Sign In
Início do conteúdo
​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Sala de Imprensa​​​​​​

Newsletter​​​​​​

olerância Zero às Fraudes: Mulher acusada de fraudar o Seguro DPVAT é presa em Goiás

Publicado em segunda-feira, 20 de maio de 2019

Newsletter - 20/05/2019 - 81ª Edição

Uma empresária foi presa na última quinta-feira, dia 16/05, em Luziânia, município de Goiás, acusada de fraudar o Seguro DPVAT. As investigações começaram a partir de notícia-crime enviada pela Seguradora Líder à Polícia Civil do estado, após a identificação de fraudes em 16 pedidos de indenização. A Operação nomeada de Parálysis foi desencadeada após os policiais do Grupo de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia constatarem que a suspeita falsificava documentos e montava processos de invalidez permanente, totalizando cerca de R$ 220 mil em indenizações.

Segundo a polícia, a mulher possui uma empresa de eventos e usava os documentos de funcionários e familiares para dar entrada nos pedidos de indenização com boletins de ocorrência e outros documentos falsificados. Os agentes da Delegacia de Luziânia ainda cumpriram quatro mandados de busca e apreensão. O encaminhamento de notícias-crime pela Seguradora Líder aos órgãos competentes reforça as ações de prevenção e combate às fraudes da Companhia para garantir que o Seguro DPVAT beneficie quem realmente tem direito. De janeiro a abril deste ano, essas iniciativas proativas já resultaram em 13 sentenças condenatórias, 16 condenados, 20 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 1 prisão em todo o Brasil.

O uso de tecnologia tem sido o grande aliado neste trabalho. Todos os pedidos de indenização do Seguro DPVAT recebem monitoramento contínuo, sendo avaliados por softwares de inteligência artificial, que contêm ferramentas de filtros sistêmicos de ocorrências suspeitas. Os casos considerados merecedores de apuração mais detalhada são enviados, ainda, para uma equipe que investiga in loco a ocorrência. Quando a Seguradora Líder identifica uma irregularidade, uma notícia-crime é encaminhada aos órgãos competentes. A implantação de ferramentas de Analytics, com mais de 200 variáveis; a capacitação da equipe em análise documental; e a implantação de modelos estatísticos dobraram a detecção de fraude com recursos internos.

Esse caso foi destaque em matéria na Folha de São Paulo, de 24 de fevereiro. Para conferir na íntegra, acesse aqui.

Canal de Denúncias

Fraudar o Seguro DPVAT é crime e a Seguradora Líder conta com o apoio de toda a população brasileira na realização de denúncias de casos suspeitos, sem a necessidade de identificação e de forma totalmente gratuita, através do seu Canal de Denúncias, disponível pelo telefone 0800 591 2563, de segunda a sexta-feira, de 9h às 18h ou clicando aqui.



​Mais artigos​