que tem tudo a ver com a Seguradora-Líder DPVAT, que cumpre um importante papel social ao fazer a gestão do Seguro DPVAT.

[gallery ids="4289,4290,4291,4292,4293,4287"]

Esse recurso auxilia financeiramente vítimas de acidentes de trânsito em três situações: reembolso de despesas médicas, invalidez permanente e morte. Durante a Ação Global, a Seguradora Líder-DPVAT esclareceu dúvidas dos visitantes, de forma gratuita, sobre como funciona o Seguro e explicou como todos; motoristas, passageiros ou pedestres, podem dar entrada no benefício sem apuração de culpa.

E aí? Você tem dúvidas sobre o Seguro DPVAT? Deixe a sua pergunta aqui, nos comentários, que a gente responde. :D

Continuar lendo

Quer viajar com segurança no carnaval? Confira nossas dicas!

Vai aproveitar o feriadão de carnaval para viajar? Nesse período de grande circulação de veículos nas rodovias crescem também as chances de envolvimento em acidentes de trânsito. Seja qual for o caso, é importante redobrarmos a atenção, procurando sempre adotar a direção defensiva, conduzindo o veículo com muita cautela. Para ajudar você a pegar a estrada com mais tranquilidade, separamos algumas dicas que podem ser seguidas antes e durante a viagem. Confira!

- O trajeto pode ser planejado com antecedência. Assim, você já sabe onde tem pontos de parada para descansar, usar o banheiro ou tomar um café.

- O que acha de fazer uma revisão completa no veículo? Dessa forma, você consegue descobrir se o carro está com algum problema e consertá-lo antes de pegar a estrada.

- A viagem é longa? Melhor comer frutas, legumes, verduras e um carboidrato do que abusar em alimentos pesados antes de viajar. Aquela feijoada gostosa pode ficar para quando você chegar ao seu destino.

- É importante que os limites de velocidade sejam respeitados, pois eles ajudam na prevenção de acidentes.

- O cinto de segurança ajuda a garantir a segurança do motorista e dos passageiros em casos de acidentes. Vamos adotá-lo sempre, tudo bem?

- Álcool e direção não combinam. A bebida alcoólica tem influência na atenção e nos reflexos, mesmo em pequenas quantidades.

- Crianças pequenas devem viajar na cadeirinha infantil, combinado?

- Animal de estimação, só com cinto especial ou caixa de transporte adequada ao tamanho dele. Sabemos que cachorros gostam de ventinho na cara, mas garantir a segurança do seu pet é mais importante ;)

Por último, capriche na fantasia e na alegria durante o carnaval! Vá e volte seguro, com boas histórias para contar!

Continuar lendo

Simulador para motos é destaque do OBSERVATÓRIO no Salão do Automóvel que começa hoje

simulador de motos

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – ONSV – participará do 29º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que será realizado de 10 a 20 de novembro, no São Paulo Expo Center. Num estande próprio, colocará à disposição dos visitantes um simulador de fabricação espanhola e de última geração para direção de motocicleta.A proposta é que motoristas, em especial aqueles que não dirigem moto, testem o equipamento – que será disponibilizado pela primeira vez no Brasil -, para sentirem a sensação de pilotar o veículo e, ainda, terem a percepção dos riscos a que os motociclistas estão expostos.

O piloto de testes César Urnhani, do programa AutoEsporte, da Rede Globo, estará no estande do OBSERVATÓRIO no dia 11 de novembro para um bate papo com os visitantes. Nas conversas, abordará a convivência sobre duas rodas, na qual reforçará a importância do respeito ao motociclista, com os quais divide a via, por parte dos outros condutores.O OBSERVATÓRIO lança também durante o Salão do Automóvel a campanha de alerta sobre os pontos cegos de veículos (áreas em que motoristas ficam sem visibilidade em torno de seus veículos e que os impedem de visualizar outros veículos, pedestres, crianças e motociclistas).

A campanha se inspira no modo como os condutores de veículos devem agir para redução dos efeitos negativos desses pontos.A participação do OBSERVATÓRIO no evento conta com o apoio do Ministério das Cidades, Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Seguradora Líder-DPVAT e Prosimulador.Salão do AutomóvelO Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, em seus mais de 50 anos de sucesso, consegue inovar e conectar as grandes marcas aos apaixonados por carros.

