Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Conheça o Planejamento Estratégico 2018-2022 da Seguradora Líder

planejamento-estrategico-2018-2022.png

Aqui na Seguradora Líder sempre nos perguntamos o que podemos fazer para melhorar o atendimento aos beneficiários do Seguro DPVAT. Afinal, queremos garantir o acesso simples, rápido e humanizado a esse importante instrumento de apoio às vítimas de acidente de trânsito. ;) Pensando nisso, recentemente, apresentamos nosso Planejamento Estratégico, com os direcionadores que guiarão a Seguradora nos próximos quatro anos. Vamos conferir juntos cada detalhe nesse post especial?

Novos Missão, Visão e Valores

Definir onde queremos chegar é fundamental para orientar o dia a dia e, para isso, contamos com a Missão, a Visão e os Valores, que deixam bem claros os caminhos a serem seguidos para alcançar nossos objetivos. Confira abaixo! ;)

Missão: Administrar com eficiência e transparência o seguro obrigatório de acidentes de trânsito, propiciando à população o conhecimento pleno e o acesso facilitado aos seus benefícios.

Visão: Ser reconhecida pela excelência e transparência na administração do seguro de acidentes de trânsito.

Valores:

ÉTICA- Fazer a coisa certa, com retidão.

TRANSPARÊNCIA - Dar divulgação e justificativa para as decisões tomadas.

SIMPLICIDADE - Descomplicar e ser acessível, empático e humano.

SUSTENTABILIDADE - Perpetuar a empresa em todas as dimensões.

COMPROMETIMENTO- Agir como dono.

MERITOCRACIA- Valorizar e reconhecer a performance e os resultados gerados.

Traduzindo nossos objetivos: Criação de um Mapa Estratégico

Além da nova redação para a Missão, Visão e Valores, outra novidade bem bacana é a criação de um Mapa Estratégico, a representação gráfica da nossa estratégia para orientar as ações de gestão em todos os níveis da Seguradora Líder. Nesses próximos quatro anos, além de buscar o aperfeiçoamento do Seguro DPVAT, um dos nossos objetivos é assegurar transparência na gestão dos recursos e atuar proativamente na conscientização e na redução de acidentes de trânsito. Bem legal, não é? ;)

Missao_Visao_Valores_Ajustes_CA_15Dez_FINAL.jpg

E aí, gostou de conhecer mais de perto as nossas ações para o futuro? Esperamos por você nos comentários. =)


Continuar lendo

De olho no calendário de pagamento

pagamento-dpvat.png

Em muitos estados brasileiros, o período de pagamento do Seguro DPVAT ainda está acontecendo e, pensando nisso, resolvemos preparar um post especial para você. Por aqui, a gente dá o recado esperto: além de ser um ato e tanto de cidadania, manter o Seguro em dia garante a sua proteção a de mais de 200 milhões de brasileiros em caso de acidentes de trânsito, viu?

Roraima, Mato Grosso e Distrito Federal: vencimento até o final do mês

Se você é um dos Estados acima, vale redobrar a atenção! O pagamento do Seguro DPVAT, coincidindo com a data única do IPVA, está muito próxima do vencimento. No Distrito Federal, por exemplo, vai até essa sexta-feira, dia 23 de fevereiro e, em Roraima e no Mato Grosso, vai até a próxima quarta-feira, dia 28. Para conferir a particularidade de pagamento de cada estado, clique aqui.

Maranhão, Sergipe e Acre: vencimento começa em março

Vale começar a se programar! Março é a vez do vencimento do pagamento do Seguro DPVAT acontecer no Maranhão, Sergipe e Acre, pessoal. Para conferir a tabela completa, além de orientações para emissão do boleto de cobrança e informações sobre os bancos credenciados, você também pode acessar o site da Seguradora Líder aqui.

De onde vem os valores do Seguro DPVAT?

