Ir para conteúdo principal Ir para menu principal

Reembolso das Despesas Médicas

Nesta cobertura, o beneficiário é a própria vítima que teve desembolso com assistência médica, hospitalar, suplementar ou farmacêutica, decorrente do acidente de trânsito. Despesas como medicamentos, exames, consultas, fisioterapia na rede privada de saúde são reembolsadas considerando os valores gastos e comprovados pela vítima, em até R$ 2.700,00, conforme a Lei n° 6.194/74.

O cálculo para os reembolsos médicos do Seguro DPVAT de acidentes ocorridos até 31/12/2020 é feito com base na Tabela CBHPM (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos) . Confira os valores médios de algumas despesas reembolsados pelo Seguro DPVAT.

ProcedimentoValor Médio ReembolsoUnidade de Medida
Consulta MédicaR$117,00por consulta
Curativo na PeleR$33,00por lesão/segmento
Exame de Sangue (Hemograma)R$37,00por exame
Raio X da PernaR$71,00por exame
Raio X dos Ossos da face (Rosto)R$72,00por exame
Raio X da Clávicula/OmbroR$66,00por exame
Raio X do Pé ou Dedos do PéR$64,00por exame
Tomografia da ColunaR$574,00até 3 segmentos
Bota de GessoR$39,00por segmento
Fisioterapia (Braços e Pernas)R$51,00por atendimento


O prazo para dar entrada no pedido de indenização é de até três anos, a contar da data do acidente.

Vale lembrar que a Seguradora Líder está responsável pelo DPVAT apenas para o caso de acidentes ocorridos até 31/12/2020.

Invalidez Permanente

Neste caso, o beneficiário também é a própria vítima e a indenização é paga quando há uma sequela irreversível causada pelo acidente de trânsito. Ou seja, quando há perda ou redução, total ou parcial, em caráter definitivo, das funções de membro(s) e/ou órgão(s). A impossibilidade de reabilitação da vítima deve ser atestada por meio de laudo médico conclusivo. Os valores das indenizações referentes à invalidez permanente variam de R$ 135 a R$ 13.500,00, conforme a Lei n° 6.194/74. Clique aqui e confira a cartilha médica com exemplos de valores de acordo com o tipo de invalidez.”

O prazo para dar entrada no pedido de indenização é de até três anos, a contar do momento em que é confirmada a invalidez permanente.

Vale lembrar que a Seguradora Líder está responsável pelo DPVAT apenas para o caso de acidentes ocorridos até 31/12/2020.

Morte

Nesta cobertura, os beneficiários são os herdeiros legais das vítimas que vieram a óbito devido a um acidente de trânsito. O valor da indenização para estes casos é fixo, de R$ 13.500,00, conforme a Lei n° 6.194/74.

Os herdeiros legais podem ser filhos, pais, cônjuges, companheiros, avós, dependendo do perfil da vítima. Neste esquema aqui, é possível entender melhor as combinações possíveis de herdeiros e como funciona a indenização em cada um dos casos.

O prazo para dar entrada no pedido de indenização é de até três anos, a contar da data do óbito.

Vale lembrar que a Seguradora Líder está responsável pelo DPVAT apenas para o caso de acidentes ocorridos até 31/12/2020.




Utilizamos cookies essenciais para a navegação, visando a contínua segurança do site para seus usuários e uma melhor experiência de navegação. Ao utilizar o seguradoralider.com.br, você concorda com os nossos Termos de Uso . Para ter mais informações sobre o compromisso da Companhia com a proteção dos seus dados e com a sua privacidade, acesse a nossa Diretiva de Privacidade e Proteção de Dados .