Nesta edição serão mais de 150 lançamentos, mais de 540 veículos expostos e mais de 100 horas de entretenimento. Todas as marcas de automóveis comercializados no Brasil participam do evento, que é considerado o quarto maior do mundo e um dos principais da economia brasileira. O evento, segundo seus organizadores, é responsável pela geração de mais de 30 mil empregos diretos e indiretos e movimenta mais de R$ 280 milhões na cidade de São Paulo.

Sobre o OBSERVATÓRIO
O OBSERVATÓRIO é um órgão consultivo e de inteligência, que promove estudos e pesquisas, colhe dados e informações e atua na educação com objetivo de oferecer os subsídios técnicos necessários para o desenvolvimento seguro do trânsito em benefício do cidadão. Sua missão é contribuir para a redução do número de mortos e feridos por acidentes de trânsito em todo país.

Continuar lendo

Por um trânsito livre do estresse!

Semana Nacional de Trânsito_02Gentileza e educação são características que facilitam muito o dia a dia das pessoas, seja na hora de resolver problemas ou praticar uma boa ação. No trânsito, entretanto, muitas vezes o que se vê são atitudes imprudentes reforçadas pelo estresse e pela falta de paciência, uma combinação perigosa capaz de desencadear acidentes e fazer vítimas diariamente. A Semana Nacional de Trânsito, que acontece até o dia 25 de setembro, traz o tema “Eu sou + 1 por um trânsito + seguro” na expectativa de conscientizar os cidadãos brasileiros sobre os impactos que suas ações podem causar a outras vidas.

De acordo com pesquisa feita pelo International Stress Management Association (Isma-Brasil), os brasileiros precisam ligar o sinal de alerta para o perigo, o que inclui atenção total até nas pequenas atitudes que tomamos diariamente, afinal, segundo o estudo, somos a segunda população mais estressada do mundo. Seja por questões pessoais, no trabalho ou outros motivos, o fato é que o estresse acaba contribuindo para a falta de atenção de motoristas e pedestres, levando a atitudes como fechar outros carros no trânsito, parar o veículo em cima da faixa de pedestres e participar de discussões e brigas desnecessárias.

Outro estudo realizado pela Fundação AAA para Segurança no Trânsito, dos Estados Unidos, aponta que 51% dos condutores colam de propósito no carro da frente, 45% buzinam para demonstrar irritação e 24% bloqueiam outros veículos que tentam mudar de faixa. Por isso, além de ter mais atenção ao dirigir ou caminhar na rua, tenha calma, seja tolerante e não leve pequenas ações para o lado pessoal.

Se você é pedestre, procure respeitar a sinalização, atravessar a rua na faixa e, principalmente, utilizar sempre passarelas quando necessário. Para exercitar mais a gentileza, ajude idosos e pessoas com deficiência visual em sinais de trânsito; se está dirigindo, dê passagem a outro motorista que indica intenção de mudar de faixa; se cometeu um erro, peça desculpas e procure relevar atitudes incoerentes de outras pessoas.

Hoje, vários países estão comemorando o Dia Mundial Sem Carro.  Que tal deixar o carro em casa e fugir um pouco do estresse do trânsito?

Suas ações são capazes de inspirar outras pessoas e reverter o grande número de vidas perdidas no trânsito. Construir mais segurança em ruas e estradas também é responsabilidade de todo cidadão. Pratique a gentileza e transforme o dia de alguém! Afinal, gentileza gera gentileza.

Continuar lendo

O que o Brasil tem feito para mudar o triste cenário nas ruas e estradas do país?

Semana Nacional de Trânsito_03

Acidentes de trânsito estão entre as principais causas de mortes em todo o mundo, tirando a vida de mais de 1,25 milhão de pessoas por ano, segundo levantamento feito em 2015 pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O dado assusta e exige ação de todos para transformar essa triste realidade no trânsito. Com o sinal de alerta ligado para a preocupante situação, a Organização das Nações Unidas (ONU) definiu, em 2011, que trabalharia para contornar o problema junto a diversos países.