Os valores do Seguro DPVAT são definidos pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), órgão ligado ao Ministério da Fazenda, galera. Seu custo é formado pelo prêmio tarifário, acrescido de IOF (0,38%) e mais o custo do bilhete, que a gente já explicou num post anterior. Ah, outra informação importante é que, em 2018, pela primeira vez, não é possível parcelar o Seguro DPVAT, já que os valores para um eventual parcelamento não atendem a Resolução do CNSP nº 332/2015, que define o valor mínimo de R$ 70,00 por parcela. Clique aqui para conferir o valor do Seguro DPVAT para 2018 de acordo com a categoria do seu veículo.

Passou o prazo de pagamento e agora?

É simples! Você pode emitir o boleto no site da Seguradora Líder clicando aqui e realizar o pagamento sem incidência de multa e juros. No entanto, a gente lembra que a quitação do Seguro DPVAT é condição necessária para obtenção do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), documento de comprovação do licenciamento anual e de porte obrigatório.

Gostou do post? Se tiver alguma dúvida sobre o processo de pagamento do seu Estado, basta falar com a gente por aqui. ❤


Continuar lendo

Boletim Estatístico de Janeiro da Seguradora Líder já está no ar

boletim-estatistico-janeiro-2018.png

Aqui na Seguradora Líder, acreditamos que a informação, além de mudar vidas, colabora bastante para a prevenção de acidentes de trânsito. Por isso, contamos com um importante instrumento, o Boletim Estatístico, documento produzido pelo nosso Centro de Estatística e que, em 2018, conta com uma série de novidades, como uma identidade visual novinha e edições mensais. A edição de janeiro do Boletim acabou de sair do forno, trazendo alguns destaques que separamos aqui embaixo para você. =)

Por dia, mais de 700 pessoas ficaram inválidas

Somente em janeiro, foram pagas 31.107 indenizações do Seguro DPVAT. Desse total, 72%, foram destinados aos casos de invalidez permanente. Sabe o que isso significa, galera? Que, por dia, mais de 700 pessoas ficaram permanentemente inválidas em decorrência de acidentes de trânsito. Bem triste, não é? :(

Outro destaque foi para os casos de morte, que registraram aumento de 10% em relação ao mesmo período de 2017, com 3.237 indenizações pagas e para o reembolso de despesas médico-hospitalares, que sofreu o maior crescimento do número de indenizações em relação ao ano passado, 17%, com 5.392 indenizações pagas.

Motoristas foram as maiores vítimas do trânsito em janeiro

No último mês, a maior incidência de vítimas foram os motoristas, que representaram 55% das indenizações pagas em acidentes fatais e 63% em acidentes com sequelas permanentes, predominando significativamente os motociclistas (91%). Os pedestres ficaram em 2º lugar nas indenizações por morte no período, com 27%. Por isso, independente do seu papel no trânsito, redobrar a sua atenção nunca é demais, afinal de contas, todos nós somos pedestres, não é mesmo?

Nordeste foi a região com o maior número de indenizações pagas

Alô, nordestinos: não adianta se avexar no trânsito! Sabia que, somente no último mês, a região concentrou a maior parte das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT, 34%, embora sua frota seja menor que a do Sudeste e a do Sul? :O É para ficar atento, visse?

Ficou curioso para conferir outros dados do nosso Boletim? É simples: basta acessar o site da Seguradora Líder para ler o documento completinho, clicando aqui.


Continuar lendo

Volta às aulas? Confira algumas dicas para escolher o transporte escolar mais seguro

transporte-volta-as-aulas.png

Chegou a hora da criançada voltar às aulas! Nesse período, a atenção dos pais deve estar voltada à segurança dos pequenos que dependem do transporte escolar. Para conferir algumas dicas sobre esse assunto, fique ligadinho no nosso post. ;)

Conhecer bem o condutor

Atenção, pais: conhecer o motorista e o jeito que ele dirige é essencial! De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o motorista da van ou do micro-ônibus de transporte escolar precisa ter mais de 21 anos, possuir habilitação na categoria D, não ter antecedentes criminais e deve ter passado por um curso de formação específica para a atividade, com atualização a cada cinco anos. Mesmo assim ficou com dúvida? Outra dica bem bacana é pedir referências para os pais de outros estudantes. =)

