Sign In
Início do conteúdo
​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Sala de Imprensa​​​​​​

Newsletter​​​​​​

Em 10 anos, Seguro DPVAT indenizou mais de 391 mil ocorrências por morte em todo o país

Publicado em segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Newsletter - 18/11/2019 - 107ª Edição

Este domingo, dia 17/11, marcou o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito, momento para alertar para as elevadas estatísticas de ocorrências no trânsito que deixam, todos os anos, cerca de 1,3 milhão de mortes no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, dados do Seguro DPVAT mostram que mais de 391 mil acidentes ocorreram no país e foram indenizados na última década. É importante lembrar que os números ainda podem aumentar, uma vez que vítimas e beneficiários têm até três anos para dar entrada no seguro obrigatório. Após o fim do prazo, estima-se que mais de 398 mil indenizações terão sido pagas por morte no trânsito em todo o país. Os dados foram reforçados em matéria divulgada pela GloboNews.

A projeção do total de sinistros pagos após o prazo de três anos para dar entrada na indenização utiliza a base histórica de 2012 a 2017 para calcular o volume médio de pagamento no primeiro, segundo e terceiro anos em todo o país. A partir disso, são projetados os pedidos de indenizações pendentes, chegando, assim, ao total de pagamentos a serem realizados até o fim do período de três anos.

De acordo com o levantamento da Seguradora Líder, São Paulo (61.322) e Minas Gerais (42.778) registram os maiores quantitativos de acidentes fatais ocorridos e indenizados pelo seguro obrigatório. Após o prazo de três anos para solicitar o benefício, a projeção é que tenham sido pagos mais de 62.387 e 43.546 seguros por morte, respectivamente para cada Estado. Na sequência aos dois primeiros colocados, estão Paraná (27.544), Bahia (27.494) e Rio de Janeiro (26.254). Depois do período prescricional, estima-se que terão sido mais de 28 mil pagamentos no Paraná e na Bahia, e mais de 26 mil no Rio de Janeiro em função de acidentes de trânsito fatais.

Ocorrências indenizadas por morte nos últimos dez anos

UFQuantidade
SP61.322
MG42.788
PR27.544
BA27.494
RJ26.254
CE21.385
RS18.707
PE18.423
GO18.243
SC16.413
MA14.762
PA14.732
MT10.664
PI9.985
ES9.251
PB8.040
AL6.702
MS6.516
RN6.470
RO5.196
TO5.071
SE4.601
AM3.870
DF3.831
RR1.287
AC1.222
AP1.128
Total Brasil 391.891

Quando são analisadas as capitais, São Paulo lidera o ranking, com 12.112 acidentes fatais e indenizados pelo Seguro DPVAT na última década. O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com mais de 8 mil ocorrências indenizadas por morte. Na sequência, estão Fortaleza (3.339), Goiânia (3.125) e Belo Horizonte (3.004). Já Florianópolis (666), Rio Branco (635) e Vitória (428) aparecem nas últimas posições. O levantamento completo pode ser conhecido aqui

O superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Froes, chama atenção para o cumprimento da Década de Ação pela Segurança no Trânsito, lançada pela ONU em 2011 e para a importância de instrumentos de proteção como o Seguro DPVAT em um cenário em que milhares de pessoas perdem a vida todos os anos.

“Medidas que intensificam a fiscalização, como a Lei Seca, e campanhas de conscientização da população, como o Maio Amarelo e a Semana Nacional de Trânsito, são grandes avanços na busca pela diminuição dos acidentes fatais, mas o cenário continua mostrando a importância de investir em educação para a prevenção de acidentes; na formação de condutores; e o reforço da fiscalização em todos os estados do Brasil. Também é fundamental que existam mecanismos de proteção para as vítimas e familiares depois de um acidente, como é o caso do Seguro DPVAT”, explica.




​Mais artigos​