Nomeada como a “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” – um dos pontos de partida para a Semana Nacional de Trânsito deste ano, celebrada entre os dias 18 e 25 de setembro –, a iniciativa luta para diminuir pela metade o número de ocorrências dessa natureza até 2020, por meio de políticas de segurança. Diversos lugares do mundo têm se dedicado ao Plano Mundial para a Década de Ação pela Segurança no Trânsito, levando em conta quatro pilares importantes para a transformação necessária: gestão das ações de prevenção e de segurança no trânsito; a segurança nas vias públicas; a segurança e a proteção dos usuários de veículos; a segurança dos usuários das vias mais vulneráveis (pedestres, ciclistas e motociclistas) e o atendimento e socorro às ocorrências.

E o que Brasil vem fazendo para concretizar o comprometeu com essa luta? De acordo com o terceiro informe sobre a atual situação viária no mundo feito pela OMS em 2015, o país é uma das nações que mais vêm se empenhando para mudar a realidade atual do trânsito, cumprindo leis para controlar riscos, como o uso do cinto de segurança, do capacete e da cadeirinha para crianças, bem como a redução do limite de velocidade em áreas consideradas críticas.

Além das regras, os estados brasileiros têm investido em fiscalização mais intensa e em ações educativas sobre a importância da sinalização para ruas mais seguras, o correto uso da faixa de pedestres e o respeito às leis. Mesmo com iniciativas e campanhas, o país continua sofrendo com ocorrências de trânsito e segue com o maior número de acidentes da América do Sul, com o registro de 23,4 por 100 mil habitantes. Em 2009, a taxa era de 19 por 100 mil habitantes.

Os dados servem como alerta para autoridades e população, já que, mesmo com o aumento da colaboração e do engajamento, ainda esbarramos na dificuldade de realizar políticas públicas mais rígidas e eficazes e de investir mais em alternativas sustentáveis de transporte. Países como Finlândia, Luxemburgo e Angola focaram seus esforços na qualificação de meios coletivos e não motorizados, para beneficiar o maior número de pessoas com mais segurança. Nesse sentido, a cidade de São Paulo também tem tentado fazer sua parte, ao incentivar, por exemplo, o uso da bicicleta nas ciclovias construídas nos últimos anos.

A proteção faz parte do cotidiano de pessoas determinadas a não sofrerem com riscos. Mas, além disso, a prudência deve acompanhar motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Seja consciente e contribua com boas ações no trânsito. Aproveite a Semana Nacional de Trânsito para fazer um balanço das suas atitudes e como o cuidado e o engajamento são determinantes para salvar vidas!

Continuar lendo

Invalidez Permanente preocupa e vira tema de mais um vídeo do nosso blog para a Semana do Trânsito

600X500PX[13]

O tema definido pelo CONTRAN, para a Semana Nacional de Trânsito deste ano é: "Década Mundial de Ações para a Segurança no trânsito - 2011/2020: Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”.

A meta da Década Mundial é reduzir a quantidade de mortes e lesões causadas por acidentes de trânsito em pelo menos 50% em relação a quantidade atual. Segundo a ONU, cerca de 1,3 bilhões de pessoas morreram nas ruas e estradas. Se nada for feito, em 2020 este número será de 1,9 bilhões de mortes.

E se a quantidade de mortes já impressiona, o número de pessoas lesionadas é ainda mais chocante. No Brasil para cada 1 morte, gerada por acidente de trânsito, outras  20 pessoas ficam lesionadas.  O impacto social e econômico destes números é muito grande.

Em 2015, das mais de 650 mil indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, 79% foram por invalidez em caráter permanente.

A ação do nosso Blog Viver Seguro no Trânsito deste ano pretende fazer com que as pessoas pensem no que acontecerá se nada for feito. Ou seja, o  que acontecerá se este número não parar de crescer?

Usamos como exemplo um estacionamento. Hoje a lei determina que 2% das vagas devem ser destinadas a deficientes físicos. Mas se a quantidade de pessoas que ficam inválidas em acidentes de trânsito não parar de crescer, em breve este número terá que ser revisto. Foi querendo chamar a atenção para esse futuro preocupante, que criamos um estacionamento e filmamos as reações dos motoristas ao tentarem encontrar uma vaga. E você pode conferir o vídeo do nosso experimento aqui:

Continuar lendo

Semana Nacional de Trânsito propõe reflexão sobre papel da população para garantir a segurança viária

Semana Nacional de Trânsito

Diariamente, muitos acidentes ocorrem em ruas e estradas do Brasil e, para mudar esse cenário, autoridades e cidadãos precisam adotar a consciência de que é preciso cada vez mais responsabilidade no trânsito. Pensando nisso, a Semana Nacional de Trânsito deste ano, que acontece entre os dias 18 e 25 de setembro, traz o tema “Década Mundial de Ações para a Segurança no trânsito – 2011/2020: Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”, no intuito de incentivar condutores e pedestres a se mobilizarem também para realizar a transformação que desejam ver no trânsito.