Segurança em primeiro lugar

Principalmente nos veículos de transporte escolar, a segurança é item indispensável! Por isso, além de utilizar os acessórios de segurança adequados à sua idade, como o cinto, as crianças também devem seguir algumas regras básicas como não ficar atrás do veículo, não se apressar para embarcar ou desembarcar e sempre respeitar o motorista. Por isso, os pais devem redobrar a atenção, sempre dando o exemplo. ;)

O trânsito é o maior responsável pela morte acidental de crianças

É isso mesmo, galera! Somente em 2017, cerca de 500 crianças e adolescentes de 0 a 17 anos perderam a vida em acidentes de trânsito, de acordo com indenizações pagas pelo Seguro DPVAT. Por isso, é importante escolher bem o transporte das crianças, afinal, a falta de segurança no trajeto de casa até a escola aumenta bastante as chances de acidentes. :(

E aí, tem mais alguma dica para esse momento de escolha do transporte escolar? Esperamos por você nos comentários! ;)


Continuar lendo

É preciso responsabilizar as autoridades pelas mortes no trânsito

acidentesemestradas.jpg

Há anos somos procurados neste período para fazer balanços dos mortos e feridos nas rodovias durante o Carnaval, assim como ocorre em outros feriados.

Historicamente, nos últimos dez anos, estamos falando de ao menos 200 mortos no somatório de rodovias federais e estaduais em cada feriado prolongado, sem contar os feridos, que chegam a aproximadamente 2.000. A situação é tão absurda que temos condições de prever, com certa antecedência, quantas pessoas irão morrer a cada feriado.

A verdade é que o Brasil, de forma geral, se acostumou com as mortes nas estradas e no trânsito, assim como se habituou à violência urbana. Os reflexos estão nas 41.151 indenizações pagas por morte pelo Seguro DPVAT que, em 2017, aumentaram 23%.

Só teremos redução consistente de vítimas do trânsito quando existirem metas e as autoridades, em todas as esferas, forem responsabilizadas quando estas não forem atingidas.

Por isso, lamentamos dizer que, nos demais feriados do ano, estaremos aqui protestando novamente, caso a sociedade não exija resultados, medidos com um menor número de mortos nas estradas.

Continuar lendo

​Carnaval é festa, mas precisa de segurança nas estradas e nos trios elétricos

carnaval.png

Viajar no Carnaval é uma alegria, mas para ela ser completa, é preciso tomar certos cuidados antes de pegar a estrada.

Em primeiro lugar, o motorista deve evitar viajar cansado. Por isso, deve procurar compartilhar o volante com outros passageiros, além de fazer sempre paradas a cada 2 horas de direção contínua. Também é essencial que o veículo esteja com a manutenção em dia e com a documentação correta, seja o licenciamento como o pagamento do Seguro DPVAT.

Nas estradas, é importante manter sempre o bom humor, mesmo quando o trânsito está lento. Além disso, deve-se respeitar a sinalização, evitar fazer ultrapassagens em local proibido e jamais trafegar pelo acostamento. Afinal de contas, o importante é chegar ao seu destino com segurança e um pequeno acidente pode fazer você se atrasar. O melhor combustível é a paciência, com aditivo de prudência em todo o trajeto.

As crianças devem ser transportadas como mandam as leis de trânsito, já que a maior punição não é a multa, mas as consequências da negligência com os pequenos em casos de acidentes ou numa simples freada.

Por outro lado, está na hora das autoridades olharem com mais atenção a pista dos foliões, não apenas nas rodovias, mas nas ruas, onde circulam centenas de trios elétricos nesta época do ano.

Estes veículos com frequência sofrem modificações que colocam em risco a segurança, além de, muitas vezes, trafegarem sem manutenção adequada no meio da multidão. É importante lembrar que os motoristas dos trios precisam estar habilitados para dirigir caminhões e não podem estar com a carteira suspensa.

Conforme sugere a entidade de vítimas Trânsito Amigo, no caso dos condutores dos carros alegóricos das escolas de samba, além do teste do bafômetro, é fundamental verificar as condições dos motoristas desses veículos.

