Sign In
Início do conteúdo
​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Sala de Imprensa​​​​​​

Newsletter​​​​​​

Brasil já tem mais de 45 milhões de bilhetes digitais do DPVAT

Publicado em quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Newsletter - 04/11/2020 - 160ª Edição

Mais de 45 milhões de motoristas brasileiros já podem consultar o seu seguro contra danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, ou DPVAT, em formato eletrônico. A geração do documento digitalmente na Carteira Digital de Trânsito está disponível desde agosto deste ano, graças a uma parceria entre o Serpro, empresa de TI do Governo Federal, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e a Seguradora Líder.

A versão eletrônica do bilhete do seguro faz parte das funcionalidades da Carteira Digital de Trânsito (CDT), que está disponível gratuitamente na App Store e Google Play. Basta seguir as orientações do aplicativo e adicionar o CRLV, documento veicular digital e, desta forma, ter todas as suas informações em um único lugar. Os documentos também podem ser impressos em casa, em papel A4 comum, possuindo validade jurídica. A autenticidade é garantida pelas informações contidas no QR Code, que podem ser verificadas por qualquer pessoa. Basta baixar o aplicativo Vio, que possibilita a leitura e conferência da validade do documento.

“Com o novo bilhete, o proprietário passou a ter informações objetivas sobre como solicitar a indenização do Seguro DPVAT na palma da mão. A transição para o ambiente digital garante mais eficiência no processamento de dados dos condutores, permitindo que a baixa de pagamento e a confirmação do licenciamento sejam mais ágeis”, explica a Diretora de Controladoria e Finanças da Seguradora Líder, Maria Valins.

O CRLV Digital com o Bilhete do Seguro DPVAT pode ser obtido na Carteira Digital de Trânsito (CDT), no Portal de Serviços do Denatran, ou nos canais de atendimento do Detran de jurisdição do veículo. Caso o proprietário já tenha baixado o CRLV Digital na CDT, mas os dados do bilhete do Seguro DPVAT não estejam atualizados, basta excluir o documento e baixar novamente.

Vale ressaltar que o DPVAT é um seguro obrigatório. Portanto, não é possível efetuar o licenciamento ou a transferência da propriedade do veículo sem a quitação do seguro.



​Mais artigos​