A contribuição de cada um é fundamental para salvar vidas que muitas vezes são perdidas em consequência de atitudes imprudentes, como falar ao celular, não utilizar o cinto de segurança, misturar álcool e direção ou não respeitar as regras de trânsito, entre outras.

Não à toa, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) escolheu o tema “Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”, principalmente devido aos alarmantes números de acidentes no Brasil, como apontou a Cruz Vermelha no ano passado, afirmando que, anualmente, são 50 mil óbitos por ano e mais de 500 mil lesionados, representando 25 mortes para cada 100 mil habitantes. Se os órgãos de trânsito tentam encontrar soluções para evitar vítimas, seja com campanhas de conscientização como a Semana Nacional de Trânsito ou com ações de fiscalização, a população precisa se esforçar para fazer a diferença.

A campanha deste ano quer trazer condutores e pedestres para fazer parte da mudança, mostrando que além de conscientização, o comprometimento com esse propósito deve fazer parte da rotina de todos. Autoridades de diferentes localidades do país se organizaram para levar ações e informação tanto para motoristas, como ciclistas, pedestres, crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência.

Aproveite a Semana Nacional do Trânsito para refletir sobre o seu papel na construção de um trânsito mais seguro. Se fizermos a nossa parte, já estaremos salvando vidas!

Durante a semana, publicaremos diariamente assuntos que possam contribuir para um trânsito mais pacífico e seguro. Acompanhe! Sua participação é muito importante nessa luta que é de todos nós.

Continuar lendo

Vem aí a Semana Nacional do Trânsito! Assista às nossas campanhas de conscientização

dpvat_snt

A Semana Nacional do Trânsito acontece sempre no período de 18 a 25 de setembro. Este ano, o tema definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) é: “Década Mundial de Ações para a Segurança no trânsito – 2011/2020Eu sou + 1 por um trânsito + seguro”.

Enquanto a Semana do Trânsito de 2016 não começa, convidamos nossos leitores para assistir às principais campanhas de conscientização que lançamos em edições passadas. Um convite para refletirmos juntos. Afinal, mudar é preciso!

2015 – Tema: “Seja você a mudança no Trânsito”- Lançamos o vídeo A Guerra do Trânsito com objetivo de alertar para a violência no trânsito brasileiro, que apresenta números superiores a guerras! A campanha, com apelo ao humor, levou para as ruas de Curitiba um tanque de guerra conduzido por um ator, que interpreta um cidadão  que construiu seu próprio tanque para se proteger da violência no trânsito e usa como carro da família, uma atitude extrema.

2014 – Tema: Cidade para as pessoas – proteção e prioridade ao pedestre – Lançamos o vídeo Direção Agressiva, onde um ator se passa por instrutor que tenta ensinar seus alunos a dirigir agressivamente, fazendo absurdos no trânsito, em situações que mostram principalmente o desrespeito ao pedestre, situação comum no trânsito. A campanha, com apelo ao humor, estimula nossa reflexão por meio do questionamento: “Se você não aprendeu assim, por que é assim que você faz?”

2012 – Tema: Não Exceda a Velocidade. Preserve a Vida!” – Lançamos o vídeo A História de Talia, num formato interativo do Youtube que dá a possibilidade do internauta escolher o final. A campanha, com apelo emocional, tem como objetivo principal alertar os jovens sobre os riscos da velocidade na direção, entre outros excessos que cometem com frequência, como combinar álcool e direção,  causas de acidentes com mortes.

Continuar lendo

Mais de 17% dos atletas paralímpicos brasileiros foram vítimas de acidentes de trânsito

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Os Jogos Paralímpicos são um dos grandes exemplos de que o esporte é um dos caminhos para continuar uma jornada de muita superação e força de vontade. São atletas fazendo história na competição e mostrando que dificuldades não são empecilhos para alcançar belas vitórias.