De modo geral, é necessária uma "operação pente fino" para garantir que os foliões curtam esse período do ano sem correr risco. Afinal, Carnaval com acidente não combina com folia.


Continuar lendo

Na hora de cair na folia, seja consciente nas ruas

carnaval-folia-acidentes.png

Carnaval é tempo de diversão, alegria, purpurina, mas também é tempo de muitos acidentes, pessoal. Sabia que, somente em 2017, quase 4 mil indenizações foram pagas, referentes a acidentes que aconteceram nesse período? São praticamente 800 indenizações pagas a cada dia! Do total de indenizações, a motocicleta foi o veículo responsável pela maior parte, 76%, apesar de representar apenas 27% da frota nacional. Vamos reduzir essas estatísticas em 2018? Confira algumas dicas. ;)

Você pensa que cachaça é água/Cachaça não é água não

Apesar de ser uma das marchinhas de Carnaval mais antigas, “Cachaça” tem uma letra super atual, galera. Para aguentar a folia dos blocos de rua, é importante se manter bem hidratado, bebendo líquidos como água, sucos e refrescos. Mas, se você quiser aproveitar o período para tomar aquela gelada, também é permitido, mas com uma condição: chamando o motorista da rodada na hora de ir embora para casa. Bebida e direção não dão samba em nenhum período do ano! ;)

E o tempo passa e eu vou me acabando/No balancê, balancê

Vai se acabar no balancê? Não se esqueça que o momento de voltar para a casa é tão importante quanto o de chegar nos blocos, folião! Para evitar acidentes, além do motorista da rodada, conte com o táxi, seu app de transporte favorito ou com o transporte público, especialmente depois daquela gelada.

Então diga que valeu/E volte seguro para a sua casa

Já é quarta-feira de cinzas e você está triste porque o Carnaval acabou? Não deixe a deprê pós-Carnaval te atrapalhar na estrada. A gente ajuda com aquelas dicas bacanas: ter uma boa noite de sono antes de voltar, respeitar os limites de velocidade e usar o cinto de segurança (até mesmo no ônibus e no banco de trás do carro).

E aí, gostou das dicas? Agora, é se preparar para os dias de folia e curtir ao máximo o feriadão, optando sempre pelo trânsito seguro e garantindo a sua curtição para o resto do ano. Bom carnaval, galera! \o/


Continuar lendo

Digitalização de documentos facilita a vida dos beneficiários

digitalizacao-documentos.png

Boas notícias para os beneficiários do Seguro DPVAT! A partir de agora, será possível digitalizar os documentos necessários para dar entrada no seu pedido de indenização já nos pontos de atendimento e, com isso, poder guardar todos os seus documentos originais. Bem bacana, não é? \o/

A digitalização traz uma porção de benefícios, como reduzir o prazo da análise das indenizações, fazendo com que a indenização saia mais rápido e diminuir as possíveis despesas com extravio de documentos. Para a Seguradora Líder, essa iniciativa, além de tornar mais fácil o acesso do Seguro DPVAT, também melhora a qualidade, aumenta a produtividade e reduz custos, três dos nossos objetivos na busca contínua pelo aperfeiçoamento da nossa operação. Todo mundo sai ganhando, galera! =)

E a Seguradora Líder não para por aí, pessoal! Estamos preparando mais iniciativas que trarão uma série de vantagens, tais como verificar quais os tipos de informações relevantes para a indenização que também podem ser coletadas de forma eletrônica. ;)

O projeto piloto já foi implementado no último mês na Seguradora Líder, em seis seguradoras consorciadas; no Sindicato dos Corretores de Minas Gerais (Sincor-MG); e com corretores parceiros do Estado do Rio de Janeiro. A previsão é estender a implantação para todos os parceiros ainda no primeiro trimestre desse ano. Vale ficar atento! \o/

Gostou de saber dessa novidade? Fique ligado aqui no nosso blog. ;)


Continuar lendo

Homens motociclistas são as maiores vítimas do trânsito

motociclistas-relatorio-anual.png

Por dia, 54 motociclistas morrem no trânsito brasileiro. Mais de 615 adquirem sequelas permanentes. Os dados alarmantes são do Relatório Anual de 2017 da Seguradora Líder e comprovam: os motociclistas são as maiores vítimas do trânsito.