No entanto, um levantamento recente feito pela Agência Brasil com base em dados fornecidos pelo Comitê Paralímpico Brasileiro mostra que 49 dos 285 (17,19%) atletas paralímpicos brasileiros na disputa deste ano foram vítimas de algum tipo de acidente de trânsito.

Os dados são preocupantes e servem como alerta para a violência no trânsito, que diariamente registra ocorrências com mortos, pessoas com sequelas ou invalidez permanente. De acordo com informações da Seguradora Líder-DPVAT, os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT em 2015 (79%) de um total de 652.349.

A maior parte dos acidentes de 2015, que deixou alguma sequela permanente, aconteceu com motociclistas, representando 91% das indenizações. Os jovens precisam ter mais atenção na hora de conduzir um veículo, já que no mesmo período, pessoas entre 18 e 34 anos foram as maiores vítimas com sequelas, com 52%  dos pagamentos.

Prudência nunca é demais no trânsito, assim como o respeito de quem está à frente da direção aos pedestres e a outros condutores. Por estarem mais expostos que motoristas de caminhões e carros, os motociclistas precisam ter atenção redobrada e nunca esquecer os equipamentos de proteção, como capacetes, luvas, calça e casacos apropriados. Com esse cuidado especial, é possível minimizar batidas, quedas e, consequentemente, sequelas permanentes.

Os Jogos Paralímpicos acontecem até o dia 18 de setembro, no Rio de Janeiro, onde poderemos acompanhar nossos atletas brilharem em mais uma edição do evento, colecionando medalhas e mostrando que superação e sucesso andam juntos! Boa sorte a todos os vitoriosos da delegação brasileira!

 

Continuar lendo

Parabéns, ciclistas! Recentes conquistas dão mais motivos para comemorarmos o Dia Nacional do Ciclista

cycling

Englobando saúde, esporte e sustentabilidade em uma única atividade, o ciclismo traz inúmeros benefícios para o corpo, mente, vida social e bolso. É por isso que, merecidamente, a próxima sexta-feira (19) é dedicada ao Dia Nacional do Ciclista, uma oportunidade a mais para celebrar as recentes conquistas da prática no Brasil, como aumento do número de ciclofaixas em grandes cidades e o maior incentivo aos apaixonados pelas “magrelas”.

Se os últimos anos favoreceram o desenvolvimento dos veículos motorizados, a sustentabilidade ganha cada vez mais espaço em um mundo onde a mobilidade urbana vem sendo questionada. Prova disso é o projeto da prefeitura de São Paulo, que pretende criar o bilhete mobilidade, um sistema de recompensa para o cidadão que trocar o carro ou ônibus pela bicicleta, em pelo menos parte do trajeto.

A novidade deve substituir o atual bilhete único e permitirá ao usuário se cadastrar em um aplicativo para marcar o tempo e a distância percorrida de bike, para, ao final, converter isso em créditos que poderão ser usados em outros modais ou ser retirados em dinheiro. A capital paulista vem se destacando com boas medidas de fomento à utilização de alternativas consideradas verdes no transporte, como o incentivo às empresas que auxiliam financeiramente os funcionários a escolherem a bicicleta como meio de transporte até o trabalho.

Outra boa iniciativa brasileira vem da prefeitura de Curitiba, que, em parceria com uma empresa japonesa, irá instalar até o segundo semestre deste ano ciclovias que irão produzir eletricidade por meio do som e da vibração provocados pelo movimento da bicicleta. Com isso, a sinalização luminosa dos cruzamentos com ciclovias e vias será gerada pelos próprios ciclistas que circularem por esses locais.

Mundialmente, a saúde da população também ganha destaque com o uso das bikes. Uma pesquisa feita pela Universidade de Cambridge com o National Health Service (equivalente ao Sistema Único de Saúde brasileiro) apontou que a cada 1 Libra investida no ciclismo como atividade física, 4 Libras são economizadas no sistema de saúde com doenças relacionadas a obesidade e diabetes.

Se você ainda procura motivos para aderir à bicicleta, dê uma chance e sinta os benefícios da prática. Seu corpo, o meio ambiente e o esporte agradecem!

Continuar lendo

Página 1 de 2
12