Apesar de representarem apenas 27% da frota nacional, as motos acumularam 74% das indenizações pagas pelo Seguro DPVAT ao longo de 2017. E o mais grave disso, que afeta diretamente toda a nossa sociedade, as vítimas de acidentes são, em sua maioria, jovens entre 18 a 34 anos, idade considerada economicamente ativa. Essa faixa etária concentrou 52% dos acidentes fatais e 54% dos acidentes com sequelas permanentes durante o período, pessoal.

Um estado a ser destacado em relação aos acidentes envolvendo motocicletas é o Ceará, que registrou, em 2017, dez vezes mais casos de indenizações pagas para acidentes envolvendo motocicletas do que com automóveis. Do total de 32.019 indenizações pagas no ano, 27.844 foram para motos, enquanto apenas 2.749 foram destinadas aos carros. Impressionante, não é mesmo?

Outros números também merecem destaque: 88% das indenizações por morte em acidentes com motocicletas foram para vítimas do sexo masculino. No caso de acidentes que resultaram em sequelas permanentes, 79% das indenizações também foram para vítimas do mesmo sexo.

Ao ler todos esses dados, o que podemos fazer para mudar essa realidade, pessoal? A resposta é simples: respeitar as leis de trânsito, evitar o uso de álcool ao dirigir, usar os equipamentos de segurança e ficar atento aos demais usuários da via. ;)

Tem mais alguma sugestão? Conta para a gente aqui nos comentários. ;)


Continuar lendo

O Seguro DPVAT em números: Seguradora Líder divulga Relatório Anual 2017

relatório-anual-dpvat-2017.png

Já contamos para você que, por aqui, gostamos muito de números. Através deles, acreditamos que é possível construir políticas para tornar o trânsito cada vez mais seguro. Pensando nisso, a Seguradora Líder divulga o Relatório Anual 2017, uma importante ferramenta com dados de todas as indenizações pagas e o perfil de quem recebeu o seguro no último ano. Em 2017, 383.993 indenizações do Seguro DPVAT foram pagas, um valor que dava para encher 20 vezes o Maracanã. Apesar do valor impressionar, houve redução de 12% no total de indenizações pagas em relação ao ano passado. Vale ressaltar que, desse total, 11% foram destinados para morte, 74% para invalidez permanente e 15% para reembolso de despesas médico-hospitalares.

Mas as notícias não são tão boas quando falamos do número de indenizações pagas por morte: o número cresceu 23% em comparação com o ano anterior, fechando em 41.151. O mesmo aconteceu nas indenizações pagas por reembolso de despesas médico-hospitalares, que cresceram 7%. 

Homens de 18 a 34 anos continuam sendo as principais vítimas do trânsito

É isso aí, pessoal: no ano passado, 75% das indenizações foram pagas para vítimas do sexo masculino, contra 25% das mulheres, mantendo o mesmo comportamento dos anos anteriores. Já a faixa etária mais atingida no período foi a de 18 a 34 anos, idade economicamente ativa, representando 49% das indenizações pagas, o correspondente a cerca de 186 mil indenizações.

Maior parte dos acidentes acontece ao anoitecer

Estresse de um dia cansativo, visão comprometida ao entardecer, dirigir em horários de pico... essas são apenas algumas das razões para o período do anoitecer, entre 17h e 19h59, representar a maior incidência dos acidentes (23%) indenizados durante 2017. Então, já sabe, vai dirigir à noite? Vale redobrar a atenção. =)

E aí, gostou de ficar por dentro dos números do Seguro DPVAT? Para saber mais, basta clicar aqui e conferir o nosso Relatório Anual na íntegra. ;) Esperamos por você nos comentários!


Continuar lendo

Página 1 de 25
12345678910...